Após pico da crise do Supremo, parlamentares e ministros tentam blindar Dias Toffoli

Resultado de imagem para toffoli charges

Charge do Kacio (Arquivo Google)

Daniela Lima
Folha/Painel

Passada a fase mais aguda da crise gestada na esteira do inquérito que apura ataques e fake news contra o STF, forças da política e de outros tribunais se organizam para blindar a cúpula da corte. O presidente, ministro Dias Toffoli, tem a empatia de Rodrigo Maia (DEM-RJ), comandante da Câmara, e de dirigentes de siglas da direita à esquerda, do PRB ao PC do B. No STJ, apesar da certeza de que houve erro crasso na dosagem dos atos, a sensação é a de que se deve respaldar o Supremo.

O principal flanco institucional de ataque a integrantes do STF está no Senado. Mas aliados do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), dizem acreditar que ele não cederá ao que chamam de “grupo que aposta no caos”, em referência a defensores do impeachment de ministros e de uma CPI do Judiciário.

BOLA DA VEZ – “Alcolumbre sabe que, se derrubam o Supremo, o próximo a cair é o Congresso”, diz um deputado do DEM. A instalação da CPI pela maioria do Senado, neste momento, é vista como improvável.

Há especial atenção nas duas Casas às falas de integrantes do Palácio do Planalto e de aliados de Jair Bolsonaro sobre o caso. Se uma ala do Executivo endossar publicamente a ofensiva a ministros do Supremo, dizem dirigentes de partidos, “eles vão perder o Parlamento”.

Na oposição, também há apreensão. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, diz que o STF “terá que fazer sua autocrítica”, mas que a hora não é de atacar a corte. “Chegará o tempo em que os ministros terão que revisitar os momentos em que a pressão prevaleceu à ordem do Direito. Mas agora é preciso respeito institucional.”

MANIFESTO DO PT – O PT divulgou manifesto na quinta (18), auge da crise, sobre o assunto. Para Gleisi, que assina o texto ao lado do ex-presidente Lula, a corte claramente “errou na forma [ao censurar dois sites], mas agora tenta acertar, retomar o processo legal” ao apurar os ataques que sofre.

Um integrante do STJ diz que, apesar da reprovação unânime à censura, a manutenção do inquérito do STF tem guarida na corte porque muitos veem os vazamentos de “dados sigilosos como atos inconsequentes”.

A oposição debate nesta segunda (22) estratégia para postergar ao máximo a votação de relatório a favor da reforma da Previdência na Câmara. O tema começa a ser debatido na CCJ terça-feira (23). O sonho –quase irreal– é arrastar a discussão até a véspera do 1º de maio.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O esforço da oposição para blindar Toffoli é justificável. Ele é o maior petista dos ministros do STF, a ponto de mandar soltar um réu reincidente como José Dirceu sem que a defesa sequer tivesse pedido a libertação. Amigo é para essas coisas. Agora, Toffoli atribui a campanha contra ele a uma tentativa de evitar que o Supremo mande soltar os réus sem condenação em segundo instância (leia-se: Lula da Silva). E ele (Toffoli) não vai desistir desse intento.
(C.N.)

21 thoughts on “Após pico da crise do Supremo, parlamentares e ministros tentam blindar Dias Toffoli

  1. Nada como uma excelente parceria, que exemplificam o Judiciário com o Legislativo.

    Toffoli mete os pés pelas mãos, e o Congresso conserta a aberração.

    Dois ministros se colocam como ditadores do país, censurando a imprensa, invadindo casas particulares, confiscando bens do povo mas, o Congresso, inimigo confesso do cidadão, protege a dupla de ministros antidemocráticos e totalitários!

    Então, a “blindagem”, uma artimanha que tais traidores do Brasil e do povo têm à disposição para se manter no cargo, não perderem suas autoridades, evidentemente, haja vista que honra e dignidade não sabem seus significados!

    Convenhamos, mas a população se encontra em um processo de extermínio muito bem feito:
    De um lado, o STF, autoritário, comprometido politicamente até a medula;
    do outro, um parlamento ladrão, corrupto, incompetente, inútil, vagabundo e perdulário;
    pela frente, um governo insensível, que despreza e ignora os males porque sofre o povo;
    por trás, uma reforma da Previdência injusta e desnecessária, pois a sua intenção é somente de manter os nababescos proventos e regalias, mordomias e indenizações que pagamos às castas atuais brasileiras!

    A questão é que nunca ouvi, li e vi, qualquer blindagem para o povo quanto a jamais ter sido pobre e miserável, pelo contrário, os atos de governo sempre tiveram como intenção nos roubar e explorar!

    • Caro Bendl, assino 1 milhão de vezes, puseste a NÚ a podridão dos 3 poderes, estamos sobrevivendo em uma republiqueta democradura, sai uma quadrilha, entra outra, um stf com 06 bandidos da toga, ponto para a Drª Eliane Calmon. Essas almas amorais trevosas, já tem garantido o “Ranger de dentes”, pós túmulo.
      Em meus 90 anos, nunca vi tanta podridão como nesses último 30 anos. O Peru, seu senado, cassou os ministros de sua corte suprema, por corrupção, aqui, temos um presidente, reprovado 2 vezes para Juiz, soltador de bandido amigo, o zé dirceu, condenado a 32 anos de prisão por roubo do cofre público.
      O Presidente Bolsonaro, está omisso e conivente com esse crime hediondo do banqueiro Paulo Guedes, que se esse congresso podre, aprovar, jogará na miséria milhões de idosos que trabalharam para construir uma Nação Soberana, justa e digna , e o desgoverno, ainda fala em “Direitos humanos”!!. 06 estupradores e vilipendiadores da Srª Justiça, com o Gilmar Mente, a comandar. O PT está a favor de seu indicado, Lula traiu o trabalhador, é triste ver o Brasil desmoralizado perante o Mundo. A chamada bancada evangélica, com seus falsos profetas (seu clero), deveriam estudar a Código da Vida, o Evangelho de Jesus, deturpado por almas amorais das seitas religiosas. Que Deus nos ajude a sair desse oceano de lama!!

      • Caríssimo amigo e decano deste blog, Théo Fernandes,

        Obrigado pelo comentário e por concordares comigo nesta simples conclusão obtida:
        Os Três Poderes são declaradamente os nossos inimigos!

        Desta forma, a tua expressão, “republiqueta”, espelha exatamente aquilo que nossos governantes nos transformaram, em um simulacro de País, Nação, Estado e Pátria.

        Pelo menos, antes de eu ter o meu micro confiscado, deixarei registrado na TI o que penso a respeito desta união deletéria entre os Poderes, e cuja única intenção é explorar o povo e tomar conta do Brasil.

        A nós, resta tão somente obedecer e outorgar poderes!

        Abração, Théo.
        Saúde, muita SAÚDE!

  2. Isso nada mais é que uma “troca de serviços”. Entre os três poderes sempre existiu uma simbiose. Pelo que li no texto, todos esses parlamentares solidários com o Dias Toffoli têm problemas que os poçam empurrar aos Tribunais, inclusive, essa fulano Alvolumbre!
    Nesse jogo de compadres, otários mesmo são os votantes – estercos eleitoreiros com um único préstimo – adubar ervas daninhas.

    • Sem dúvida alguma, que se trata de um legítimo “toma lá dá cá”.

      Considerando que é o Legislativo que aprova os reajustes salariais do Judiciário, logo, este poder está nas mãos dos parlamentares quanto às suas reivindicações neste sentido;
      Considerando que o Congresso tem plena consciência deste poder de decisão sobre os vencimentos de juízes, desembargadores e ministros dos tribunais superiores;
      Faz-se necessário que sejam unidos, que vivam em paz, que jamais se digladiem.

      Aliás, a resistência do Senado contra alguns que querem a CPI da Toga ou o impeachment de Moraes, Mendes e Toffoli, exatamente escancaram esta amizade, esta união, onde se sabe que a “colaboração” entre os poderes deverá ser mantida a todo custo.

      Ora, tal aliança tem apenas um resultado concreto, indiscutível, insofismável:
      O povo que siga pobre e miserável, menos as castas atuais, que são os Três Poderes, pois sustentados por este contingente incalculável de pessoas que não têm sequer o que comer!

      Mas, o dinheiro, a riqueza, vencimentos milionários, abundam entre nossos mandatários, ora bolas, tanto para seus momentos de prazer quanto à preservação de suas enormes bundas!

      Se degradante, imoral, deplorável, corrupta, azar o nosso, de um povo alienado e resignado com o seu destino.

  3. Carlos Newton,

    a matéria publicada, teu comentário e o do Francisco Bendl, analisados em conjunto, são provas incontestáveis do que resutou a mudança da capital para Brasília: o divórcio insanável entre a nação e o Estado.

    • Celso,

      Grato pela parte que me toca nesta junção dos meus pensamentos com os de Newton, incomparáveis quanto á qualidade, enquanto os meus …

      Mas, discordo de ti, respeitosamente, neste teu mencionado divórcio:
      a meu ver, Estado, País, Nação, e Pátria estão divorciados porque assim decidiram nossos Três Poderes!

      Ao optarem pela nossa fragmentação, onde o povo só obedece e outorga poderes, o Brasil virou um grande negócio para as castas atuais, que exigem tratamentos diferenciados e especiais quanto ao resto dos cidadãos.

      Não, Celso, meu amigo, Nação, Estado, Pátria e País não têm como se divorciar, se separar, mas podem ser extinguidos pelos nossos governantes através e medidas neste sentido, de acumularem mais poder e, nós, o povo cada vez mais enfraquecido.

      Abração, meu caro.
      Saúde.

  4. Esse Supremo acabou!

    Não consigo ver outra constatação.

    É a maior crise do Brasil desde a redemocratização. A meu ver, maior que os impeachments de Collor e Dilma.

    Ainda não percebemos com clareza, mas nos próximos dias as consequências da lambança vão começar a aparecer.

  5. O contínuo atraso do país se deve ao supremo + congresso.
    Dois sanguessugas do Povo Brasileiro no maior escárnio jamais visto.
    Vivem como príncipes enquanto o Povo come migalhas do chão.
    Isto vai acabar, é só aguardarem.

  6. Porque Toffoli não volta as baterias contra quem delatou, Marcelo Odebretch? A imprensa e os “sites bolsonaristas” apenas reproduziram aquilo que o “filho de meu pai” afirmou.

  7. Antes de 64 eram badernas por idéias, posição social e prestígio. Agora e baderna por dinheiro, posiçao social e prestígio.

    Se estourar outro movimento igual ao de 64, não teremos só 500 mortos não.

  8. O maior problema do país está na administração, tanto no Executivo, Judiciário e no Legislativo.

    O primeiro é inepto; o segundo só solta bandidos e o terceiro, salvando-se as exceções de regras,só quer locupletar.

    E, assim vai o Brasil, que, cada vez mais caminha inexoravelmente para o fundo do poço,se já não está lá.

  9. Bom dia , leitores(as):

    Senhora Daniela Lima (Folha/Painel) e senhor Carlos Newton , acontece que foram os próprios ministros do “Supremo Tribunal Federal – STF” nas pessoas do presidente ministro Dias Toffoli, e dos ministros Ricardo Levandowsk , Gilmar Mendes e Alexandre de Morais que tem desrespeitado a “Constituição Federal e as demais Leis do país” .

  10. Em Portugal, nessa Semana Santa os “nada santos membros da Orcrim Lulopetralha” de todos os “podresres brasileiros” se reuniram para continuar os preparativos da “Revolução Bolivariana da Continuidade de Delitos e Crimes Contra o Brasil e seu Povo” , é muito dinheiro em jogo e eles querem tomar até o último centavo do Brasil e se possível produzir fatos jurídicos para impedir que o Brasil mude seus rumos. Estamos numa encruzilhada, o Governo e a Nação Brasileira tem que ficar atentos, o próximo passo é soltar o “Capo de todos os Capos” para tumultuar a infernizar a vida do país, e eles, seus subordinados/cúmplices/sócios da safadeza geral em seus “Postos Intocáveis de Comando” se encarregarão de fazer o resto. Fiquemos atentos, as ricas e milionárias Dachas Portuguesas fervilhavam de idéias para a tomada do poder sob o comando dessa canalha esquerdopata/cleptômana/corrupta !!!!!

  11. Tentam blindar de que, senhor Carlos?

    Há várias blindagens. De vergonha, de caráter, de honestidade, etc.
    Com certeza não será com nenhuma destas!
    Será aquela blindagem conveniente a todos, já que a grande maioria tem seus respectivos rabos presos, e comprometidos.
    Enquanto isto, continuamos brincando de democracia.

    Viva……

  12. Não precisa de um inquérito genérico aberto. Isso intimida a sociedade que está lá na ponta com seu celularzinho metendo o ferro no político todo dia, porque não tem outra arma para tratar do assunto. Os “Graúdos” se livram fácil … como já estão fazendo. Estão querendo com esse papinho é calar a boca do povo, nós sabemos !!!

  13. Sua sorte Toffolli é que pouca gente quer te derrubar, não porque voce não mereça, mas porque é o tipo de situação de crise institucional que ninguém quer alimentar , a começar pelo poder executivo e também a maioria do poder legislativo, além é claro dos integrantes de bom senso que parece que são maioria no STF.
    Então segue aqui um conselho, faça cara de paisagem, até mesmo porque a acusação da delação da ODEBRECHT é muito genérica, ela não diz claramente que voce pegou propina, lembre-se que voce é presidente do STF e tem um importantissimo papel institucional. Em resumo se não der para ser bombeiro pelo menos pare de ser incendiário.

Deixe uma resposta para Willy Sandoval Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *