Ayres Britto fecha com chave de ouro o julgamento, condenando Dirceu e Cia. Ltda. por formação de quadrilha

Carlos Newton

Quase às 20 horas, o presidente do Supremo, Ayres Britto, começou a votar. Até agora, a maioria está com 5 votos pela condenação, contra 4 votos pela absolvição de quadrilha O voto de Ayres Britto é o último do processo e vai definir a situação da maioria dos réus.

Britto fechou o placar em 6 a 4. Fim de papo.

“Paz pública é algo relacionado à ordem jurídica”, disse ele, acrescentando que “a paz pública é essa sensação coletiva”, para então assinalar que “o trem da ordem jurídica não pode descarrilar”.

Em seguida, disse que “há uma liga entre as pessoas que se associam em quadrilha”.

No final, Britto vota como Barbosa e condena Dirceu, Delúbio, Genoino, Valério, seus ex-sócios, Simone, Kátia, Salgado e Samarane. O ministro só absolveu Geiza e Ayanna, que foram inocentadas por unanimidade.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *