Após cogitar aproximação aos militares, Lula sobe o tom em meio a restrições mútuas

Lula cumprimenta apoiadores durante viagem à Bahia: em giro pelo Nordeste, ex-presidente mostrou discurso crítico a militares Foto: ARISSON MARINHO / AFP

Lula resolveu mudar sua estratégia quanto aos militares

Sérgio Roxo
O Globo

Depois de cogitar divulgar uma carta destinada aos militares, o ex-presidente Lula mudou a estratégia e passou a pregar de forma incisiva o afastamento dos integrantes das Forças Armadas da política. Em seus últimos discursos durante viagem ao Nordeste, o petista chegou até a atacá-los.

Ainda antes de recuperar direitos políticos, em março, graças à decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), de anular as suas condenações na Lava-Jato, Lula foi aconselhado por aliados a elaborar um documento em que exaltasse os investimentos feitos por seu governo para equipar as Forças Armadas e destacasse que os militares foram tratados com respeito durante seu período no Palácio do Planalto.

PRINCIPAIS PONTOS – A elaboração da carta chegou a ser iniciada. Pontos que deveriam ser abordados no texto foram enviados para o ex-presidente e reunidos numa espécie de rascunho. Lula mantém conversas com três ex-ministro da Defesa de governos petistas: Nelson Jobim, Celso Amorim e Jaques Wagner. O ex-presidente do PT José Genoino, que foi assessor do Ministério da Defesa, também discute as questões militares com o ex-presidente.

Em conversas com integrantes das Forças Armadas nos últimos meses, os interlocutores de Lula ouviram uma série de restrições ao petista por parte de oficiais.

Reservadamente, militares da reserva do grupo descontente com Bolsonaro disseram ao Globo que as denúncias de corrupção que ocorreram durante o seu governo são o principal empecilho para a aceitação do nome do petista. Apesar disso, se comprometem a respeitar a sua autoridade de chefe das Forças caso ele vença a eleição em 2022.

HAVIA RESISTÊNCIA – Dentro do PT, a ideia de fazer uma carta destinada aos militares enfrentava forte resistência de alguns setores. O principal argumento era que o documento legitimaria a intervenção dos integrantes das Forças Armadas na política. Havia cobranças também para que o texto, antes de ser divulgado, fosse debatido no comando partidário.

No entanto, em reunião da executiva da legenda no dia 9, Lula anunciou que não faria a carta. A partir daí, passou a propagar em entrevistas que “se tivesse carta, seria para o povo brasileiro, e dentro disso estão os militares”. Também tem afirmado que “se militar quiser fazer política, deve renunciar ao cargo e tirar a farda”.

De acordo com aliados, esse é a linha com que o ex-presidente pretende tratar a questão daqui para frente.

BATENDO PESADO – No dia 16, porém, em visita a Recife, ele foi além. Ao comentar a informação de que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello cogitou usar farda quando foi depor na CPI da Covid, disse:

— É assim que eles pensam, botaram na cabeça que são superiores, que são mais honestos e a CPI está mostrando o que aconteceu com a quantidade de coronéis que, em nome de institutos, de ONGs, estavam montando uma verdadeira quadrilha de comprar vacina. Eu não tenho conversa com os militares (…) Eles têm que respeitar a Constituição.

De acordo com uma pessoa próxima, a fala, em tom de desabafo, deve ser lida como um recado para a ala bolsonarista das Forças Armadas.

AFASTAMENTO – O que é dado como certo por aliados é que, caso o ex-presidente volte ao Planalto, militares não comandarão ministérios, nem mesmo a Defesa.

E Lula já manifestou apoio à Proposta de Emenda à Constituição em tramitação na Câmara que proíbe a nomeação de militares da ativa em cargos de confiança no governo.

Não há definição no entorno do petista, por enquanto, sobre como seria feito o afastamento dos cerca de 6 mil militares que ocupam postos na administração federal.

11 thoughts on “Após cogitar aproximação aos militares, Lula sobe o tom em meio a restrições mútuas

  1. Tudo que a gente precisava para piorar a angústia da covid: um Lula semi-anarfa para nos encher o saco e um Jair Cloaca para nos causar sobressaltos.

  2. Os militares sabem melhor do que o povo em geral o quanto Lula não só respeitou como teve um bom relacionamento com as FFAA. Além de recompor os soldos que FHC não reajustada nos últimos 8 anos, modernizou as três forças com a fábrica de submarinos, os Gripe e modernos tanques Leopard II.
    Não vejo necessidade de envio de nenhuma carta porque assim como tem bons militares há os maus. É uma questão que será internamente resolvida em janeiro de 2023.

  3. Cadê o Luladrão para defender seus bandidos de estimação…

    Ataque em Araçatuba: vítima teria sido morta ao ser flagrada filmando ação
    Três pessoas morreram durante o ataque desta madrugada; outras quatro ficaram feridas

  4. Basta. Chega dos me$mo$. Fora todo$. A Terceira Via de Verdade está pronta, tollitur quaestio. AGORA É LORIAGA LEÃO PRESIDENTE E MARINA SILVA VICE, REDE-SUSTENTABILIDADE, pela Terceira Via de Verdade, anti-continuísmo da mesmice, porque o resto não é terceira via coisa nenhuma, na verdade, é tudo mais dos me$mo$, não muda nada e faz permanecer tudo como dantes no velho quartel de Abrante$. BASTA de guerra tribal dos me$mo$, primitiva, permanente e insana, por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$, que só dá lucros para os donos da guerra à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus que explodem sempre nas costas do sofrido povo brasileiro mais quebrado do que arroz de terceira, mais apurado do que sapo na boca de cobras. BASTA. Nem Lula, Nem Bolsonaro, e muito menos os puxadinhos dos me$mo$, de direita, de esquerda e de centro, porque basta, chega dos me$mo$, seus golpes e suas eleições tipo 171, fora todo$, pela Democracia Direta já, com Meritocracia, para acabarmos de uma vez por todas com a guerra da plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia fantasiada de democracia só para enganar a tola freguesia. Xô velha política maldita, viciada e viciosa, que venha a nova política de verdade, que nos liberte deste estado de coisa$ e coiso$, até porque sem a libertação é impossível a Evolução. http://www.tribunadainternet.com.br/apesar-de-todos-os-defeitos-de-bolsonaro-e-preciso-entender-que-lula-nao-e-solucao/?fbclid=IwAR0Aa63M_fdBo0TOBA06OqhNNbM5R5ZcGnXZeXFZn3aDDiQoFAAz0Jme1AQ

  5. É que o lula já descobriu, que lá com os milicos, urubu e ladrão, é na pedrada, então não adianta jogar confete.
    Será que ele imagina que as forças armadas são como os sindicatos dele. Ta muito enganado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *