Ao imitar o inconformismo de Trump antes da hora, Bolsonaro adota tática de milicianos

Jair Bolsonaro participa de protesto contra STF e CPI da Covid em Brasília Foto: UESLEI MARCELINO / REUTERS

Bolsonaro no protesto contra Supremo e Congresso

Vicente Nunes
Correio Braziliense

Quem acompanhou os discursos do presidente Jair Bolsonaro nos últimos dias, sobretudo os proferidos depois da divulgação da pesquisa Datafolha mostrando vitória do ex-presidente Lula nas eleições de 2022, está certo de que ele continua se espelhando em Donald Trump para tentar criar fatos e confundir a população.

”Se tiraram da cadeia o maior canalha da história do Brasil, se para esse canalha for dado o direito de concorrer, o que me parece é que, se não tivermos o voto auditável, esse canalha, pela fraude, ganha as eleições do ano que vem”, disse Bolsonaro, neste sábado (15/05) a ruralistas convocados por ele a se manifestarem em Brasília, aproveitando o Dia do Gaúcho.

Ao atacar Lula, dizendo que, se o ex-presidente vencer a disputa eleitoral, é porque o pleito foi roubado, Bolsonaro busca incutir nos seus seguidores a mesma mensagem de Trump quando ficou claro que ele seria derrotado por Joe Biden.

RADICALIZAÇÃO – E o presidente está certo de que esses apoiadores estão pouco se lixando para os seus erros, pois se identificam com o que de pior ele representa, que é a radicalização política.

“O maior poder não é o Judiciário, Legislativo, Executivo. O maior poder são vocês. O momento estava duro. Não desafiamos ninguém. Não queremos o confronto com ninguém, mas não ousem confrontar ou roubar a liberdade do nosso povo”, diz, repetidamente, Bolsonaro.

Por trás da falsa imagem de possível injustiçado, há um Bolsonaro desesperado. Ele está morrendo de medo da CPI da Covid, especialmente com a situação do general Eduardo Pazuello, que recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para o ex-ministro ficar calado. Mais: o tom raivoso do presidente trai o seu pânico pelo risco da derrota.

ESTILO MILICIANO – Que fique claro: todo o discurso de Bolsonaro remete à malandragem de milicianos, da intimidação, não à malandragem da política com P maiúsculo. E se beneficia do fato de o pior da sociedade brasileira, extremamente conservadora e preconceituosa, que estava enrustida até 2018, ter se sentido fortalecida para mostrar a cara.

Essa parcela da população sempre existiu, só tinha vergonha de se expor. Está em toda parte, na nossa família, nas nossas amizades, na nossa vizinhança.

Bolsonaro, por um destino infeliz do Brasil, libertou esse povo. Como diz um integrante do Palácio do Planalto, “ele é adorado pelo que representa, não pelo governo que faz. Pode errar a vontade”.

10 thoughts on “Ao imitar o inconformismo de Trump antes da hora, Bolsonaro adota tática de milicianos

  1. Lula não é inocente e vcs sabem disso, com sua quadrilha arrebentou com tudo onde alcançou seus tentáculos e vc parecem adoradores de ladrões. Não quer dizer que Biruliro seja santo , em politica isso não existe .

    Mas mesmo com manifestações espontânea de apoio a ele, vcs da imprensa preta , insistem em dizer que o larápio de 9 dedos lidera a corrida eleitoral ?

    Se lula sair a rua sem pão com mortadela não junta duas kombis de apoiadores !

  2. Bolsonaro não é o melhor, mas está concluindo as obras de outros governos, abandonadas e muitas dessas superfaturadas .

    Com dinheiro economizado que enchia os cofres da imprensa mais que marrom , que hoje trabalha para tentar derrubar o imbroxxavel; só isso pra mim é ser melhor que todos anteriores .

    E em plena pandemia não parou de inaugurar pontes , ferrovias , transposição de águas etc.

    Bolsonaro 2022 ou outro melhor , o ex corrupto nunca mais !!

  3. O Brasil já passou por várias Repúblicas: República da Espada (exercida pelos marechais), República Café com Leite (da dobradinha entre políticos mineiros e paulstas) etc.
    Agora estamos na vigência da República dos Canalhas. Esta que é enfatizada, a todo momento, quando o seu Patrono e Canalha Maior abre a sua cloaca e encontrar um jornalista inescrupuloso para reverberar o bafo fétido.

  4. ((Atrás de Lula no Datafolha, Bolsonaro diz que petista só ganha eleição se fraudar em 2022)). Artigo publicado neste Blog!

    Esse “SE FRAUDAR”, proferido por Bolsonaro, parece reforçar a sua insistência pelo voto impresso, cuja desaprovação pode pretextar, por parte do atual presidente, uma recusa de deixar a “Casa Branca
    “, imitando o seu alter ego Trump, em caso de derrota!

    • Felipe Quintas (via Facebook)

      O “supercomputador” comprado no ano passado pelo TSE para a contagem dos votos é da Oracle [1], empresa notoriamente ligada à CIA e ao NSA [2].

      A questão principal não é urna auditável ou não-auditável, voto impresso ou não-impresso, mas o controle das agências de inteligência e vigilância dos EUA sobre as eleições daqui, o que torna impossível qualquer “auditoria”.

      Entendem o motivo de tanta bajulação de Lula e Ciro ao Biden? E como a tramóia TSE-CIA certamente não começou em 2020, também dá para entender muito bem a subserviência de Bolsonaro a Trump.

      https://www.facebook.com/felipe.quintas.1/posts/1585731271624121

  5. A imprensa de outrora, que perdeu muita verba federal, com seu corporativismo, defende até o Satanás, desistam, o maior corrupto da História da humanidade, jamais será eleito presidente na próxima eleição, vai morrer mentindo e jurando inocência, o mitômano psicopata.Esperneia imprensa, vão atrás de pesquisa da foice!”pior da sociedade brasileira”, querem o quê?Bandidolatria, defesa da boiolagem, das lésbicas, dos travecos que exigem a alcunha de mulher trans(tem vagina, clitóris, útero, trompas e ovários? Não é e jamais será mulher, fim de papo, sabe-se seu pensamento e sentimentos), drogas, ataques a religião, a família tradicional, traficante é coitadinho, Jacarezinho é chacina, a lei diz que devem prender meliante fortemente armado, como é possível morrer só um polícia e tombar 27, é desproporcional…essa cantilena já era, a maioria da população não aguenta mais, acabou para vocês!

  6. Bom dia , leitores (as):

    Senhores Carlos Newton , J.Béja e Marcelo Copelli , esses questionamentos e contestações ao sistema eleitoral atual pelo Presidente Jair Messias Bolsonaro e seus comparsas , embora tenham se beneficiados dele , é tão somente de ” MÁ-FÉ ” , e agora do nada o estão demonizando , e visa ocultar um mal maior ” TRAMAR E CONSPIRAR ” contra o Brasil e seu povo .

  7. O mal que nos aflige é este, termos um ladrão conhecido querendo voltar ao Poder, e aí ressuscitar a corrupção. E um maluco despreparado no Poder tentando continuar nele. Pior do que tudo isto é que até agora não apareceu nenhuma candidatura viável para nos livrar destes dois canalhas.

Deixe um comentário para Paulo III Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *