Bandidos em segurança máxima, cidadãos em segurança mínima. O exemplo de Nápoles e do livro de Roberto Saviano (mais de 2 milhões vendidos), o governo derrotando o crime.

Helio Fernandes

Nos últimos dias. Todo o noticiário (jornal, internet, diversas formas de tecnologia) está voltado para a guerra urbana (impossível outra denominação). Apesar de estar em andamento a formação de um governo, acreditava-se que nada seria mais importante.

Mas ninguém fala num aspecto revoltante; criminosos, de dentro de PENITENCIÁRIAS de segurança máxima, conseguem de lá, dominar tudo o que acontece aqui. E não só dominar, mas criar, provocar e dirigir essa guerra inacreditável. E que ninguém sabe quando terminará.

Li há tempos o livro de Roberto Saviano, “Gomorra”, que conta o domínio dos bandidos sobre a cidade de Nápoles, seus habitantes, suas autoridades, seu Poder verdadeiro. Hoje, (o livro ganhou o Grande Premio de Cannes em 2008), Nápoles é uma cidade tranquila, sem crime organizado, como o Rio já foi.

***

PS – Alguém do governo do Estado do Rio poderia dar uma lida nesse imperdível “Gomorra”. São apenas 349 páginas.

PS2 – Cabralzinho, não. Toda vez que vê um livro, pede garfo e faca, pensa que é coisa de comer.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *