Antes mesmo da avaliação médica, Planalto já confirma a viagem de Bolsonaro à ONU

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros — Foto: José Dias/PR

Exagerado, o porta-voz diz que Bolsonaro ‘tomou café’

Filipe Matoso, Delis Ortiz e Hamanda Viana,
G1 e TV Globo — Brasília

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou nesta quarta-feira (18) que o quadro clínico do presidente Jair Bolsonaro evoluiu de forma “muito positiva” e, com isso, Bolsonaro viajará para a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A assembleia acontecerá na semana que vem, em Nova York (EUA). Nesta terça (17), Rêgo Barros havia dito que a viagem ainda dependia de avaliação, a ser feita na sexta (20) pelos médicos que operaram o presidente na semana passada. Mas, nesta quarta, o porta-voz afirmou que médicos da Presidência já avaliaram o quadro clínico de Bolsonaro.

ÓTIMO DIA – “Hoje, o presidente teve um ótimo dia em termos clínicos. Pela manhã, esteve com o doutor Camarinha, inclusive tomou café com o doutor Camarinha, fez um circuito de cerca de mil metros dentro do pacote da fisioterapia, à tarde igualmente, mais mil metros. Temos convicção e eu afirmo: o presidente irá a Nova York”, declarou Rêgo Barros.

Questionado, então, se o quadro clínico de Bolsonaro permite afirmar que o presidente irá para a Assembleia Geral, Rêgo Barros respondeu: “Eu afirmo 100% que ele vai a Nova York”.

Como havia dito nesta terça que a avaliação médica seria feita na sexta, o porta-voz foi questionado sobre o porquê de a informação repassada ser diferente.

AVALIAÇÃO – “O doutor Macedo vem na sexta, sim, para dar continuidade à avaliação do presidente. Mas hoje o sentimento a partir da análise da equipe médica do presidente é que não há mais dúvida com relação à confirmação da ida dele a Nova York. A evolução do presidente é muito positiva”, respondeu.

Mas a viagem a Dallas no dia 25 foi cancelada. De acordo com a previsão inicial, informada pela Presidência nesta terça (17), Bolsonaro iria a Dallas (Texas) depois de participar da Assembleia Geral para se reunir com empresários do setor de tecnologia.

Ao conceder entrevista coletiva nesta quarta, Otávio Rêgo Barros afirmou que a viagem foi cancelada, sem dar detalhes. “Houve, de ontem para hoje, a decisão de não irmos ao Texas”, declarou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
As informações se contradizem e o próprio porta-voz Rego Barros parece estar ultrapassando a linha intermediária do gramado, avançando informações sem falar com os médicos especialistas de São Paulo. O pior foi dizer que o presidente “tomou café com o doutor Camarinha”, porque é sabido que Bolsonaro continua em dieta cremosa (caldo ralo) e ainda nem passou para a alimentação pastosa, para só depois entrar na comida sólida, que demonstrará a recuperação completa e o bom funcionamento do intestino. (C.N.)

6 thoughts on “Antes mesmo da avaliação médica, Planalto já confirma a viagem de Bolsonaro à ONU

  1. Pelo andar da carruagem este será o menu de Bolsonaro nos próximos dias:
    Quinta-feira,19:
    Almoço:Feijoada completa.
    Jantar:Buchada de bode.
    Sexta-feira,20:
    Almoço:Cozido.
    Jantar:Bacalhoada à Portuguesa.
    Sábado,21:
    Almoço:Rabada com Polenta.
    Jantar:Sarapatel.
    Domingo,22:
    Almoço:Caruru.
    Jantar:Joelho de Porco com Chucrute
    Segunda,23(durante o vôo):
    Almoço:Vatapá à Baiana.
    Jantar:Xinxin de Galinha.
    Como vimos uma dieta light…

    • Falou muita bobagem, agrediu nações grandes e nossas amigas, agora está com medo da revanche dos representantes delas na ONU. Se lhe voltarem as costas, ou se saírem do plenário durante sua fala, ele estará liquidado.Cá e no mundo.
      Como esse homem nos faz mal, e ainda nem um ano de mandato completou.,

  2. Jornal “CONGRESSO EM FOCO”

    Janaina Paschoal questiona sanidade mental de Bolsonaro antes de deixar grupo de WhatsApp do PSL

    Por Débora Álvares Em 20 maio, 2019 – 20:44 Última Atualização 20 maio, 2019 – 21:03

    Governo Legislativo

    Janaina Paschoal foi a deputada mais votada da historia brasileira, coautora do pedido de impeachment contra Dilma Rousseff.

    Deputada mais votada da história, Janaina Paschoal tem protagonizado desde domingo (19) uma guerra contra o “bolsonarismo” nas redes sociais que culminou com sua saída do grupo de WhatsApp da bancada do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

    “Amigos, vocês estão sendo cegos. Estou saindo do grupo. Vou ver como faço para sair da bancada. Acho que ajudei na eleição, mas preciso pensar no país. Isso tudo é responsabilidade”, disse a deputada estadual paulista antes de deixar o grupo.

    Apesar de dizer que pretende deixar a bancada, a deputada nega que isso seja um movimento de saída do PSL, menos ainda de oposição ao presidente. “Quando deixamos de apoiar alguém, paramos de tentar melhorar esse alguém. É o contrário. Quero que o governo dê certo. Não pretendo sair do PSL. Os partidos também precisam de alguma pluralidade”, afirmou ao Congresso em Foco na noite desta segunda (20).
    18 set, 2019

    “Que se dane se é filho do presidente”, diz Major Olimpio

    18 set, 2019

    A saída brusca foi uma reação a um vídeo que Jair Bolsonaro compartilhou em seu Facebook no qual o pastor Steve Kunda apresenta o presidente como escolhido por Deus.

    Janaina criticou a postagem no grupo de WhatsApp antes de deixá-lo e questionou a sanidade mental de Bolsonaro: “Eu peço que vocês assistam e respondam: ‘O senhor, um presidente da República, na plenitude de suas faculdades mentais, publicaria um vídeo desse?’”.
    A deputada tem demonstrado incômodo sobre a manifestação do dia 26 convocada pelo governo e estimulada por aliados no Congresso nas redes sociais. “Propositalmente, ele [Bolsonaro] está confundindo discussões democráticas com toma-lá-dá-cá”, escreveu Janaina em um dos posts.
    Janaina Paschoal.

    ✔@JanainaDoBrasil • 19 de mai de 2019 Respondendo a @JanainaDoBrasil

    Muitas pessoas bem intencionadas estão me escrevendo, de todos os cantos do país, pedindo áudios e vídeos, convocando para manifestações no próximo dia 26/05.

    Janaina Paschoal

    @JanainaDoBrasil

    Eu não vou gravar áudios, nem vídeos, por uma razão: essas manifestações não têm RACIONALIDADE. O Presidente foi eleito para GOVERNAR nas regras democráticas, nos termos da Constituição Federal. Propositalmente, ele está confundindo discussões democráticas com toma-lá-dá-cá.

    13:17 – 19 de maio de 2019
    Informações e privacidade no Twitter Ads
    3.948 pessoas estão falando sobre isso

    Para ela, não existe um movimento conspiratório contra o presidente, como ele faz crer ao convocar a manifestação. “Quem o está colocando em risco é ele, os filhos dele e alguns assessores que o cercam. Acordem! Dia 26, se as ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá que parar de fazer drama para TRABALHAR! Para ela, “o presidente está gerando o caos”.
    Janaina Paschoal

    @JanainaDoBrasil
    • 19 de mai de 2019
    Respondendo a @JanainaDoBrasil

    Estão causando um terrorismo onde não há! As pessoas estão apavoradas, escrevendo que nosso presidente está correndo risco. Ele não é amado pela esquerda, pelos formadores de opinião? É verdade.
    Janaina Paschoal

    @JanainaDoBrasil
    Mas quem o está colocando em risco é ele, os filhos dele e alguns a

  3. Falou muita bobagem, agrediu nações grandes e nossas amigas, agora está com medo da revanche dos representantes delas na ONU. Se lhe voltarem as costas, ou se saírem do plenário durante sua fala, ele estará liquidado.Cá e no mundo.
    Como esse homem nos faz mal, e ainda nem um ano de mandato completou.,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *