Beatriz Segall – José Serra

Querendo ajudar seu candidato, (um direito inalienável e indiscutível dela) disse o seguinte: “O Serra costumava aparecer lá em casa, sua passagem por lá foi marcante. Arrumava os livros, brincava com as crianças, naqueles tempos era assim”.

Perfeito. Mas a grande estrela dos anos 70, precisa explicar que tempos ERAM ESSES. Antes de 1964, com 22 anos e “numa DEMOCRACIA”, Serra não precisava “brincar com crianças” para sobreviver. Nos anos 70, Beatriz Segall teve realmente projeção no Poder e relacionamento íntimo no círculo militar. Mas nesses anos, Serra estava no exterior, segundo ele mesmo, conquistando diplomas de engenheiro, professor, economista, diplomas que não conseguem ser registrados ou autenticados no Brasil.

Em 1977, quando ele voltou para o Brasil, Dona Segall não mandava mais e Serra não precisava brincar com crianças. Se divertia “brincando” com a candidatura de FHC, suplente de Montoro.

Aliás, Serra podia explicar a declaração de Dona Segall e ao mesmo tempo dizer, “porque coordenava a candidatura do único “CASSADO”, que disputou eleição ainda na ditadura”. Ha!Ha!Ha!

***

PS – Um ponto a favor de Serra: ele e eu tentamos registrar candidaturas em 1978, o TSE não registrou, explicaram: “Ainda estão cassados, não podem concorrer”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *