Barbosa diz que aposentadoria do Supremo deve ser concluída em 15 dias

Brasília - O presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa, preside a primeira sessão de 2014 do CNJ (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Da Agência Brasil 

O  processo de aposentadoria do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, deve ser concluído em 15 dias. “Há uma tramitação. Não é assim tão simples. Leva uns 15 dias”, informou hoje (3) o próprio ministro, ao final da sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Na semana passada, Barbosa comunicou ao plenário da Corte que decidiu se aposentar no fim deste mês. Após a saída de Barbosa, o atual vice-presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, assumirá o comando da Corte. Barbosa tem 59 anos e poderia continuar na Corte até 2024, quando completa 70 anos e teria de ser aposentado compulsoriamente.

Antes de sua nomeação para o Supremo, o ministro Joaquim Barbosa foi membro do Ministério Público Federal, chefe da Consultoria Jurídica do Ministério da Saúde, advogado do Serviço Federal de Processamento de Dados, oficial de chancelaria do Ministério das Relações Exteriores e compositor gráfico do Centro Gráfico do Senado. Ele é mestre e doutor em direito público pela Universidade de Paris 2 (Panthéon-Assas) e mestre em direito e Estado pela Universidade de Brasília.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGQuando você se torna uma figura pública, sua vida passa a não mais lhe pertencer unicamente. Você assume uma espécie de compromisso com a coletividade. No caso de Joaquim Barbosa, ele havia se transformado num símbolo para muitos brasileiros que são pessoas de bem e insistem em lutar por um Brasil melhor. Ninguém esperava que o ministro fosse se autoeclipsar, de uma hora para outra, sem maiores explicações. Sua trajetória ficou pela metade. Tornou-se também um ídolo pela metade. (C.N.)

 

5 thoughts on “Barbosa diz que aposentadoria do Supremo deve ser concluída em 15 dias

  1. Prezado CN, sinto pela sua decepção, especialmente quando lamenta o fato de o JB ter se eclipsado. Por não conhecer a história do cidadão, você não percebeu que ele era o próprio eclipse.
    Paulo Sergio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *