Aras diz que lutará com ‘unhas e dentes’ contra decisão de Fachin que rejeitou arquivamento de denúncia contra Lira

Aras argumenta que Fachin assume o papel de acusação

Bela Megale
O Globo

A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin de rejeitar o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para arquivar uma denúncia contra Arthur Lira (PP-AL) deixou Augusto Aras de cabelo em pé. O procurador-geral da República promete lutar com “unhas e dentes” para colocar um ponto final na ação.

Aras argumenta que, ao ignorar o pedido de arquivamento da PGR e levar a ação penal para ser julgada no plenário, Fachin assume o papel de acusação e deixa de ficar equidistante do caso, o que se espera de um juiz.

“RISCOS” – O PGR diz que a atitude traz “riscos de enfraquecer o Ministério Público”, pois, dessa maneira, os promotores de justiça do país afora não terão mais o domínio da ação penal. Para ele, o feito de Fachin abre brecha para que juízes passem a atuar como titulares dos processos.

Aras garantiu a interlocutores que “vai lutar” para que o MP não perca um dos mais importantes poderes que tem que é o de ser titular exclusivo da ação penal, o chamado “Domunus Litis”.

O caso que envolve o presidente da Câmara foi atípico. Arthur Lira foi acusado de corrupção passiva pelo suposto recebimento de propina de R$ 1,6 milhões da Queiroz Galvão pelas obras da empreiteira na Petrobras e chegou a ser alvo de uma denúncia feita pela equipe de Aras. Três meses depois, porém, a PGR voltou atrás e pediu arquivamento da investigação.

13 thoughts on “Aras diz que lutará com ‘unhas e dentes’ contra decisão de Fachin que rejeitou arquivamento de denúncia contra Lira

  1. Isso quer dizer que esse Aras não aceita a autoridade de um juiz do STF? Isso me parece que poderia ser considerada uma ofensa ao STF. Ele, o tal de Aras, deveria enteder que é um servidor público (e pago com parte do nosso salário).
    Quer dizer que eu vou ter pagar imposto para ser roubado?
    Não e não e vou fazer revolução. Primeiro vou preparar a logística do ataque com o auxílio do Pazuello!

  2. Boa tarde, leitores (as):

    Senhores Carlos Newton ,j.Béja e Marcelo Copelli completa inversão de valores , o PGR AUGUTO ARAS , ao invés de defender os membros do MPF , ele os combate e os acusa genericamente de cometerem inúmeros crimes , no entanto move montanhas p/defender e proteger o Presidente da Câmara de Deputado Federal e ” NOTÓRIO ” condenado/ladrão/corrupto e lesa-pátria Arthur Lira (PP-AL) , enquanto alguns ministros/juízes do STF , estão tramando e conspirando contra seus colegas de MPF querendo enquadra-los até mesmo sem previsão legal , ele se finge de morto e que não sabe de nada .

  3. O PGR Aras tem que partir pra cima de Moro, Deltan e procuradores lavajatistas. Com altas somas de dinheiro circulando na praça e sendo manuseado por políticos e empresários, Os “deuses da lava jato” não conseguiram descobrir nada dos banqueiros? Ou estes foram protegidos pelos lavajatistas?

  4. Segundo Aras, Fachin “assume o papel de acusação e deixa de ficar equidistante do caso, o que se espera de um juiz.”

    Importante indagar:
    E o papel ativo do ex-Juiz Moro(???) exercendo verdadeiro auxílio aos Procuradores da Lava-jato(??)

    • Será que o Aras (PGR) desconhece, que o Juiz tem o direito Constitucional de rejeitar a Denúncia ou ir em direção contrária ao Arquivamento?
      Os procuradores não detém o Poder Absoluto. Essa classe de funcionários públicos, não está acima do STF. É preciso baixar a bola deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *