Associação de procuradores diz que discurso de Bolsonaro merece repúdio e vigilância

Procuradores protestam contra ameaças de Bolsonaro

Deu no Correio Braziliense

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) se pronunciou, no fim da tarde deste sábado (10/7), sobre as falas de Jair Bolsonaro (sem partido) em que chama o sistema eleitoral brasileiro e o próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de fraude.

Em nota, a organização afirma que a democracia dispõe de debate de ideias e olhares divergentes, mas que “não convive e não aceita posições que impliquem a sua própria negação ou a relativização de seus pontos essenciais”.

SEM PROVAS –  “Afirmações que pretendam criticar o sistema eleitoral não podem se basear em suposições, em alegações genéricas e sem provas”, diz um trecho da nota. “Além disso, a discussão acerca do modelo de votação jamais pode ocorrer em um ambiente de ameaças sobre a própria realização das eleições, pois isso violaria a Constituição e o próprio regime democrático”, repreende.

O grupo de procuradores da República também afirma que os discursos do chefe do Executivo merecem “não apenas repúdio, mas vigilância permanente quanto aos seus efeitos e aos riscos para a nossa democracia”.

Na semana passada, o presidente da República disse que Aécio Neves derrotou Dilma Rousseff em 2014 e que irá apresentar provas disso; chamou o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, de “idiota” e “imbecil” e afirmou que ele queria a “volta da roubalheira” e da “fraude eleitoral”.

REJEITAR ELEIÇÕES – O chefe do Executivo ainda disse que, caso o sistema eleitoral não adote o modelo de voto impresso, “algum lado pode não aceitas as eleições, e esse lado é o nosso”.

Junto à ANPR, outras entidades e personalidades repudiaram as falas de Bolsonaro dos últimos dias, como o Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade); o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG); e os presidentes de oito partidos da chamada “terceira via”.

5 thoughts on “Associação de procuradores diz que discurso de Bolsonaro merece repúdio e vigilância

  1. Finalmente alguém pôs o dedo num dos problemas da urna eletrônica: a falta da publicidade do código fonte dos softwares do sistema. O Presidente Bolsonaro tweetou a respeito.

    Tudo que se relaciona com esses programas do TSE é mantido a sete chaves. Inclusive, as primeiras versões dos programas, foram desenvolvidas por empresas privadas, sem nenhuma participação de técnicos dos partidos políticos. Lí, em algum lugar, que hoje os programas são desenvolvidos pelos técnicos do TSE, eu duvido. Rola muita grana nesse esquema.

    Nas convenções ou nos chats de programadores, sempre que alguém pergunta algo sobre determinado software, o hacker responde: “mostre-me o código”.

    O TSE precisa públicar o código dos seus programas. Simples assim.

  2. Tem muitas autoridades que estão arrependidas de terem chocado os ovos da serpente. Agora é tarde. Devem se resguardar até 2022 e principalmente, não mais usarem sua autoridade com fins políticos.

  3. Infelizmente a nossa media mainstream dá importância demais às diatribes do mito, ele, como dizia o meu pai, é louco manso, ou melhor dizendo, é cachorro que muito late, a gente sabe que não morde. Então deixemos o homem trabalhar, ele não faz nada mesmo, ele gosta mesmo é de ser ovacionado, aí está no céu, ou pelo menos pensa que sim. O cara é louco manso, maluco é quem o leva a sério.

  4. Hitler e Mussolini também eram “monitorados”
    Acompanhados, apenas, sem qualquer consequências para suas investidas, assumiram e foram protagonistas de ações contra os seus (opositores), abriu guerra contra vizinhos e crime contra Humanidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *