s vsperas da votao, o governo anuncia mais R$ 138,9 milhes em emendas

Resultado de imagem para emendas parlamentares charges

Charge do Ivan Cabral (ivancabral.com)

Alessandra Azevedo
Correio Braziliense

s vsperas de a Cmara dos Deputados decidir se aceita ou no que o Supremo Tribunal Federal (STF) investigue o presidente Michel Temer por corrupo passiva, o governo garantiu mais R$ 138,9 milhes em emendas parlamentares aos deputados federais, que tm nas mos o mandato do peemedebista. Esse foi o valor empenhado apenas nos ltimos 15 dias terminados na sexta-feira passada, na semana imediatamente anterior deciso sobre o assunto no plenrio da Casa.

Ainda que as verbas agora sejam empenhadas a conta-gotas, quando comparadas com os valores bilionrios autorizados antes da votao da admissibilidade do processo na Comisso de Constituio e Justia (CCJ), os nmeros mostram que o Planalto mantm a estratgia de liberar dinheiro pblico aos parlamentares.

MUITO DINHEIRO – Temer fez metade dos repasses do ano inteiro em julho, s vsperas da votao no plenrio. Embora paream irrisrias perto do que foi divulgado em momentos mais crticos s na semana anterior votao na CCJ, o governo desembolsou R$ 1,6 bilho , as emendas dos ltimos 15 dias superaram em R$ 50 milhes o valor empenhado nos cinco primeiros meses do ano, de janeiro a maio (R$ 88,5 milhes).

Ao longo do ano, Temer j garantiu R$ 3,5 bilhes aos deputados. Desse total, R$ 3,4 bilhes, o equivalente a 97,5% do total, foram empenhados apenas em junho, quando a denncia chegou Cmara, e julho, quando foi analisada pela CCJ.

MAPEAMENTO – O valor dos ltimos dois meses foi 3.854% maior do que o empenhado de janeiro a maio, alertou o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), com base em mapeamento feito pela Rede Sustentabilidade. Apenas em julho, ms imediatamente anterior votao no plenrio, Temer destinou R$ 1,9 bilho aos deputados, mais do que havia liberado no resto do ano inteiro. A ttulo de comparao, no mesmo ms de 2016, o repasse foi de R$ 228,5 milhes.

O governo usa a liberao de emendas parlamentares para tentar comprar apoio na Cmara para que a denncia seja enterrada. Entendemos que esse uso ilegal e imoral das emendas objeto de ilegalidade, que deve ser apurada pelo Ministrio Pblico Federal (MPF), afirmou o deputado.

EMPENHO – Diante da expectativa de que o procurador-geral da Repblica, Rodrigo Janot, envie duas novas denncias Cmara nas prximas semanas, a tendncia, na avaliao de Molon, que o governo pague os valores anunciados quando a prxima chegar, j que o empenho apenas uma espcie de reserva desse dinheiro.

O que Temer parece ter tentado fazer comprar votos com o empenho, na primeira denncia, e, provavelmente, vai usar o pagamento, a liberao do dinheiro, como tentativa de comprar os votos em uma segunda denncia, acredita.

8 thoughts on “s vsperas da votao, o governo anuncia mais R$ 138,9 milhes em emendas

  1. Se Temer escapar da 1 denncia, Maia aceita o impeachment da OAB e pra evitar o desgaste desse longo processo os deputados cassam Temer na 2 denncia que ser apresentada por Janot !

    • Lucas, ests muito otimista. Quem confia em bandido, sempre quebra a cara e a cmara no passa de um covil das piores pessoas da sociedade brasileira. At nas prises as pessoas tm mais honestidade.

  2. “Entendemos que esse uso ilegal e imoral das emendas objeto de ilegalidade, que deve ser apurada pelo Ministrio Pblico Federal (MPF), afirmou o deputado.”
    Na verdade no vai adiantar nada o MP apurar, j que conhecemos suas “apuraes”. O que tem que ser feito obrigar ao executivo – atravs de lei prpria – a liberar essa verba 2 vezes ao ano, por exemplo, em data fixa, dentro da lei, de forma que no use isso como carta na mo para negociar com ladres, ops! deputados.

  3. Merval Pereira

    no governo Temer, na nova gesto de Torquato Jardim, parece que a eficcia de uma ao de conteno de verbas e acirramento da disputa com o Ministrio Pblico est atingindo os objetivos de neutralizar as investigaes (da Lava Jato)

    https://goo.gl/YJpRdC

  4. Vejo muitas crticas ao desclassificado “governo Temer”, mas o que me assssombra a quantidade de polticos que aceitam se vender descaradamente.
    Esses so a verdadeira escria, o verdadeiro esgoto mais ftido deste pas.
    Vagabundos, desclassificados, bandidos…..
    Paro por aqui seno escrevo coisas indevidas e impublicveis.

  5. Vo perdoar as dividas dos ruralistas junto ao INSS , uns 10 bilhes…
    Coisas do Brasil, onde para se sustentar 3 senadores vagabundos gasta-se o equivalente ao oramento anual da Polcia Civil do Rio…

  6. No s a gastana pela gastana do dinheiro pblico, ou seja nossa grana, paga como tributos, indo para o ralo dos gastos do governo para continuar governo.

    o pas sendo miseravelmente triturado pela ganncia da totalidade dos polticos de planto…

    Em suma, quando a coisa est preta, hora de se aguardar mais invenes danosas dos donos do poder… e como eles inventam…

    No se espantem quando a CPMF aparecer, de novo, como a salvao do Brasil.

    Dizem que o Meirelles s sonha com isso….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.