Após o recesso, Câmara deve rejeitar contas de Dilma

José Carlos Werneck

O Congresso Nacional, após o período de recesso, deve finalmente apreciar e por em votação as contas do governo da presidente Dilma Rousseff. Esse preceito constitucional não vem sendo observado desde 2002. Na Oposição, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, trabalha pela rejeição das contas, o que tornaria a chefe do Governo incursa em crime de responsabilidade, com perda de mandato e inelegibilidade. Ele vai pôr em votação também contas de Fernando Henrique Cardoso referente, ao ano de 2002 e de Lula no período de 2006 a 2008.

O julgamento no Congresso é alicerçado em relatórios eminentemente técnicos, e feitos com total isenção pelos auditores do Tribunal de Contas da União. Contas rejeitadas têm como sanção a inelegibilidade do detentor do cargo, por um período de 8 anos.

As contas de Dilma devem, obrigatoriamente, sofrer apreciação minuciosa da Comissão Mista de Orçamento. O Partido dos Trabalhadores vai tentar, por todos os meios, procrastinar ao máximo a apreciação do assunto.

CUNHA E TCU

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, está convencido de que é melhor direcionar a crise para o Planalto, antes que o Congresso seja “engolido pela Lava Jato”.

O entendimento dos ministros do Tribunal de Contas da União coincide com o dos parlamentares e da grande parte população brasileira, de acordo com as pesquisas de opinião, que demonstram invulgar repulsa ao governo do PT.

4 thoughts on “Após o recesso, Câmara deve rejeitar contas de Dilma

  1. Werneck não devemos esquecer o que declarou o Comandante do Exército general Eduardo da Costa Villas Bôas: Manifestantes nas ruas e redes sociais estão fora da realidade. Acrescentou ainda que o Exército deve obdiência a presidente que é nossa comandante-em-chefe. Não creio que o ministroao dar esta declaração esteja alheio aos desdobramentos políticos, e sabendo da dificuldade sem prova robusta, de ser Dilma empichada.

  2. Faltam 8 dias para o comeco da CPI do BNDES. Ela sera presidida pelo Cunha e tera o relator do DEM. Tudo dentro da lei e da ordem constitucional . A Dilma conseguiu fazer ate os tucanos descerem do muro. Havera varias chamadas na TV para o dia 16. A alforria do Brasil se aproxima !

Deixe uma resposta para Tarciso Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *