Ao pedir paciência com Dilma, Lula reconhece que governo vai mal

Lula diz que é bom de briga e desafia a oposição

Pedro do Coutto

Nas comemorações pela passagem de 1º de maio em São Paulo o ex-presidente Lula, dirigindo-se à CUT, pediu aos trabalhadores paciência para com Dilma Rousseff, como revela a reportagem de Juliana Grangeia e Ronaldo Dercole, publicada na edição de ontem de O Globo. Analisando-se o episódio sob o inevitável ângulo político, ficou flagrante o reconhecimento de dois aspectos: primeiro, o reflexo negativo da ausência da presidente da República na passagem da data; segundo, a presença do Lula na comemoração, deixando claro mais uma vez que retomou o primeiro plano da vida nacional e será candidato a sucessão presidencial de 2018, na condição “de salvador da Pátria”. Ora, só se salva o que está mal, pois o salvamento só faz sentido em tal condição. Não se salva o que vai bem.

Juliana Grandeia e Ronaldo Dercole destacaram pontos essenciais da fala de Lula. Disse ele: “Na hora em que ela está com dificuldade, em vez de só criticar, é melhor a gente dar a mão e dizer, companheira você é nossa.” Lula anunciou ainda que voltará a percorrer o Brasil defendendo o governo Dilma Rousseff.

Com isso ele deixou claro mais uma vez que o governo não vai bem, porque logicamente, só se defende quem está envolvido em problemas.

AJUSTE DESAJUSTADO

Os problemas são muitos, a começar pelas controvérsias em torno da aprovação do ajuste fiscal, contra o qual se volta o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, ao anunciar que no dia da votação abrirá as galerias da Casa aos que desejarem se manifestar.

Como se sabe que tanto a CUT quanto a Força Sindical são contrárias à matéria, fica flagrante o desejo de Cunha derrubar as medidas provisórias 664 e 665 enviadas pela presidente da República. Nesta hipótese, será a crise ampliada, porque envolve a iniciativa formulada pelo Ministro Joaquim Levy e o desfecho político do episódio.

Como poderá ser resolvida a contradição? Talvez com posicionamento de Lula, mas neste caso é bom lembrar que seria como se Dilma Rousseff dividisse o poder com ele. De qualquer forma, ela sairia enfraquecida no processo.

FORA DO PALANQUE

A insatisfação no país vem se agravando e as reações se fazem sentir através de críticas cada vez mais intensas, tanto assim que, presente nas comemorações de 1ª de maio, o ministro do Trabalho Manoel Dias retirou-se do palanque em São Paulo, ao ouvir afirmações contrárias ao governo por parte de representantes sindicais.

Este ponto, também assinalado na reportagem de O Globo, deixa bem claro o aprofundamento do impasse que envolve o poder Executivo. Um impasse nacional, agravado pelo comportamento do governador do Paraná Beto Richa, que é do PSDB, no caso das reivindicações dos professores estaduais, quando a repressão extremamente violenta ultrapassou os limites de apenas uma ação para garantir a segurança pública.

Ao contrário, os agentes da segurança transformaram-se em instrumentos da insegurança, com reflexos em todos os meios de comunicação. Até cães foram movimentados contra os professores que reclamavam a respeito de cortes propostos pelo governador em direitos sociais consolidados.

REPERCUSSÃO

A repercussão negativa foi tão grande que obrigou o ministro da Educação, Renato Janine, a se oferecer como mediador do conflito que culminou com o governo estadual sentindo-se obrigado a suspender as comemorações de 1º de maio por temer a oportunidade para novas manifestações. O ministro Renato Janine, que é professor da USP, evidentemente sentiu-se atingido pela absurda repressão contra uma classe à qual pertence.

Mas a reação negativa não partiu só dos professores, mas de todos os que trabalham e vivem do recebimento de salários, cujo poder de compra diminui a cada dia com o acréscimo sempre de novos impulsos inflacionários. Até porque os impulsos inflacionários antecedem a sua reposição nos vencimentos mensais, que assim somente podem ser repostos meses depois de ocorridos os aumentos de preço. Como se sabe, esses aumentos não cessam e dia a dia se tornam mais constantes, seja de forma direta ou de maneira indireta.

Esse é o quadro básico das dificuldades que cercam o governo Dilma Rousseff, dos quais a presidente não está conseguindo equacionar e, muito menos deles se livrar. Por esta razão é que o ex-presidente Lula pediu paciência para com ela, porém, é bom frisar, ele se dirigiu especialmente à CUT e não a toda a população brasileira.

Lula, claro, espera retornar ao Planalto em 2018, mas sabe que para isso, dependerá em parte do desempenho de sua sucessora. Por este motivo sua frase ao pedir paciência para com Dilma se reveste de um sentido duplo: de um lado, a paciência; de outro, um apelo à esperança. Como quem diz, deixem comigo, o que ela não resolver, eu resolverei. Só que há uma distância de três três anos e meio entre uma coisa e outra. É muito tempo para que o país possa enfrentar uma crise, cuja solução, na visão de Lula, pode depender de tanto tempo.

22 thoughts on “Ao pedir paciência com Dilma, Lula reconhece que governo vai mal

  1. Não vai demorar muito e o presidente do congresso nacional, vai ter que declarar a VACÂNCIA do cargo de
    presidente da república, haja visto o fato de madame não mais governar e o pais estar se tornando um caos.
    Ela foi para o RS visitar o ex marido, a filha e o neto. Tudo bem, eu também visito os meus de vez em quando,
    mas só com uma diferença. Pago do meu bolso estas viagens. E ela também paga com dinheiro próprio ou somos nós, os eternos otários a cobrir a conta? O pais se desmanchando e ela passeando? E o molusco ainda pede paciência? Não vê ele, que é o responsável ou irresponsável por esta situação criada no pais, por sua
    arrogância ao indicar uma pessoa tão despreparada para o exercício da presidência?
    Espero que este pesadelo chamado PT, não continue por muito tempo, que o povo brasileiro, adquira de uma vez por todas, o respeito com o pais e pare de eleger nulidades, a título de gracejo, como se a política
    fosse uma brincadeira inocente. Juízo gente.

  2. O que escreverá o professor Fernando Henrique Cardoso, sempre deitando falação sobre tudo nos jornalões diários, em relação a violenta repressão aos professores no Paraná, pela polícia covarde do governador Beto Richa? Afinal, o governador foi eleito pelo PSDB. E ainda, o senador Aécio também continuará com o silêncio tumular acerca do episódio? Definitivamente, o país vai lentamente se transformando em um deserto de homens e ideias, quando as polícias começam a espancar aqueles que vão ensinar nossos filhos a ser alguém na vida.

    Será que essas agressões serão rotineiras em uma eventual vitória dos tucanos na próxima eleição presidencial? Se fora do poder central agem dessa maneira, o que dirá mandando em tudo.

    Aécio perdeu em Minas Gerais, e essa derrota foi crucial no computo geral da eleição presidencial vencida pela atual presidente. Em visita a Juiz de Fora, ao perguntar ao taxista que me levaria ao hotel, sobre o candidato senador, ele respondeu que no tucano ele não votaria, pois teria reprimido também os professores de Minas que lutavam por melhores salários, que aliás são aviltados no Brasil inteiro, de norte a sul.

    Aqui no nosso Rio de Janeiro, o ex governador caiu em desgraça, pela violência contra os bombeiros e contra os professores.

    Enquanto continuar a repressão violenta contra os professores jamais seremos uma Pátria Educadora. Em síntese, a violência é inadmissível sobre qualquer hipótese, sob pena de retrocedermos a época dos bárbaros, como fazem no Oriente Médio o Estado Islâmico.

    • Prezado Roberto Nascimento:
      Pesquise nas redes sociais: vídeos, artigos, comentários etc…
      Eu li isto a pouco em um blog:
      REPRESENTANTES DE POLICIAIS APRESENTAM PROVAS DE QUE OS BLACK BLOCS FORAM PAGOS PARA SE INFILTRAR NO PROTESTO DOS PROFESSORES NO PARANÁ.

      PS. Não quero defender o governador Beto Richa, mas, parece-me que a verdade sobre a selvageria no Paraná está sendo revelada.

      Grande abraço.

      • Prezado Cézar:

        Saudações a você do Ceará e ao meu amigo também cearense, o poeta Rubênio Marcelo, secretário da Academia Sul Matogrossense de Letras.

        César, li diversas reportagens indicando que não havia os manifestantes de preto no Paraná. Os professores não deixariam que vândalos colocassem em risco a reinvindicação salarial da categoria.

        É preciso deixar claro, que a violência, tanto dos policiais, quanto dos blacks atentam contra a democracia. Ocorre, que as forças policiais usam cassetetes, spray de pimenta e balas de borracha contra os manifestantes. Uma violência não justifica a outra, se realmente ficar provado que os black agiram para tumultuar a luta dos professores devem ser identificados e punidos com o rigor da lei.

        Além do mais Cesar, o governador e sua polícia armada são pagos por nós contribuintes para nos proteger de qualquer violência que se apresente no seio da sociedade. Isso vale para todos os governadores.

        Um grande abraço e obrigado por ter comentado.

  3. O tempo deste cara já passou, até agora não sei porque a oposição não desmascara este falastrão. Diversos motivos existem para dar um fim neste delinquente motivos para isto existem vários, em especial sua interferência no BNDES com seus empréstimos fajutos para os países latino americanos e africanos.

  4. O saco tá cheio, nossos bolsos estouraram, fomos assaltados, e ainda somos, e só deixaremos de ser quando os “afilhados infringentes” colocarem na cadeia seus “pais criminosos explicitos” ,e nós formos para as ruas com fé e determinação para por toda canalha na rua, toda, queiram ou não queiram os “infringentes” !!!!

    • E se preparem o Des-governador gerardo pinockê já avisou lá do seu Palacio Franco-Tucano Suiço situado na Avenue Foch em Paris, que prepara um aumento nas contas de águas algo em torno de 32%…..
      A conferir..

        • O renato lima sumiu e surgiu o mais novo MAV do pedaço o “armando”. É enquanto falta água em São Paulo. Os nordestinos estão nadando nas águas do canal do Rio São Francisco. O nordeste esta todo verdim co as águas deste canal.

          • armando, esqueci de escrever no meu comentário acima. Com este grande fluxo de água o nordeste brasileiro será a nova fronteira agrícola do Brasil, superando a região sul e centro oeste na produção de grãos (soja, milho e feijão). Se você observar imagens de satélite (LANDAST) poderá ver o milagre das água do canal do rio São Francisco. Os israelenses que são especialista em recuperar e produzir em áreas desérticas, estão admirados como que as águas deste canal estão fazendo no Nordeste brasileiro.

  5. Esses “petralhas internéticos” não conhecem e nem sabe onde fica o Rio São Francisco. Aqui no Nordeste há racionamento em mais de 90% dos Municípios, inclusive os banhados pelo Rio São Francisco. As Obras estão paradas fazem mais de 1 ano, fome, desemprego, estruturas construídas e pagas com dinheiro público se quebrando, deteriorando tudo, gerando insegurança na vida dos cidadãos. O que existe em Petrolina é a riqueza gerada onde o governo não meteu a mão, nas áreas irrigadas e privadas, que tanto a canalha terrorista do MST quer meter a mão para destruir como ordena o “capo de agreste” . Estamos vivendo a pior sêca da história e com nossos rios sofrendo a intervenção criminosa das obras petralhas inacabadas e assaltadas do PAC !!! O Brasil tende a piorar, ou vamos às ruas derrubar essa canalha corrupta ou viraremos uma “VENEZUECUBA”, mistura piorada da Venezuela com Cuba !!!!

  6. O PT está mais perdido que o Lula numa biblioteca, atiram para todos os lados… Pisos salariais (miseráveis) dos professores da Rede Estadual: SE = 1.187,00 …. BA …. = 1.385,00 ….AC …. = 1.290,00 …. SP = 1.894,00 …. PR 1.699,00… E só tem greves em estados governados pela oposição? Os pelegos parasitas do imposto sindical inventaram a ‘meia fome’ ???

  7. Esse cara deve está surtando.
    Diz que vai percorrer o país para bla, bla, bla , só se for em carro blindado. .
    Cara pálida acorde.

    NA ATUAL CONJUNTURA, VC NÃO DA UM PASSO NESSE PAÍS, SE NÃO ESTIVER CERCADO PELOS SEUS PICARETAS JUNIORES.

    Agora, temos que ser realistas, a política muda tão rápido como as nuvens.

    Essa figura, aposta na falta de memória dos brasileiros.

  8. FRANCAMENTE o ex-presidente Lula não anda atuando bem! Como aliado do governo, ele não devia ficar escancarando palpites do jeito que costuma fazer, isto parece mais atitude de quem busca se autoafirmar como padrinho da presidente Dilma Rousseff. A pecha de poste da atual presidente felizmente foi ficando pra trás, desde a metade do mandato anterior, em especial com sua reeleição desacreditada dentro do próprio PT e desafiada pelas cúpulas dirigentes do Congresso Nacional.

    Quando a presidente Dilma designou seu vice Michel Temer para a articulação política do governo de imediato pediram que o ex-presidente cooperasse nas discussões sobre reforma política, que correm no Congresso. Ele devia se restringir a isto, até segunda chamada, mas ao contrário faz de conta que não entendeu o recado. Ou alguém acha que essa verborragia toda, adentrando em questões como se continuasse com o domínio dos fatos, tem o aval do Planalto? Não creiam.

    Em tempo: Compartilhei isto comentando o áudio da fala de Lula, não pela fonte nem como reforço ao chamado fake ‘Partido Anti-PT’, golpista por natureza. Diferenças devem ser expostas sem golpismos ou meias verdades.. https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1611742175708714&set=t.100006188403089&type=1&theater

  9. Onde está a honestidade?

    Denúncias

    Em São Paulo, nesta sexta-feira, 01/05/2015, o ex-presidente Lula disse que a elite tem um “medo inexplicável” de que ele volte à Presidência. Em discurso no ato do 1º de Maio da CUT, Lula criticou as revistas semanais e disse estar pronto para a “briga” na defesa de Dilma:

    — Aí vem essas revistas que são um lixo. Não valem nada. Peguem todos os jornalistas da “Veja” e da “Época” e enfiem um dentro do outro que não dá 10% da minha honestidade.

    A senadora Marta Suplicy oficializou sua saída do PT na última terça-feira. A carta de desfiliação começa com a denúncia de que o PT se tornou “protagonista de um dos maiores escândalos de corrupção que a nação brasileira já experimentou”.

    Dias antes, o presidente do PDT, Carlos Lupi, que foi ministro do Trabalho da presidente Dilma Rousseff, disse que o PT “exagerou no roubo”. À parte a impressão que fica, de que roubar pode, só não pode exagerar, nem Marta nem Lupi estão sozinhos.

    http://gilvanmelo.blogspot.com.br/

    Enquanto Lupi dá a impressão de que roubar pode, só não podendo exagerar; Lula, aparentemente, parte para cima agindo dissimulada e calculadamente.

    Mas o ex-presidente não dá ponta sem nó. Numa tirada que impressiona por suposta agressividade há todo um convite à cooptação dos jornalistas supostamente atacados. Se eles admitirem que Lula seja 1000% honesto poderão receber o selo de honestidade 100% no padrão estabelecido. Vão encarar?

    Noel Rosa – Onde está a honestidade? (1933)

    Você tem palacete reluzente
    Tem jóias e criados à vontade
    Sem ter nenhuma herança nem parente
    Só anda de automóvel na cidade

    E o povo já pergunta com maldade:
    Onde está a honestidade?
    Onde está a honestidade?

    O seu dinheiro nasce de repente
    E embora não se saiba se é verdade
    Você acha nas ruas diariamente
    Anéis, dinheiro e até felicidade

    Vassoura nos salões da sociedade
    Que varre o que encontrar em sua frente
    Promove festivais de caridade
    Em nome de qualquer defunto ausente

    https://www.youtube.com/watch?v=ua2ye7GxSyU

    Resta para os brasileiros, particularmente aos trabalhadores, confiarem na mamãe Dilma, de acordo com Lula e Noel Rosa em suas meritórias Campanha da boa vontade:

    Viver alegre hoje é preciso
    Conserva sempre o teu sorriso
    Mesmo que a vida esteja feia
    E que vivas na pirimba
    Passando a pirão de areia
    Gastei o teu dinheiro
    Mas não tive compaixão
    Porque tenho a certeza
    Que ele volta à tua mão
    Se ele acaso não voltar
    Eu te pago com sorriso
    E o recibo hás de passar
    (Nesta qüestão solução sei dar)

    Neste Brasil tão grande
    Não se deve ser mesquinho
    Quem ganha na avareza
    Sempre perde no carinho
    Não admito ninharia
    Pois qualquer economia
    Sempre acaba em porcaria
    (Minha barriga não está vazia)

    Comparo o meu Brasil
    A uma criança perdulária
    Que anda sem vintém
    Mas tem a mãe que é milionária
    E que jurou batendo o pé
    Que iremos à Europa
    Num aterro de café
    (Nisto eu sempre tive fé)

    http://letras.mus.br/noel-rosa-musicas/861130/

    • A declaração do presidente do PDT, Carlos Lupi, foi genérica: “O PT exauriu-se, esgotou-se. Olha o caso da Petrobrás. A gente não acha que o PT inventou a corrupção, mas roubaram demais”. Observem como o termo ‘roubaram’ vem após as ressalvas ao esgotamento da sigla petista, quando Lupi chama atenção para Operação Lava-Jato mas – ao contrário do que induz a reportagem – não centra num nem inspira impunidade sobre outros partidos, embora os leitores sejam livres para aderirem à manchete do jornalão ou fazerem interpretações próprias.

      É fato que o companheiro Lupi tem acentuado críticas à forma como o PT conduz sua política de alianças, assim como quanto a procedimentos pouco convencionais de governos petistas no trato de questões públicas. Quem atua na sigla brizolista e a conhece por dentro sabe que isto vêm de looonge. O sentido de ‘esgotamento’ é concreto e pode resultar em novidade mais adiante, o governo Dilma Rousseff sinaliza mudanças ou pode mudar o partido.

      A questão terá lance decisivo na reunião do Diretório Nacional agendada para o meio de maio. O debate será certamente dos mais acalorados em torno de questões econômicas, educação, saúde e combate à corrupção. E vença qual vencer a unidade partidária deverá prevalecer, como é tradição no nosso partido.. http://www.facebook.com/photo.php?fbid=1606775816205350&set=t.100006188403089&type=3&theater (link de meu face)

      Em seu blog há poucos dias a jornalista Cristina Lobo divulgou que cinco dos seis senadores do Pdt enviaram carta ao presidente nacional da sigla brizolista na qual defendem a saída do governo Dilma Rousseff para uma “oposição independente, democrática e trabalhista”, deixando a condição de ‘aliado crítico, institucional e transparente’, como vem procedendo por deliberação partidária.

      O debate está sendo estimulado nas redes sociais, observando os limites da instituição, seguindo a sugestão apresentada pelos senadores. “Recomendamos levar às direções e às bases do nosso partido a proposta de sairmos do governo e, de forma independente, iniciarmos a marcha para a definição de um programa trabalhista coerente com os tempos atuais”, sugeriram na carta.

  10. Caro Roberto Nascimento,
    Temos, no Brasil, em compensação, o Estado Petista, que não mata seus inimigos religiosos (entenda-se oposição política, pois o PT é religião), mas permite que assassinos matem mais de cinquenta mil brasileiros por ano, número que o radical movimento islâmico está muito longe!
    Entretanto, a frágil oposição ao PT erra clamorosamente quando assume algum Estado da Federação, dando margem para que os petistas possam criticá-la e sem qualquer contestação!
    A violência que os professores do Paraná sofreram por determinação do governador do PSDB, de Beto Richa, é imperdoável.
    Escrevi anteriormente que este indivíduo deveria sofrer impedimento em seu governo, pois não tem mais autoridade moral para seguir em frente. Se a presidente Dilma está pressionada pela corrupção e incompetência, o governo do Paraná hoje é símbolo de truculência e ódio aos professores, diante do poder que possuem de ensinar e mostrar aos futuros adultos o quanto somos enganados e iludidos neste País.
    A maneira como os professores foram agredidos covardemente por uma polícia muito mal comandada, e seu chefe é o governador, mostra inquestionavelmente a injustiça e o desprezo como a categoria mais importante de uma nação, que são os seus mestres, é considerada pelas autoridades brasileiras!
    Dito isso, definitivamente atingimos a separação do governo para o povo, que nessas últimas décadas foi usado, explorado, injustiçado, abandonado, alvo de truculências, e agora como alvo de maus elementos, que foram eleitos para outras finalidades, menos de agredirem os professores, atitude condenável e covarde deste governador imbecil e violento, que merece o impedimento o quanto antes!
    Um abraço, Roberto.

    • Prezado Francisco Bendl

      O povo brasileiro ainda sofre com as mazelas sociais, mormente tenha melhorado em relação ao século passado. O país melhorou muito na década de 70, mas adveio o choque do petróleo, que nos pegou de surpresa, gerando a inflação galopante das décadas seguintes. A inflação e os juros altos atingem dramaticamente a população mais pobre, que não tem como se proteger como os ricos, que investem no dólar e no overnight.

      Em relação a oposição, realmente não existe na prática. Veja bem, o PSDB que pela lógica deveria ser o Partido líder da oposição, tem um dos seus pares, no cargo da mais alta importância no Ministério (Fazenda). Na prática, a oposição está na liderança das duas casas do Congresso, Câmara e Senado. Portanto, o cenário é confuso e de difícil análise.

      Na Operação Lava Jato pontuam nomes de diversos partidos políticos, na geléia geral que se transformou o quadro partidário. Nesse sentido, não há que se falar em ideologias, mas sim de pragmatismo e ocupação de espaços.

      É o que penso sobre o assunto, entretanto, não posso de maneira nenhuma deter o dom da verdade, pois cada um de nós têm o próprio conceito particular e contingente da realidade.

      Um bom domingo para você.

  11. O grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO analisa a fala do ex-Presidente LULA do dia 1 de Maio em relação ao comportamento “discreto até demais” da Presidenta DILMA, e ressalta que o Presidente LULA recomenda APOIO à Presidenta DILMA, nesse momento difícil de AJUSTES.
    Para entendermos um pouco melhor a situação, recapitulemos: A Presidenta DILMA assumiu o Governo 1/1/2011 em cima de um pico de crescimento do PIB 2010 de 7,5%aa. Teve azar de partir de um patamar muito alto, de pegar a desaceleração lenta e controlada da China e do Mundo, e no Brasil a parte mais forte do rescaldo da Mega-Crise Financeira de 2008. Nossa Economia é controlada por +- 60% pelo Capital Internacional ( Multinacionais e Setor Financeiro ), e +- 40% Capital Nacional ( Estado e Empresas com Matriz no Brasil). Nunca é uma situação confortável, depender muito dos outros. Nossa AUTONOMIA assim, é pequena.
    Dentro dessa Conjuntura, a Presidenta DILMA corajosamente contando com apoio da minoria ( +- 40% Capital Nacional), contra os interesses de 60% do Capital Internacional, tentou fazer a Economia crescer Reduzindo o Juro Básico SELIC até 7,25%aa numa Inflação de +- 7%aa, (Spread real de 0,25%aa como nos EUA), apesar que ela deu como Spread Real Padrão para o Brasil, 2%aa, congelou o preço dos Combustíveis as custas da Petrobras SA, Tarifas Públicas as custas do Tesouro, reduziu o custo da Energia Elétrica em +- 35% Residencial e 45% Industrial as custas do Sistema Elétrico como um todo, reduziu Impostos pontualmente como IPI (automóveis, Linha branca, etc, Desonerou Folha de Pagamentos, Expandiu até onde pode o CRÉDITO para aquecer a DEMANDA, etc, tudo isso para FORÇAR o Capital Nacional e principalmente o Internacional à INVESTIR, pois caso contrário, PERDERIA DINHEIRO. Chamou a essa Estratégia, “Nova Matriz Econômica”. Não funcionou, o Empresariado Internacional e Nacional não INVESTIU, preferiu PERDER DINHEIRO na visão de DILMA, a Economia cresceu pifiamente, os Deficits ( Fiscal do Governo, e do Balanço de Pagamentos Internacional do Brasil, foram aumentando, a um ponto perigoso, e o Brasil está ameaçado de perder seu Investment Grade, e queimar suas Reservas de +- US$ 375 Bi em +- 4 anos. DILMA “pedalou”, aumentou o Endividamento, etc. mas depois de 4 anos, o Capital internacional venceu, e DILMA perdeu.
    Agora, aparentemente desanimada e meio desorientada, deixa o Capital Financeiro ( Internacional e Nacional) conduzir sua Política Ortodoxa Monetarista de “AJUSTES”, via Ministro da Fazenda JOAQUIM LEVY, que naturalmente vai jogar a maior parte do CUSTO dos AJUSTES para as costas da Classe Média e dos Trabalhadores, como sempre acontece nesses casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *