Banco Central j tem espao para comear a diminuir a taxa de juros

Resultado de imagem para taxa de juros charge

Charge do Gilmar, reproduo do UOL

Wagner Pires

Em 2015 o Tesouro Nacional emitiu R$ 857,4 bilhes em ttulos e resgatou R$ 727,9 bilhes dos ttulos anteriores, restando emisses lquidas de R$ 129,5 bilhes em ttulos pblicos, devidamente acrescentados dvida pblica federal.

Assim, a dvida pblica federal passou de R$ 2,295 trilhes em 2014 para R$ 2,793 trilhes em 2015, incorporando os R$ 129,5 bilhes em ttulos lquidos emitidos + R$ 368,5 bilhes de juros.

O custo da dvida pblica encerrou 2015 taxa de 16% ao ano, informa o Tesouro Nacional. De fato, se ns pegarmos os juros (R$ 368,5 bilhes) e dividirmos pelo montante da dvida no incio do perodo, isto , por (R$ 2.295 bilhes), acharemos o equivalente a 16,05%. Esta a taxa implcita da dvida pblica federal, o seu custo de manuteno.

RENDIMENTO ALTO – A maioria das aplicaes em renda fixa vem pagando mais de 10% ao ano. Tem aplicao em CDB pagando at 126% da taxa CDI, que de 14,13%. Ou seja, 126% de 14,13% que 17,80%!!! Que investimento produtivo est dando 17,80% de lucratividade?

Trocando em midos, enquanto a taxa estrutural da economia brasileira (Taxa Selic) estiver puxando o mercado de juros l para cima, o pas no vai estimular investimentos produtivos, de maneira alguma.

Vai continuar estimulando o mercado rentista, o que continuar fazendo com que a economia continue a se retrair. Principalmente o mercado de trabalho. Justamente por isso, o mercado financeiro continua se expandindo no Brasil enquanto as vendas no varejo despencam.

Por conta dessa retrao, a carestia (inflao) tem cado bastante em relao 2015. O Banco Central j tem espao para ir cortando os juros agora em outubro/novembro. Vamos aguardar.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Como se v nessa demonstrao do comentarista Wagner Pires, o Brasil est tentando criar um capitalismo diferente e inovador, sem o menor risco para o capital, desestimulando totalmente os investimentos em atividades produtivas. Sucessivos governos tm agido assim, em ritmo de alta irresponsabilidade, e com isso conseguiram transformar a dvida pblica numa verdadeira bola de neve, que deve aumentar incessantemente, at explodir. (C.N.)

12 thoughts on “Banco Central j tem espao para comear a diminuir a taxa de juros

  1. Resolver isso nem pensar, fora a poo de ladres do Sistema S.

    O dficit de R$ 170 bilhes previsto pelo governo interino de Michel Temer para 2016 seria equacionado com folga se os mais de R$ 339 bilhes de impostos sonegados no Pas desde o incio do ano fossem recuperados. o que revela o Sonegmetro, placar digital criado pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz) que foi exposto ontem pela primeira vez em Porto Alegre. O painel, fruto de um estudo da entidade, objetiva chamar a ateno dos brasileiros para os valores astronmicos da sonegao no pas.

    A meta fiscal de 2016 ter um dficit primrio que representa o terceiro rombo anual seguido nas contas pblicas. O resultado primrio a diferena entre receitas e despesas a maior parte da receita primria arrecadada com impostos cobrados sobre os grandes industriais e comerciantes. O Sonegmetro demonstra que a recuperao dos crditos inscritos na Dvida Ativa da Unio que fechou o ano passado em R$ 1,5 trilho , alm de conter o dficit, evitaria o aumento dos impostos que recaem sobre a populao brasileira.

    O Sinprofaz estima que, dos R$ 339 bilhes registrados pelo Sonegmetro, R$ 271 bilhes, isto , 80% do total, foram escoados em operaes de lavagem de dinheiro. Por isso, ao lado do Sonegmetro, foi instalada a Lavanderia Brasil, mquina de lavar gigante que simboliza os valores sonegados com a lavagem de dinheiro no Pas. Tanto a Lavanderia Brasil como o Sonegmetro fazem parte da Campanha Nacional da Justia Fiscal – Quanto Custa o Brasil pra Voc?, criada pelo sindicato.

    Procuradores – O rombo nos cofres pblicos provocado pela sonegao poderia ser ainda maior, no fosse o trabalho da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. A PGFN o rgo que tem por misso recuperar judicialmente os crditos tributrios e no-tributrios devidos por pessoas fsicas e jurdicas. Os procuradores da Fazenda Nacional (PFNs) so os advogados pblicos que atuam no combate sonegao e lavagem de dinheiro.

    Somente nos ltimos quatro anos, a ao eficiente dos PFNs resultou na recuperao direta de mais de R$ 76 bilhes e evitou, em um ano, a perda de R$ 500 bilhes dos cofres pblicos. O investimento na PGFN traz um retorno imediato ao governo e sociedade. Para cada R$ 1 investido na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, h retorno de R$ 800 reais para a Unio, explica o presidente do Sinprofaz, Achilles Frias.

    Os PFNs s cobram execues fiscais acima de R$ 1 milho, ou seja, dvidas oriundas de grandes empresas sonegadoras de impostos. A sonegao fiscal afeta a livre concorrncia e um dos motivos pelos quais os tributos no Brasil so to elevados. A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional no cobra o cidado comum ou o pequeno empreendedor. A PGFN est sucateada exatamente porque fiscaliza os grandes empresrios que, ao lanar mo da sonegao fiscal, conseguem produtos e servios mais baratos. O pequeno empresrio a vtima dessa realidade pois, alm de no conseguir crescer, sofre com a concorrncia desleal, ressalta Frias.

    • bom te ver por aqui, Froes. A sugesto muito boa, infelizmente, no posso usar o nome do Tamberlini, Froes, porque teria de pagar direitos autorais a ele…

      Abs.

      CN

    • Correto Sr. LIONO RAMOS FERREIRA, mas s o Banco Central baixar Instruo, e passa a existir.
      Foi quando Wall-Street pressionou muito ao ento Presidente do BC Sr. HENRIQUE MEIRELLES, na poca que estavam inflando a bolha do sub-prime nos EUA, e ele RESISTIU, nos livrando de gigantesco prejuzo ao Tesouro. Abrs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.