Após 28 anos no ar, “Manhattan Connection” deixa a GloboNews e será exibido pela TV Cultura

Manhattan Connection chega ao fim na GloboNews e deve ir para a TV Cultura  | Exame

Caio Blinder, Lucas Mendes e Pedro Rodrigues em novo canal 

José Carlos Werneck

Depois de ininterruptos 28 anos no ar, o Manhattan Connection deixou a Globo News neste domingo e a partir de janeiro próximo vai ser transmitido pela TV Cultura, com os mesmos integrantes: Lucas Mendes, Caio Blinder, Diogo Mainardi, Ricardo Amorim e Pedro Andrade.

Em sua estreia, em 1993, no GNT, o excelente programa teve nomes como Lucas Mendes, Caio Blinder, Nelson Motta, Pedro Andrade, Lúcia Guimarães e a produtora executiva Angélica Vieira.

FRANCIS E JABOR – Em sua trajetória, contou com a participação dos jornalistas Paulo Francis e Arnaldo Jabor, que apimentavam os comentários.

Em 2011, o programa de análises políticas e econômicas transmitido diretamente de Nova York deixou o GNT e migrou para a GloboNews.

O “Manhattan Connection” debate os principais assuntos da semana, em conversas descontraídas, tendo na bancada principal, em Manhattan, Lucas Mendes, Caio Blinder e Pedro Andrade, destacando-se as participações do polêmico jornalista Diogo Mainardi, da Itália, e do economista Ricardo Amorim, do Brasil, discorrendo sobre cultura, economia, política e comportamento, sendo um dos mais interessantes programas da televisão.

Mesclando assuntos políticos com informações sobre pontos pitorescos e bons restaurantes nas participações de Pedro Andrade e, certamente, vai ser um sucesso na grade de programação da TV Cultura.

5 thoughts on “Após 28 anos no ar, “Manhattan Connection” deixa a GloboNews e será exibido pela TV Cultura

  1. Não deixa de ser mais uma contradição, tanto do Manhatann Connection como da Tv Cultura.

    Haja vista que temos aí um programa com forte viés Liberal de Direita que se propôs ao longo dos anos, a partir da Meca do Capitalismo, via uma uma emissora de TV “privada” a fazer a Cabeça da Classe Média Brasileira em favor das teses do chamado Mercado em detrimento das Teses do Domínio Público sobre os Meios de Produção, acabar tendo como veículo uma emissora de tv estatal.
    Só o encontro da necessidade de sobrevivência com um Dória explica tal contradição.

    Chega a ser patético, assistir ataques a toda e qualquer atividade pública em um programa numa tv pública.

    Sem exagero, é o mesmo que entregar um Ministério de Governo do Estado Federal ao Sr. Paulo Guedes.
    Todos sabemos como termina.

  2. Só o Dória para bancar este programinha de gente boçal, que adora falar mal dos EUA mas que não tem coragem para voltar à Pindorama. Adoro gente assim, boçais até não mais poderem, tem certeza absoluta de que só eles sabem e que todo o resto do mundo é composto de idiotas. Até a Poderosa se encheu da arrogância desta gente.

Deixe uma resposta para Carlos Alverga Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *