Barroso diz em Harvard que “golpe militar é um fantasma de que nos livramos”

Luís Roberto Barroso

Barroso fez questão de elogiar os militares brasileiros

Eduardo Graça
O Globo

Em evento na faculdade de Direito da Universidade de Harvard, hoje pela manhã, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso celebrou os 30 anos de Constituição no Brasil. Durante palestra, Barroso comentou sobre os temores de um golpe militar.

— Não tenho medo de uma ameaça militar. Precisamos falar de coisas boas sobre os militares. Fui um militante contra o regime militar, fui um oponente. E parte do Brasil que não foi um problema nestes últimos 30 anos, desde a Constituição, foram os militares. Eles pagaram um preço muito alto por estarem no poder por tanto tempo e duvido que queiram voltar para lá. Nós e eles aprendemos nossa lição. Golpe militar é um fantasma de que nos livramos.

CORRUPÇÃO – O ministro disse também estar otimista em relação ao combate a corrupção no país. “A corrupção sistêmica é um processo cumulativo, sempre esteve lá, não nasceu há dois, três ou dez anos. Ela é sistêmica com participação de membros do Congresso, do Executivo, dos setores privados, das estatais. Mas devemos estar orgulhosos. Provavelmente nenhum outro país no mundo teve a coragem de expor o problema e lidar com ele como estamos fazendo agora. Estou convencido de que nada será como antes no Brasil. É uma luta dura, que se ganha com tempo, e por pontos, não por nocaute, mas estou otimista” — disse.

Barroso também comentou a possibilidade de uma nova constituinte, um projeto que não defende. “Sou completamente contrário a uma nova Constituição agora. Tenho medo do que viria em seu lugar, se decidirmos nos livrar desta. Nossa Constituição não é a ideal, mas cumpriu seu papel na transição do país de um regime autoritário para a democracia”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Não há dúvida de que fomos bem representados em Harvard, pois Luís Roberto Barroso, Sérgio Moro, Raquel Dodge e Ciro Gomes deram belos recados sobre a evolução da democracia brasileira, que sem dúvida está transcorrendo de forma positiva. (C.N.)

6 thoughts on “Barroso diz em Harvard que “golpe militar é um fantasma de que nos livramos”

  1. Combater a corrupção, que encontra-se entranhada tb no judiciário onde como disse a ex-corregedora Eliane Calmon tb tem bandidos escondidos atrás de togas, sem fechar a fábrica da corrupção é a mesma coisa que enxugar gelo. Barroso que continue fazendo a parte dele, e a parte política será feita pelos Políticos, com P maiúsculo.

  2. Continuas o mesmo!

    O lula está indo pra fogueira pra temer salvar o sistema
    Lula preso e temer e mais um porrão de criminosos soltos é uma covardia e uma injustiça

    Como sempre o ignorante paga o pato…

    Quanto é a participação do comando das FFAA em todo esse teatro?

    sanconiaton

  3. “A corrupção sistêmica é um processo cumulativo, sempre esteve lá, não nasceu há dois, três ou dez anos. Ela é sistêmica com participação de membros do Congresso, do Executivo, dos setores privados, das estatais. “.
    Ué, Barroso, e no Judiciário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *