Augusto Aras mais um do governo a fazer com que Bolsonaro perca votos

Aras permitiu pagamento de indenizaes e penduricalhos

Pedro do Coutto

Autorizando pagamentos superiores a R$ 400 mil por ms a 18 procuradores, o Procurador Geral da Repblica, Augusto Aras, criou mais um problema eleitoral para o presidente Jair Bolsonaro. Problema que se soma ao criado pelo ministro Marcelo Queiroga no caso dos autotestes e da vacinao infantil.

Na edio de quarta-feira, reportagem de Wesley Galzo, Estado de S. Paulo, revelou os atos autorizativos de Augusto Aras determinando pagamentos superiores a R$ 400 mil relativos ao ms de dezembro a 18 integrantes da Procuradoria Geral da Repblica. As explicaes do procurador geral no so de fcil compreenso, uma vez que no especifica as razes de tais pagamentos, de acordo com a legislao que se aplica matria.

SEM EXPLICAO – Na edio de ontem, Aguirre Talento, O Globo, tambm focaliza o assunto e acentua que h casos em que o pagamento chegou a R$ 471 mil. No surgiram explicaes a respeito de quaisquer medidas legais capazes de sustentar legitimamente os atos de Aras. Mas no somente esta a questo. O fato que a iniciativa desgasta o governo Bolsonaro, na medida em que coloca em destaque o pagamento que no mnimo conduz a uma interrogao.

De outro lado, produz uma reao naturalmente contrria ao pagamento feito. E numa terceira escala fortalece, sem dvida alguma, a reivindicao dos funcionrios federais, incluindo os do Banco Central e do Ministrio da Economia, em busca de reajuste que represente uma recuperao do valor de seus vencimentos, uma vez que h quatro anos no se verifica qualquer aumento nominal.

Os funcionrios se reuniram na quarta-feira em Braslia e defenderam apenas uma reposio inflacionria. Augusto Aras produziu um episdio de desgaste do governo com reflexo inevitvel na campanha eleitoral. Ele no levou em conta o reflexo poltico de seus atos, talvez admitindo a hiptese de que eles permanecessem sob sigilo da sombra. Foi um erro total. Inclusive, no levando em considerao a reao natural daqueles excludos por tais pagamentos.

AUTOTESTES - Na edio de O Globo desta quinta-feira, Melissa Duarte, Mariana Rosrio, Adriana Mendes e Giulia Vidale colocam em destaque o grave problema do crescimento dos casos de Covid-19 decorrentes da variante micron. A questo do diagnstico ganha uma importncia essencial, sobretudo porque na manh de ontem, na GloboNews,o ministro Marcelo Queiroga, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, colocou em destaque os autotestes, dizendo que as pessoas devem procurar os kits em farmcias.

Mas no se referiu ao preo dos kits de autoteste e tambm no mencionou como as pessoas podem informar sobre o resultado aos servios do Ministrio da Sade ou s secretarias estaduais e municipais. O custo dos equipamentos tornam-se impossveis para os grupos de renda mais baixa, a maioria da populao brasileira. Alm disso, a quem a pessoa informar o resultado ? Alm disso, preciso informar como os contaminados devem proceder, variando de caso para caso conforme a dimenso da virose.

O ministro Marcelo Queiroga no se referiu a esses pontos, deixando no ar problemas sem resposta e tambm no informando os canais de acesso s informaes decorrentes dos resultados dos testes. Est colocado mais um problema na trilha de uma srie de outros que envolvem o governo em seu quarto ano de mandato.

REAJUSTE – A GloboNews revelou na manh de ontem, quinta-feira, que a partir deste ms os aposentados e pensionistas do INSS sero reajustados em 10,6%. O teto da contribuio sobe assim de R$ 6.600 para R$ 7.087. O mesmo percentual aplicado a todas as outras escalas de remunerao, abrangendo todos os aposentados e pensionistas. Isso porque a lei em vigor que determina o reajuste anual do salrio mnimo inclui todos os segurados do INSS que assim tm as perdas inflacionrias relativas a 2021 repostas em 2022.

Porm, o que ocorre com todos os salrios que o processo inflacionrio atende sempre a reposio dos ndices, isso faz com que o aumento de preo corra na frente do poder aquisitivo dos salrios. Pior ainda a situao dos que, exemplo dos funcionrios pblicos civis que desde 2017 no recebem uma reposio inflacionria sequer, acumulam perdas em cerca de 27%.

3 thoughts on “Augusto Aras mais um do governo a fazer com que Bolsonaro perca votos

  1. Bom dia , leitores(as):

    Senhor Pedro do Coutto , esta na cara e bvio que o ” Procurador Geral da Repblica-PGR Augusto Aras , beneficiou seus comparsas dentro do MP .

  2. Um escrnio esse pagamento de 471 mil no contracheque de dezembro.
    Por que apenas 18 tiveram esse benefcio. O procurador geral tem o dever de vir a pblico explicar esse episdio.
    Definitivamente, o pas est virado ao avesso.
    Estamos vivendo a poltica de terra arrasada.
    Destruio do Meio Ambiente, da Educao da Sade. Alm de autorizar a pesca em rea de preservao, agora liberou a destruio de cavernas para empreendimentos comerciais. Tudo para os amigos ganharem dinheiro. Que horror.
    Para piorar, o ministro Queirodes, para no contrariar Bolsonaro, mantm o Kit Covid, como tratamento ineficaz contra a Covid.
    Isso tem que ser investigado a fundo. No possvel. O tal Kit s uma questo de f e tem potencial para piorar a situao do paciente.
    Tempos de trevas em tudo. No tem uma notcia alvissareira.

  3. Tenho observado uma letargia da sociedade, meio que aceitando tantas medidas contra o povo, em benefcio somente das classes dominantes.
    Enquanto bilhes rolam para o Fundo Eleitoral, bilhes para o Oramento Secreto, do migalhas de 400 reais para quem est precisando para comer e no morrer de inanio.
    Realmente, tenho que concordar com o ministro aposentado do STF, Eros Grau, quando escreveu em recente artigo no Estado: ” no existe Justia na Terra, s no paraso”.
    Acho que nem no paraso h justia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.