As imagens de Bin Laden eram FALSAS. Onde estão as imagens verdadeiras? Por que os EUA não divulgam nenhuma imagem, se a “operação” teria sido transmitida direto para a Casa Branca e assistida por Barack Obama?

Carlos Newton

Peço desculpas aos comentaristas e leitores por apressadamente divulgar ontem aqui no blog que “as imagens de Osama Bin Laden eram esclarecedoras”. Ao contrário. Ontem mesmo, os canais de televisão do Paquistão retiraram do ar as “imagens” do suposto corpo de Osama Bin Laden, após a divulgação de que a principal foto era falsa.

Estavam correndo o mundo as imagens “não confirmadas” do rosto ensanguentado de Bin Laden, após o presidente dos Estados Unidos ter anunciado que o líder terrorista havia sido morto no Paquistão.

“Era uma imagem falsa, ela já havia circulado na internet em 2009”, garantiu Rana Jawad, diretor do canal Geo TV de Islamabad, desfazendo a fraude.

Então, volto às mesmas indagações feitas aqui, às 8h45m da manhã de ontem: “Mas por que não foram exibidas imagens do corpo do terrorista? Em que circunstâncias foi morto? Resistiu ou foi executado? Até agora, ninguém sabe. Segundo o “New York Times”, o corpo do terrorista foi levado para o Afeganistão e depois sepultado no mar, seguindo as tradições muçulmanas. De acordo com o NYT e a agência de notícias Associated Press, o funeral seguiu o preceito americano de enterrar o corpo no mesmo dia da morte. Ao mesmo tempo, divulgou a agência AP, as autoridades americanas justificaram o enterro no mar afirmando que seria difícil encontrar um país que aceitasse receber o corpo de um dos mais procurados líderes extremistas do mundo”.

Ao anunciar a morte do terrorista, o governo americano disse estar fazendo testes de DNA com os restos mortais de Osama Bin Laden, acrescentando ter usado técnicas de reconhecimento facial para ajudar em sua identificação. Mas os resultados só devem estar disponíveis nos próximos dias.

Convém, então, repetir outras indagações feitas aqui no blog ontem: “Era Bin Laden ou não? Por que ainda não exibiram as imagens do terrorista morto? Por que esse sepultamento no mar, tão rapidamente, “seguindo o preceito americano de enterrar o corpo no mesmo dia da morte”? Michael Jackson e Liz Taylor demoraram dias e dias para serem sepultados. O tal “preceito americano” não foi seguido?

Alegaram também que o “sepultamento” de Bin Laden no mar tinha sido “para cumprir leis islâmicas”, mas os próprios líderes muçulmanos agora dizem que essa decisão dos EUA desrespeita os preceitos religiosos deles.

E os jornais divulgam hoje que o presidente americano Barack Obama assistiu ao vivo e a cores, direto do Paquistão, toda a operação que teria culminado na morte de Bin Lader. E onde estão essas imagens, por que não são divulgadas? Os jornais dizem também que o teste de DNA teria dado 100% positivo. Mas comparado a quê? Os EUA tinham o DNA de Bin Laden?

E a chamada grande imprensa não contesta nada, apenas retransmite o que a Casa Branca divulga? O que pretendem os Estados Unidos com essa falta de transparência sobre o caso? O que há de real e o que existe de fantasia nisso tudo? Temos o direito de saber. Até agora, amigos, não existe nada, mas nada mesmo, de “esclarecedor”. Só a subida da Barack Obama nas pesquisas de opinião para as eleições dos EUA.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *