Anistia Internacional denuncia abusos na Líbia

Mário Augusto Jakobskind

Na Líbia, a Anistia Internacional exortou o Conselho Nacional de Transição a agir imediatamente para investigar e julgar os abusos cometidos contra a comunidade tawargha de líbios negros. A Anistia se pronunciou dessa forma depois da morte de mais um integrante da comunidade na prisão de Misrata.
No último dia 16, o corpo de Barnous Bousa, de 44 anos, pai de dois filhos, foi entregue à família marcado por ferimentos provocados por torturas, inclusive uma ferida aberta na cabeça. Como a mídia de mercado ocidental tirou a Líbia do noticiário, os jornalões e telejornalões destas bandas ignoram fatos dessa natureza.

###
DEFENDER A SOBERANIA

O episódio Repsol na Argentina continua a render na mídia de mercado. Em um primeiro momento os analistas de sempre alertavam que a Petrobras poderia ser atingida pela medida. Tentavam criar o clima de anos atrás com a Bolívia, quando a direita brasileira só faltava exigir a invasão do país vizinho porque o governo Evo Morales havia adotado medidas de proteção à nação na área petrolífera.

Finalmente, depois de muita informação totalmente improcedente houve um acordo entre o Brasil e a Bolívia, para desagrado da mídia de mercado.
Agora, depois das advertências, os jornalões admitiram que a Petrobras não será afetada, mas a Argentina “está de pires na mão” pedindo socorro, segundo O Globo, como não poderia deixar de ser.

Este jornal historicamente sempre se colocou contra governos que defendem a soberania. No caso argentino, o jornal seguiu a tradição.

###
FRUTOS DA INVASÃO

O Iraque está colhendo os frutos da utilização pelas forças armadas dos Estados Unidos de armas químicas durante a intervenção militar iniciada há nove anos.

Desde então houve aumento de casos de câncer, leucemia, má formações congênitas, paralisia e danos cerebrais. Os bebês sofrem. As taxas de mortalidade infantil são alarmantes.

Segundo Nadim Al Hadidi, médico do hospital de Faluya, uma cidade iraquiana situada 65 quilômetros a oeste de Bagdad, só em janeiro último 672 bebês morreram como conseqüência das armas químicas.

A referida cidade, segundo ainda o médico Al Hadidi, é um dos locais no mundo onde nascem mais crianças sem cérebro, sem olhos ou com intestinos fora da cobertura abdominal.

Na ocasião dos confrontos foi denunciada a utilização pelos militares estadunidenses de armas com fósforo branco e urânio empobrecido. Agora, estão acontecendo fatos trágicos resultantes do uso de armas com o material mencionado.

###
SARKOZY, ADEUS

Os franceses devem se livrar de vez de Sarkozy no segundo turno, no próximo domingo, segundo indicam praticamente todas as pesquisas. Embora eleição só se decida mesmo nas urnas.

Como a França é uma espécie de tambor na Europa, possivelmente a vitória socialista, mesmo sendo um moderado, deverá ter reflexos em outros países.
De qualquer forma, se confirmadas mesmo as pesquisas, Hollande terá de ouvir o ronco das ruas contra as medidas de austeridade. Se não o fizer vai virar um Sarkozy. E poderá facilitar a vida de Marine Le Pen. Quem viver verá.

www.booklink.com.br/jakobskind

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *