Após ação do Facebook, Maia diz que lei das fake news “já deu resultado” antes de ser aprovada

Charge do Alpino (Arquivo do Google)

Fernanda Calgaro
G1

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quinta-feira, dia 9, que o projeto das fake news nem foi aprovado e “já deu resultados” ao mencionar ação do Facebook que derrubou redes de contas falsas no Brasil e em outros países. No país, as contas e páginas removidas eram ligadas ao Partido Social Liberal (PSL) e a gabinetes da família Bolsonaro, que, segundo o Facebook, estavam envolvidas com a criação de perfis falsos.

A operação se deu em meio a um intenso debate sobre o papel das plataformas em relação ao conteúdo veiculado em suas redes. No fim de junho, o Senado aprovou um projeto com medidas para combater a disseminação de conteúdo falso na internet. O texto agora está na Câmara.

RESULTADOS –  “Essa é uma lei que não está nem aprovada e já deu resultados. Ontem (quarta-feira), o Facebook fez uma operação não apenas no Brasil, mas em outros países. Você vê como, quando a gente discute de forma correta, independente[mente] se o texto é bom ou se o texto pode ser aprimorado, como é que a discussão de uma matéria que está preocupando a tantos brasileiros, como é que ela já pode dar resultados, onde as próprias plataformas começam a ver que têm responsabilidade, sim, sobre aquilo que acontece no seu mundo”, afirmou Maia em uma transmissão ao vivo promovida por um banco.

Segundo o presidente da Câmara, na próxima segunda-feira, dia 13, será realizada a primeira reunião entre deputados para ouvir especialistas no tema, mas ele destacou não haver pressa em aprovar um projeto.“Na segunda[-feira], a gente começa com uma reunião. Vamos trazer vários atores para discutir, para que no prazo, com a urgência necessária, sem pressa, porque a pressa acaba atrapalhando o bom texto. Então, nós temos urgência, mas nós não temos a pressa de votar amanhã, de votar depois de amanhã”, afirmou.

Maia disse ainda que espera que o texto a ser aprovado pela Câmara possa servir de referência para outros países. “Nós temos já um debate iniciado no Senado que vai ser complementado pela Câmara e vai se aprovar, espero eu, um bom texto, que espero inclusive que possa ser referência para outras democracias que sofrem com o mesmo tipo de ataques das fake news”, declarou.

9 thoughts on “Após ação do Facebook, Maia diz que lei das fake news “já deu resultado” antes de ser aprovada

    • Numero do celular, e descrição completa, de onde sai o leite que sustenta toda sua família.

      Só o numero do celular, é o que a vagabundagem quer, para propiciar a perseguição aos trabalhadores que reclamam do sistema.

      Eu aceito com prazer, se vier junto a descrição total, da teta, e a quantidade de leite que sai dela.

  1. Carlos Fernando dos Santos Lima, na Crusoé:

    “Descoberto o problema do Brasil! Tantos anos de subdesenvolvimento, de uma forma de fazer política baseada em uso de dinheiro ilícito, em rachadinhas, obras superfaturadas e outras formas de corrupção são culpa do mensalão e da Lava Jato. O Brasil idílico de antes dessas operações, aquele Brasil de Collors e Sarneys, Lulas e Lalaus, Aécios, Renans e Jeffersons precisa voltar. Todos unidos contra essas excrecências que tentam criminalizar a política. Sabe quanto custa manter um partido, comprar apoios e disseminar fake news? Destruamos Sergio Moro antes que se torne presidente! Calemos Deltan Dallagnol para que não surjam outros como ele! Acabemos com investigações e tudo se resolverá! Só que não!”
    Esse artigo está na revista Crosoé. Mostra tudo que essa imprensa esquerdista corrupta partidária quer, que esse país continue como era há 520 anos. Eles lógico recebem din din din via tudo, palestras, promover os políticos ladrões, etc etc etc.
    Ah país vagabundo.

    • Os crimes paralelos e aqueles que serviram de escadas para se viabilizar as Fale News precisam ser apurados com tanto rigor quanto.
      Pois além de assassinarem reputações, especialidades de petistas e bolsonaristas, esses crimes foram praticados com recursos públicos, usados de todas as formas.
      Portanto, estão aí tipificados pelo menos os seguintes crimes: mesa pátria, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha, calúnia, etc.
      Digo isso porque depois o bandido é condenado por somente um dos crimes, daí pega uns três anos de condensação, e por ser primário ou lá o que seja, vais para casa descansar e continuar nos serviço público às nossas custas.
      Vamos para cima como o Clume da Colina que fez seu estádio em 10 meses com seu próprio dinheiro.

  2. Esses integrantes do gabinete do ódio já agiam desde 2018.
    Logo, tem que investigar e a chapa tem que ser cassada!
    Aliás, só por só haver integrantes a menos de 100 metros do gabinete da presidência é bastante para Impeachment.

  3. Corre por ai que o Alexandre de Moraes está cada vez mais influente dentro do STF e que logo, logo essa influencia dele vai botar pra quebrar em cima dos blogueiros bolsonaretes.

    É aguardar pra ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *