Antes que eu esqueça: deletar comentários impróprios não significa fazer censura

Resultado de imagem para censura na web charges

Charge de Carlos Maestre (Arquivo Google)

Carlos Newton

Devido ao desabafo do editor sobre a baixaria que domina o setor de comentários da Tribuna da Internet, logo se apresentaram os “censurados”, os “injustiçados”, os “perseguidos”, que estão bloqueados mas não podem viver sem participar deste blog. É fácil bloquear qualquer comentarista inconveniente. Basta listá-lo como “spam” (propaganda indevida) que o programa do computador faz o serviço. O editor nem precisa se incomodar. O bloqueio é quase perfeito, raramente escapa um comentário.

Mas a proposta deste blog não é censurar ninguém. Se os comentaristas inconvenientes tivessem o mínimo de respeito à opinião dos demais, jamais seriam bloqueados.

SEGUNDA CHANCE – Em fevereiro, criamos o Indulto de Carnaval e desbloqueamos Virgilio Tamberlini, que é um caso freudiano, ele não vive sem a TI. Assim que foi bloqueado, trocou de computador e passou a assinar “A História se repete” e outro pseudônimos, que até hoje usa, sabe-se lá por quê. Como ele não tem se excedido, frequenta o blog normalmente de manhã, à tarde e à noite.

Há um comentarista anônimo que continua bloqueado. Ele se assina como “Somostodosbolsonaros”, “foraesquerdacomunista”, “Somostodos Bendl” e outros codinomes. Foi bloqueado porque passou a perseguir um outro comentarista, a pretexto de que ele tem uma aposentadoria alta, com bônus e tudo mais. Intervi e critiquei esse tipo de postura invejosa. Sou marxista, mas não condeno quem ganha bem; pelo contrário, quero que todos recebam salários dignos e a desigualdade social diminua. Luto por isso.

Mesmo com o aviso de que deveria parar a perseguição, o comentarista insistiu nessa prática odiosa, por isso ficou bloqueado. Se acha que a aposentadoria dos outros é excessiva, faça uma ação pública e mande a Justiça resolver a questão. É assim que eu procedo quando quero mudar as coisas. Já fiz várias ações públicas, uma delas com o jurista Jorge Béja.

OUTRAS FIGURAS – Há um outro comentarista, chamado Wanderley, que se diverte xingando minha mãe e me chamando de comunista, o que para mim é elogio, música no ar.

Existe mais um, chegado a teorias conspiratórias, que usa o espaço da TI para fazer propaganda de seus blogs favoritos, que não têm leitores e querem pegar carona aqui. Mesmo bloqueado, escreve mais de 20 comentários por dia, que ninguém lê. Não seria muito mais simples parar com isso, ser um comentarista como os outros, sem tentar nos impingir essas teorias conspiratórias da Nova Ordem Mundial dos Illuminatis, a teoria dos números cabalísticos, o complô dos maçons e outras besteiradas?

São somente estes, não há outros comentaristas bloqueado. Se gostam tanto do blog, querem frequentá-lo o tempo todo, não entendo por que não respeitam as regras para conviver conosco, de maneira harmônica. É inexplicável.

SEM MODERAÇÃO – Conforme anunciamos, o blog segue sem moderação. E a partir de agora, vou liberar os três ou quatro “censurados”, para ver se eles se mancaram e estão preparados para viver em sociedade, junto conosco, frequentando esse espaço livre. Com insistam, serão prazerosamente deletados

Por fim, vocês não sabem como é desagradável moderar comentários. Minha filha, que também é jornalista, não entende que eu perca tempo com esse tipo de preocupação. “Deixa rolar”, recomenda ela. É justamente o que estou fazendo. E que cada um segure sua pemba, como se dizia antigamente. Não dou a mínima aos agressores ou às supostas vítimas, porque todos têm culpa no cartório.

44 thoughts on “Antes que eu esqueça: deletar comentários impróprios não significa fazer censura

  1. Virgílio é um caso freudiano é ótimo,sem dúvida o mais bem informado e culto do blog, mas muito perseguido pelos invejosos do blog, a turma do boçal que não aceita diferenças, rsrs.
    Rindo até agora do Wanderley, que coisa hein !
    Gostei seu Carlos, isso sim é democracia e liberdade.

  2. Direito de defesa.
    Acabei de dar uma olhada na TI e vi o meu nome.
    Faz dias que não postô nada e só usei um apelido que foi A História se repete.
    Para mim escrever aqui é pura perda de tempo, a TI virou uma coisinha de grupinho, uma simbiose de onanismo político com catarse de terapia de grupo.
    Estou em lugares de maior audiência.

  3. O Sr. tem toda e absoluta razão. Desde que também modere o tal que ganha o “bônus”, por ele ser muito grosso, estúpido e mal-educado. E isso não é só opinião minha não. É praticamente unânime. Faça uma enquete e verifique. Não entendo com o Sr. um jornalista sério, pode não perceber tal coisa. O sujeito aparece, ofende porque ofende e pronto. O Sr. parece não enxergar isso. Só eu que ofendo? Não entendo! Quando eu falava sobre um tal “bônus” era só para revidar o talzinho que também surgia do nada e dava patadas, coices, agressão gratuita e não dava pra ficar caladinho. Mas só os meus retruques eram deletados e os dele nunca! Não tenho inveja do salário do sujeito não, acredito até ganhar o mesmo nível ou mais até. Imagine! Só entendo que quem tem telhado de vidro que não atire a pedra na casa dos outros. Enfim, o dono do blog é o Sr. e faça o filtro do jeito que lhe aprouver. Não sei se isso vai ser publicado, mas o recado tá dado. Abraço.

  4. Carlos Newton, corretissimo, mesmo que não seja MARXISTA, admiro a postura. Podemos e devemos ser idealistas, mas não radicais. Saudações.

  5. Olá caro Carlos Newton,

    Te confesso que há anos sou leitor de seu blog, mas te confesso que não tenho mais entrado nos comentários, pois muitos comentaristas se excedem nos insultos contra pessoas que tem ideias contrárias.
    Só entrei hoje, porque de fato o tema foi justamente comentário, mas continuarei na mesma que optei (apenas ler os artigos sem entrar nos comentários).

    Forte abraço,

    Vanderson Tavares

  6. O ser humano é uma criação divina maravilhosa, mas é preciso de lembrar que cada um de nós representa apenas ________1_______ dos viventes
    7.200.000.000
    Para que serve a agressao gratuita aos que pensam e agem diferente de nós?

  7. Caro CN
    No meu modo de entender deve haver moderação nos comentários você como administrador tem critérios que definem os princípios que considere adequados para o funcionamento do blog sem regras não há jogo nada a reclamar nada a obstar muito a agradecer pelo excelente espaço de debate e informação quem não compreende isto vai pastar…paciência, isto não pode ser confundido com ringue de luta livre

  8. Eu particularmente sou contra “moderações”. Se é para ser uma tribuna aberta e democrática, que se seja.

    Uns mostrarão o cérebro, outros o coração, outros os intestínos.

    Deletar comentários que não gosta ou não concorda é sim censura pois vai estar usando a própria régua.

  9. Caro Fred;

    Até porque já defendi, no outro post do Carlos Newton sobre o blog, ser legítimo um “cartão vermelho” de vez em quando, e uma chuveirada pros mais abusados esfriarem a cabeça, e considerando que você parece ser um cara que pensa, recomendaria, como forma de fundamentar minha posição, o conceito de “paradoxo da tolerância”, de Popper, já tratado aqui no blog, de passagem.

    A grosso modo diz o seguinte: o limite da tolerância está no momento em que ser tolerante implicaria em condescendência com a própria intolerância, anulando a essa mesma tolerância que se quer preservar, e por cujo princípio queremos nos orientar.

    Não sei se me expressei bem, espero ter me feito entender…

    • Caro Sr. Levi:

      Grato pela gentileza e elegância.

      O Sr. se expressou bem sim. Perfeitamente entendido, porém acho isto um tanto utópico visto que um moderador (e aqui não me refiro apenas ou diretamente ao Sr. Newton) usará sua própria escala de valores pare medir os limítes.

      Na minha modesta opinião, acho bem mais produtivo, elucidativo e didático, que cada um exponha seu conteúdo, seja este o cérebro, o coração ou o intestino pois assim se sabe com quem está lidando.

      Ninguém é tão ignorante que não tenha nada a ensinar assim como ninguem é tão sábio que não tenha nada a aprender. Você mesmo deve criar a sua régua.

      Um forte abraço.

    • Caro Fred;

      “Ninguém é tão ignorante que não tenha nada a ensinar, assim como ninguém é tão sábio que não tenha nada a aprender”.

      Quanto a este ponto estamos de pleno acordo. No geral, acho que compreendo seu ponto de vista, que faz todo sentido e vale uma boa reflexão…

      Saudações.

  10. Eu acho que o blog é da propriedade do CN e ele pode fazer o que bem entender com ele.Inclusive extingui-lo!
    Só duas coisas me deixaram bastante chateados:
    A primeira foi constatar que o número de colaboradores do blog é muito menor do que o número de comentaristas.
    Tem muita ratazana se aproveitando da boa vontade do editor e da paciência da minoria que contribui.
    A segunda foi saber que o editor forneceu os endereços eletrônicos a ele confiados por quem posta, a pessoas que não fizeram bom uso da sua atitude,aliás bastante reprovável.
    Foi a típica idéia de jerico principalmente devido ao caráter duvidoso do destinatário da benesse.
    E a divulgação do uso dessa benesse foi amplamente divulgado e causou estarrecimento amplo, geral e irrestrito.
    Quanto a atitude de “liberar geral” os comentários, suprimindo a moderação, sou inteiramente a favor pois não ligo a mínima para a opinião alheia,principalmente devido ao nível baixíssimo de meus detratores.
    Vida que segue….

    • Caro Darcy;

      Devo ser o cara mais desinformado do blog, porque não tomei conhecimento desse uso “amplamente divulgado” e, por via de conseqüência, não pude compartilhar desse “estarrecime to amplo, geral e irrestrito”.

      Boiei nessa…

    • Darcy.
      Estou estarrecida até hoje, muito sinistro…
      Minha sorte é que acho que não estava aqui nessa época, acho, não tenho certeza.Abs.

  11. Caro Fred;

    Postamos quase juntos as últimas tréplicas, eu postei a minha sem ter lido a sua e só depois pude acessar o link recomendado.

    Veja que coincidência interessante. Um dia me caiu nas mãos um livrinho sobre dinâmica de grupos, (não lembro se tenho ainda), um tema pelo qual me interessava mais por curiosidade. Mas era basicamente um manual, tratava mais de exercícios práticos.

    E agora você me traz essa informação, sobre o “paradoxo de Abilene”, que eu desconhecia, que joga uma luz sobre a questão de como as pessoas interagem no coletivo. A importância da comunicação, o problema do conformismo, do comportamento de manada, e da necessária ruptura com a zona de conforto para superação de uma certa inércia social, a mera reprodução de comportamentos repetitivos, que conduzem a um círculo vicioso e atrasado.

    Muito bom, pretendo me inteirar melhor sobre o tema, valeu mesmo…

  12. Ao Blog Tribuna da Internete dei o nome de “Oásis da Liberdade”. Aqui todos matam a sede de dizer o que pensam, de criticar, de aplaudir, de concordar ou não. Newton é um idealista, educado, tolerante e tem feito o que pode para manter o Blog. Em contrapartida a maioria dos que aqui freqüntam não põe uma prata na conta do Blog para ajudar. Passam mêses diutrnamente ocupando o espaço com bobajadas, queimeras e ódios, mas “cemzinho no fim do mês ou mais ou menos ninguém vê”. Eu concordo com Newton, que é desagradável bloquear um frequentador. Mas eu não daria espaço para os fanáticos e para os “analfabetos políticos como diria Bertolt Brecht”. Eu para me defender uso de crítica e ironia que são pressupostos democráticos. Uso também o “gaderipoluti” lingua só conhecida por pessoas com mais de 80 anos. Era usada entre as alunas dos colégios de freiras em todo norte e nordeste do Brasil desde o princípio do século dezenove até sua metade. Era uma linguagem podemos dizer secreta. Aprendi com minha irmã. Aqui já fui chamado de nazista, de senhor de engenho, de esquizofrênico. Pior que isso: desejaram a minha morte. Eu apenas usei a verdade e minhas armas metafóricas deixando-os tontos e sem saber o que dizer. Desde o momento que escrevo e vai para o Blog está na mão do Newton. Se houver exagero ele tem todo direito de deletar. Eu não direi nada. Tem que ser assim.

    • Nossa , desejar a morte é demais, fora o resto, um absurdo, mas nota-se claramente a diferença da educação do senhor para o abaixo, o Darcy já tinha comentado comigo.

  13. Estranho a conduta de Carlos Newton sobre a autorização que me deu, e a senha para eu entrar na Tribuna da Internet, e solicitar um compromisso maior dos comentaristas no que tange às colaborações pecuniárias anos atrás.

    O e-mail que o mau caráter publicou sem a minha autorização, o crápula Virgílio Tamberlini, simplesmente enaltece o modo como me dirigi ao canalha e a TODOS OS DEMAIS COMENTARISTAS À EPOCA!!!

    Texto limpo, educado, pedindo que a TI permanecesse à nossa disposição, porém deveríamos nos comprometer com alguma quantia fixa!

    EM NENHUM MOMENTO DA MENSAGEM, REPITO, EM NENHUM MOMENTO DO E-MAIL ENVIADO EU PEÇO QUE AS COLABORAÇÕES FOSSEM PARA UMA CONTA DIFERENTE DAS ANUNCIADAS NO BLOG, EM NOME DE CARLOS NEWTON!!!

    Hoje, leio que o mau caráter do Darcy Leite, me agride, publicando dúvidas sobre a minha honestidade neste particular.

    Pois deste pústula espero qualquer atitude por mais condenável mas, de Carlos Newton, JAMAIS!

    O silêncio do Mediador em me isentar de qualquer problema que o safado me acusa, causa-me até espanto, confesso.

    Decididamente estou sendo massacrado na TI sem que eu tenha o devido retorno do quanto colaborei com este espaço democrático, que seria, neste momento, eu ser devidamente inocentado pelo dono do blog sobre o que vem dizendo tanto este porco imundo do Darcy quanto ao mau caráter do seu amigo íntimo, Virgílio!

    Decididamente, no meu entendimento, amizade e lealdade se demonstram nessas condições, quando um amigo é acusado falsamente por elementos que os comentaristas da TI conhecem seus comportamentos e atitudes, a ponto de serem constantemente criticados pelo que publicam de textos inúteis, agressivos, ofensivos, preconceituosos e abjetos!

    Aliás, desde a publicação do e-mail pelo canalha do Virgílio, que me acusava de eu ter criado uma ONG(!!??) E ME APROVEITAR DA TRIBUNA DA INTERNET PARA GANHAR DINHEIRO, o Newton deveria ter vindo a público e esclarecer esta situação.

    Desaponta-me o fato de eu ter de publicar esse comentário pedindo que se manifeste em minha defesa, pois estou sendo calorosamente injustiçado.

    VOU MAIS LONGE:
    QUE QUALQUER COMENTARISTA DA TI, TANTO DE AGORA QUANTO DE TRÊS/QUATRO ANOS ATRÁS, IMPLORO QUE DIGA PUBLICAMENTE SE ME ENVIARAM QUALQUER COLABORAÇÃO PECUNIÁRIA EM NOME DO BLOG OU DE CARLOS NEWTON!!!!

    Por favor, peço encarecidamente que venham a público e me acusem se me enviaram qualquer quantia em meu nome, evidentemente com o recibo anexo, onde constará a agência, o banco e o destinatário!!!

    Caso contrário – e esperarei dois dias -, publicarei diariamente na TI – e serão somente essas palavras -, que Darcy Leite e Virgílio Tamberlini, além de mentirosos e canalhas, são dois indivíduos MENTIROSOS PROFISSIONAIS!!!!!!!

    O desafio está lançado.
    Se, depois, os comentaristas quiserem dividir este espaço com elementos desta natureza, maus elementos e perniciosos, lamento, mas acho que deveriam se afastar!!!!

    Aguardo que o Newton diga algumas palavras em minha defesa mesmo assim, pois acredito que o mínimo que deva dizer em minha defesa se faz necessário.

  14. Mais uma vez não sabes o que estás dizendo, pois és também como teus amigos, mau caráter!

    Continua o festival de acusações SEM PROVAS!!!

    Pois quero que os comentaristas se manifestem a respeito do comentário do canalha do Darcy, após a publicação do porco imundo do teu amigo íntimo, o mentiroso profissional, Virgílio, mediante o repto que deixei para todos:
    que confirmem ou não, se me enviaram qualquer tostão em nome da TI!!!!

    Nenhuma pessoa neste mundo ou no outro vai me acusar de algo que não fiz!

    E aguardo que o Newton também diga algo a respeito.

  15. Legal. Gosto da maioria de seus comentários, porém em alguns discordo. Acho que todos devem ter direito a opinar, mas com respeito. Discordar é uma virtude, xingar é uma fraqueza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *