Ao atacar a Lava Jato, Bolsonaro entra em rota de choque contra Sérgio Moro

Resultado de imagem para bolsonaro e moro

Bolsonaro fala demais e pode perder o apoio e a amizade de Moro

Merval Pereira
O Globo

A disputa ideológica que transforma em um fla-flu o exercício da política provoca contradições inevitáveis, já que as reações nada têm de lógicas, são emocionais e imediatistas. De defensor incondicional da Lava-Jato, a partir da investigação envolvendo seu filho Flavio, suspeito de desviar dinheiro dos funcionários de seu gabinete em benefício próprio, Bolsonaro entrou em choque branco com o ministro Sérgio Moro devido a críticas do presidente do Coaf à proibição de investigação sem autorização judicial. Pedido da defesa de Flavio que foi acolhido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Já o choque com o procurador Deltan Dallagnol, que usou o twitter para elogiar as investigações sobre Queiroz, o assessor de Flavio acusado de ser seu operador, foi frontal. O perfil oficial de Bolsonaro no Facebook compartilhou um post chamando o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato de “esquerdista estilo PSOL”.

MALUQUICES – Ora, como é possível um procurador ser chamado de “esquerdista” por um lado, e acusado pelo outro de algoz do ex-presidente Lula?

Outra contradição: inimigo das ONGs internacionais que atuam na Amazônia, que acusa de estarem a serviço dos interesses de outros países, o presidente Bolsonaro tem planos de abrir a mineração em reservas indígenas a empresas dos Estados Unidos. Disse que essa será uma das principais missões de seu filho Eduardo se assumir a embaixada em Washington, o que parece favas contadas.

Trata-se, então, de uma preferência pessoal? Empresas norte-americanas podem explorar as terras indígenas, europeias não?

E O MERCOSUL? – Bolsonaro assume posição tão radicalmente favorável ao presidente argentino Mauricio Macri, e contrária a Cristina Kirchner, que vai provocar um prejuízo grande para o Brasil, entrando numa disputa com nosso mais importante vizinho politicamente, e parceiro comercial fundamental.

A tendência é a eleição da chapa de Kirchner, e a imagem de Bolsonaro não ajuda, nem melhora a posição de Macri, que não é um radical de direita como o presidente brasileiro. Os eleitorados são diferentes. Bolsonaro afirmou que não quer ‘irmãos argentinos’ fugindo para o Brasil se o resultado se confirmar em outubro.

Mais uma vez Bolsonaro coloca suas preferências pessoais acima dos interesses do Estado brasileiro Há assessores recomendando cautela a partir de agora, porque tudo indica que em outubro a vitória será de Cristina Kirchner. Outros, mais afinados com Bolsonaro, sugerem até a saída do Mercosul.

COPROMANCIA – O presidente Bolsonaro voltou a falar em excrementos. Primeiro, respondendo a uma pergunta que o incomodou, sobre como conciliar meio ambiente com desenvolvimento, retrucou: “É só você deixar de comer menos um pouquinho […] Você fala para mim em poluição ambiental. É só você fazer cocô dia sim, dia não, que melhora bastante a nossa vida também.”

Ontem, voltou ao tema, sempre ligado ao meio-ambiente: “Há anos um terminal de contêiner no Paraná, se não me engano, não sai do papel porque precisa agora também de um laudo ambiental da Funai. O cara vai lá, se encontrar – já que está na moda– um cocozinho petrificado de um índio, já era. Não pode fazer mais nada ali. Tem que acabar com isso no Brasil.”

PERGUNTA IDIOTA – Comentando sua primeira resposta, com a sugestão de alternar os dias de fazer cocô, disse que foi resposta a uma “pergunta idiota de um jornalista”. “Respondi que é só você cagar menos que com certeza a questão ambiental vai ser resolvida.” A fala indecorosa do presidente da República, que revela outra de suas obsessões, encontra eco no livro de Rubem Fonseca “Secreções, Excreções e desatinos”, sem a qualidade literária.

No conto intitulado “Cropomancia”, o narrador, que advinha o futuro analisando as próprias fezes, comenta a certa altura: “Por que Deus, o criador de tudo o que existe no Universo, ao dar existência ao ser humano, ao tirá-lo do Nada, destinou-o a defecar? Teria Deus, ao atribuir-nos essa irrevogável função de transformar em merda tudo o que comemos, revelado sua incapacidade de criar um ser perfeito? Ou sua vontade era essa, fazer-nos assim toscos? Ergo, a merda?”.

28 thoughts on “Ao atacar a Lava Jato, Bolsonaro entra em rota de choque contra Sérgio Moro

  1. O paradoxo brasileiro, todo o mundo quer comer mas ninguém quer que se plante. Vão comer o quê? Virou moda, todo o mundo quer agricultura familiar mas quase todos desconhecem a diferença de um pé de feijão para um de arroz. Seria lindo ver São Paulo, capital, com os apartamentos cheios de pés de abóbora, ameixa, melancia e mais um de papaia. E, na área de serviço uma vaquinha de 300 quilos pra dar o leite das crianças. E, talvez, um bode na sala. A agricultura é a única coisa que ainda funciona deste país, e todo o mundo é contra, só que ninguém apresenta qualquer solução.

    • Há controvérsia. NÃO ERRE DE NOVO. Na política do Brasil o Novo de Verdade é a RPL-PNBC-DD-ME,a Revolução Redentora, da política, do país e da população. O que eu tenho a dizer sobre tudo isso aí, é que, na Política, enquanto carro-chefe fundamental e inevitável do conjunto da sociedade, eu, ainda que sem nenhum holofote da mídia luso-tupiniquim-agregados, represento a Terceira Via de Verdade, que se expressa pela RPL-PNBC-DD-ME, que perfaz o conjunto da obra inovadora da política e do estado brasileiros, ou seja, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, que há mais 20 anos perfaz o contraponto há tudo isso que ai está há 129 anos, com prazo de validade vencido há muito tempo, que se expressa e se representa pelas primeira e segunda vias do sistema político apodrecido,tais sejam o golpismo ditatorial, e o partidarismo,manipulados e manivelados por seus tentáculos velhacos,pela direita, pela esquerda e pelo centro,que perfazem a plutocracia putrefata,com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia fantasiada de democracia só para continuar enganando a incauta freguesia. E só continuo teimando com o discurso do Novo de Verdade, por Democracia Direta com Meritocracia Eleitoral, nas redes sociais, como faço há cerca de 20 anos, porque encontrei ecos entre pessoas que, espiritualmente, suponho lúcidas, conscientes e evoluídas de todos os segmentos sociais que (ao contrário do que dizem ao Bolsonaro, à Magda e à Ofélia, e aos seus), me pedem para eu não parar de discursar no sentido da evolução, do Novo de Verdade, porque esse discurso está conseguindo tocá-las, inspirá-las e motivá-las a lutar por uma nação de fato melhor para todos. https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/08/14/deltan-rejeitou-receber-premio-ao-lado-de-bolsonaro-e-radicais-de-direita.htm

  2. Muito bom e verdadeiro o texto do Merval Pereira.
    Não me preocupa quem escreveu, preocupa-me o conteúdo que escreveu. Se verdadeiro, ou não.
    A matéria é mais importante que tudo.

  3. Moro e Bolsonaro já eram. Um já cumpriu sua tarefa e não deu conta de ficar em stand-by até ser premiado. O outro se mostrou inapto para o exercício do Poder, logo pode e já está sendo confinado junto com os seus demônios na Gaiola Dourada de seus Pesadelos.
    Será um milagre se conseguir terminar seu mandato sem graves sequelas psicológicas.
    Hoje o único personagem relevante para o Sistema no Poder é o senhor paulo guedes, o imexível.
    Este hoje tem a missão de destruir o Estado Brasileiro como o conhecemos.
    Voltaremos a 1889.

  4. Tenho abordado o tema, há muito tempo, observando a espécie humana enquanto possível mini usina de fezes e urinas, que não obstante poluente pode ser benigna ao Planeta, dependendo do grau de consciência, que vem a calhar face ao tema sob comentários. Penso que aos olhos de Deus, que nos fez mini usinas de fezes e urinas, que já se multiplicaram em cerca de 10 bilhões no mundo todo, racionais, diferentes dos demais animais, talvez para nos coibir o defeito da arrogância, e realçar a virtude da humildade, até porque, na hora de evacuar ou mijar, para frente ou para trás, somos todos iguais, com os mesmos problemas e imperfeições, tenhamos condições de ajudá-lo a cuidar melhor este imenso paraíso, Dele, nos emprestado de graça, no qual entramos sem ser convidados e saímos antes que ele termine, na condição de simples servidores, missionários, a serviços de propósitos infinitamente superiores ainda muito além da nossa pobre cognição, face aos mistérios ainda a serem desvendados. E nessa linha, o melhor que temos a fazer, a nosso ver, pelo as pessoas com grau de consciência mais desenvolvido, é envidarem esforços conjuntamente no sentido de melhorar a nossa convivência no Planeta Vida, no qual sobreviver ainda é possível, para que possamos continuar passando o bastão em boas condições para as próximas gerações para que nessas condições continuemos nessa Corrida Maluca, consciente de que servir humildemente e de boa-fé é preciso, às causas da evolução benéfica, e que não podemos destruir o Planeta que nos propicia pelo menos sobreviver, no qual viver, existir, e conviver satisfatoriamente, depende apenas da nossa própria qualificação enquanto seres humanos, sob os olhares do Grande Criador do Planeta Vida, seja Ele que Deus for, inclusive o Deus do Acaso.

  5. Por covardia ou não, no segundo turno não votei em nenhum dos candidatos, embora torça com convicção para que tudo dê certo.
    Esse senhor, que ocupa a presidência neste momento, deve ser um grande articulador político, ou é um imbecil completo!

    A continuar neste ritmo, a pseudo esquerda, voltará ao poder rapidamente.
    Como se diz popularmente, tamo lascado…..

  6. Os Generais vão ter que enquadrar este capitão de merda que não sabe ficar calado. Realmente, ele não tem nenhum preparo para estar na presidência. Vão ter que tirar este louco da presidência.

  7. Antes que eu receba merecidas críticas pela postagem acima, saliento que eu a recebi por ocasião do célebre discurso de Toffoli.
    Assim como declarações de Mendes, Marco Aurélio, Moraes e Lewandowski.

  8. “No conto intitulado “Cropomancia”, o narrador, que advinha o futuro analisando as próprias fezes, comenta a certa altura: “Por que Deus, o criador de tudo o que existe no Universo, ao dar existência ao ser humano, ao tirá-lo do Nada, destinou-o a defecar? Teria Deus, ao atribuir-nos essa irrevogável função de transformar em merda tudo o que comemos, revelado sua incapacidade de criar um ser perfeito? Ou sua vontade era essa, fazer-nos assim toscos? Ergo, a merda?”.” Será que um animal que nasce entre fezes e urinas, tem condições de ir mais longe do que isso ?

  9. Ao adotar esse rumo, Bolsonaro ficará mal como a parcela da população que o elegeu, emuito bem com a “zelite” corrupta que sempre torceu o nariz para ele e à qual ele deseja visivelmente se integrar. Ninguém duvide que a “zelite” fará as pazes com ele, e até arrefecerão os rumores sobre seu impeachment, e ameaças de processos. Ressalvada, é claro, a patota petista que chama todo governo que não é da seita de ilegítimo e golpista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *