Bancada mineira no Senado apoia candidatura de Renan Calheiros

José Carlos Werneck

Renan Calheiros, candidato do PMDB à presidência do Senado, tem garantido o apoio de todos os senadores de Minas Gerais, independente do surgimento de qualquer outro nome para o cargo.

Tanto Aécio Neves, do PSDB, quanto Clésio Andrade, do PMDB, e Zezé Perrella, do PDT, não participarão de qualquer dissidência pela presidência da Casa. Os parlamentares mineiros nem tocam no assunto. Mas pessoas próximas afirmam que não existe a menor possibilidade dos três parlamentares mineiros escolherem outra candidatura.

O apoio de Clésio Andrade não causa surpresa, pois além de ser correligionário de Renan, tem com ele uma dívida de gratidão. Como líder do PMDB, Calheiros foi o articulador da entrada do mineiro na sigla e, ainda, fez gestões favoráveis a demandas de Clésio, como a PEC do Tribunal Regional Federal de Minas Gerais e a indicação da magistrada mineira Assusete Magalhães para ministra do Superior Tribunal de Justiça.

“Os peemedebistas de Minas são fiéis. Eu não tenho dúvida de que o senador Clésio está fechado com o senador Renan”, afirmou o deputado federal Antônio Andrade, presidente do PMDB mineiro.

AÉCIO E O FUTURO…

Aécio Neves, por sua vez, não pretende envolver-se na disputa, pois trabalha com a hipótese de os peemedebistas mudarem de lado, no próximo ano, a depender das perspectivas de uma possível vitória oposicionista em 2014 .

No discurso oficial, a justificativa dos tucanos é a regra da proporcionalidade. “A regra é que a presidência cabe ao maior partido da Casa. O PSDB e o senador Aécio entendem isso”, declarou o senador Flexa Ribeiro, do PSDB do Pará.

Zezé Perrella ainda parece estar à espera da definição de seu partido, enquanto os senadores pedetistas Cristovam Buarque, do Distrito Federal, e Pedro Taques, de Mato Grosso, não apoiam Renan Calheiros e cogitam candidatura própria, embora tudo indique, até agora, que o PDT endosse a candidatura do peemedebista.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *