Até Kakay, o advogado dos políticos, já pede a Maia que encaminhe o impeachment 

República de canalhas – reflexões de Antônio Carlos de Almeida Castro, o  Kakay | Grupo Prerrogativas

Kakay é amigo de Maia e resolveu lhe dar um conselho

Deu no Correio Braziliense
Agência Estado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu na noite de quinta-feira, 14, quando o Amazonas vivia um dos dias mais críticos desde o surto do novo coronavírus no País, um apelo do advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, pedindo a análise dos pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na mensagem, o criminalista reconhece que, até aqui, não havia clima político favorável para pautar o processo, como sempre defendeu Maia. No entanto, na avaliação de Kakay, que tem no currículo clientes de peso político, incluindo ex-presidentes, governadores, senadores e deputados, Bolsonaro ‘passou de todos os limites’.

FASE DE TERROR – “Entramos numa fase de terror, de desgoverno, num precipício dantesco”, diz a Maia. “O Congresso tem que funcionar imediatamente. A todo vapor. E você deve apresentar o pedido de impeachment. As trágicas circunstâncias impõem”, pede.

Kakay ainda afirma que, caso o processo não seja admitido, Maia será acusado de ‘omissão’ e ‘cumplicidade’. “O Brasil precisa de um gesto seu. E só como Presidente da Câmara você pode fazer. Ainda que não seja aprovado, ainda que não tenhamos nem tempo e nem força política, você estará do lado certo da história”, defende.

Nesta sexta-feira, 15, o presidente da Câmara afirmou que o impeachment de Bolsonaro é um tema que será debatido ‘de forma inevitável’ pelo Congresso no futuro. Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Maia voltou, entretanto, a repetir o discurso de que o mais urgente é discutir o combate à pandemia.

NOVO PEDIDO – Na esteira da crise em Manaus, partidos de oposição da Câmara anunciaram que vão protocolar, nos próximos dias, um pedido para cassar o mandato do presidente por ‘crimes de responsabilidade em série’ na condução da crise sanitária.

Assinado por Rede, PSB, PT, PCdoB e PDT, que reúnem 119 deputados, o documento cita o colapso da saúde na capital amazonense e diz já ter passado a hora de o Congresso reagir. Cerca de 60 pedidos de impeachment foram entregues à Câmara desde o início do mandato de Bolsonaro, em janeiro de 2019, por diversos motivos.

BRASIL À DERIVA – Procurado pela reportagem, Kakay disse que ficou chocado com as declarações feitas por Bolsonaro nesta sexta-feira em entrevista ao apresentador José Luiz Datena.

No programa da TV Band, o presidente atacou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a quem chamou de ‘moleque’, disse que o tucano se aliou a Maia para tirá-lo do cargo e culpou o Supremo Tribunal Federal pela ausência de atuação direta do governo federal no combate à pandemia da covid-19 em Estados e municípios.

“O Brasil precisa ter uma solução, estamos à deriva. Não estou falando isso apenas por Manaus, mas pelo Brasil como um todo. O presidente da República está sem nenhum controle da política sanitária do País, ele está brincando com a vida dos brasileiros”, disse o advogado. “Não podemos no meio de tudo que está acontecendo, o Congresso estar em recesso. Precisamos de uma convocação imediata neste final de semana para discutir os rumos do País”, frisou.

24 thoughts on “Até Kakay, o advogado dos políticos, já pede a Maia que encaminhe o impeachment 

  1. Quando calarem totalmente as redes sociais e apenas restar a i$enção de$intere$$ada da mídia tradicional, a verdade será remodelada e então os argumentos do ínclito Kakay terão alguma credibilidade.

  2. Li o comentário de um colega, protestando contra a omissão de Rodrigo Maia, ante os crimes de Bolsonaro, os quais, há muito tempo, já teriam extrapolado a fundamentação para um processo de impeachment.
    Calma companheiro! A nenhum dos pretensos concorrentes à presidência da República interessa o cassação do Jair Messias. O que todos eles querem é que o capitão fale e faça mais merdas; pois é sobre esse esterco que os candidatos vão-se nutrindo, embora sabendo que o pior do ônus incida sobre a população. Qual seja: o afundamento de Bolsonaro significa o crescimento relativo dos seus adversários. Mesmo sem porem nenhum pé, no Palácio do Planalto, eles já estão dizendo que são tão ordinários quanto o atual chefe do Executivo.
    Por enquanto, o que Maia torce e até provoca, é que o nosso presidente doidivanas responda com mais escândalos, para que a turma do “quanto pior, melhor”, tenha motivos para latir contra Bolsonaro, e depois converter isso em bravata, lá nos palanques da vida!
    Trata-se daquela velha tática: deixar o que já está fedendo, apodrecer total; para aquilo que também já foi carniça, mais tarde, quando virar couro seco, parecer cheirosa ou inodora, se comparada à atual que ainda exala.

    • Trata-se daquela velha tática: deixar o que já está fedendo, apodrecer total; para aquilo que também já foi carniça, mais tarde, quando virar couro seco, parecer cheirosa ou inodora, se comparada à atual que ainda exala.

      Perfeito Sr. Paulo, boa análise,
      Aliás, nos tempos do Mensalão do Luladrão essa tática também foi usada pelo Poderoso Chefão da Máfia Tucanostra.
      È o urubu sobrevoando a “carniça”….

      abçs

    • Esse advogado nunca me agradou. Entretanto, porque ele se tornou inimigo do Bossalnaro, vejo-o com outros olhos!
      Pra frente, seu Kakay, que o Deus da dona Damares o abençõe.

  3. Maia diz que “o mais urgente é discutir o combate à pandemia”. E a melhor coisa que poderia ser feita a curtíssimo prazo para ajudar o combate à pandemia seria impeachar Bolsonaro e deixar Mourão assumir.

    • Sr. Wilson, o GENOCIDA tem que levar um pé bem no meio do orifício! Isso é líquido e certo!

      Agora, não se iluda com o Mourão, ele é outro mandrião!
      Deveria voltsr pro Clube Militar e deixar o Brasil em paz!

      Um abraço,
      JL

  4. O mais urgente para o combate à pandemia é a cassação de Jair Bolsonaro por crimes de responsabilidade em série na condução da crise sanitária. Improbidade administrativa, exemplo que Bolsonaro deu contra o que a Ciência e a OMS recomenda, como uso de máscara, evitar aglomerações, negacionismo sobre a existência e importância da Covid-19, provocando milhares de mortes de brasileiros com seu exemplo, o que pode ser caracterizado como crime de genocídio de nossos cidadãos, demissão de médicos que estavam à frente do Ministério da Saúde, colocando no lugar como “Ministro da Saúde” um intendente da Marinha não só inoperante como prescrevendo, até sua ida a Manaus, já em falta de oxigênio, o uso de medicamentos não indicados para a Covid-19, tendo tardado a encomenda de vacinas, seringas e agulhas e apostado com muito dinheiro um laboratório da Índia que, afinal, não entregou as vacinas … São vários os motivos (há outros também graves) que justificam o impeachment do atual PR. E isso tem de ser feito rapidamente, para que tenhamos no MS um sanitarista que saiba coordenar a distribuição de vacinas para os estados.

    Com o impeachment de Jair Bolsonaro, ficaremos também livres do sofista General Mourão, que atribui a falta de oxigênio em Manaus ao vírus mutante, justificativa pífia. Como já passamos da metade do mandato, legalmente Mourão não poderá tomar posse como Presidente. Teremos um mandato tampão de alguns meses com o presidente da Câmara, para organizar novas eleições para a Presidência e Vice-Presidência do Brasil. Ficaremos livres de Pazuello, e de toda a equipe que colaborou para matar milhares e contaminar milhões de brasileiros por Covid. E estes devem responder, após o impeachment, e sem prerrogativa de foro, a seus crimes e assassinatos de nossos cidadãos em juizado de primeira instância.

    Impeachment Já !

  5. O problema e povo nas ruas e o que se tem e o POVO A FAVOR DE BOLSONARO. Por isso nao podem fazer o impeachment. Ate o caca ou coco agora tambem com o mimimi, e brincadeira. A oposicao sabe que em 2022 o povo de novo elegera Bolsonaro dali essa historinha de sempre. Porem a MINORIA da qual faz parte este canal nao vai se impor a MAIORIA. Querem eleger outro esperem e trabalhem para 2026, porque se continuarem assim ele reelege um dos seus filhos ou outro discipulo dele. Vamos deixar o mimimi.

  6. Pqp todo bandido agora aparece aqui. Esse Bolsonaro deve ser muito escroto. Tudo de corruptos são agora gente de primeira aqui na TI. Esse fela é o maior corrupto do Brasil esse vagabundo só defende propineiro os honorários dele é todos de ladroes conversos pela amor de Deus, será que isso não acaba nunca?
    Ah país vagabundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *