Bebianno diz que ministros não aceitam mais intervenções dos filhos de Bolsonaro

Resultado de imagem para bebiano

Bebiano espera ser comunicado da demissão para se posicionar

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

O ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno, disse que “quando acabar” sua participação no governo, “se sentir vontade”, vai “dar satisfações”. A frase foi dita em resposta ao ser questionado sobre seu desafeto, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

O ministro, que deve ser demitido nesta segunda-feira, 18, passou o dia num hotel de Brasília. Bebianno não recebeu visitas ao longo do dia, mas, em conversas com pessoas próximas, deixou claras a frustração e a mágoa com Carlos Bolsonaro.

R$ 1 MILHÃO/ANO – O ministro desabafou que considerou uma covardia o fato de Jair Bolsonaro não ter tido coragem para demiti-lo e considerou inaceitável assumir um cargo em Itaipu, apesar do salário três vezes maior – pouco mais de R$ 1 milhão por ano. A amigos disse que não veio para o governo para ganhar dinheiro e que será leal até o último minuto em que permanecer ministro.

Nas conversas, Bebianno tem avisado que não cai sozinho, pois tanto a ala política, quanto a ala militar do governo, estão decididas a afastar Carlos Bolsonaro da Presidência. Nos últimos dias o vereador tem sido mais comedido nas redes sociais, compartilhando mensagens institucionais do governo e assuntos do Rio, como a venda da bebida em blocos de carnaval.

O ministro soube de parte das informações sobre sua demissão pela imprensa, na noite de sexta, o que o deixou revoltado. Na madrugada deste sábado, publicou nas redes sociais um texto sobre lealdade e amizade. A jornalistas, afirmou que compartilhou porque “teve vontade” e que foi algo “conceitual”.

11 thoughts on “Bebianno diz que ministros não aceitam mais intervenções dos filhos de Bolsonaro

  1. Na extrema Imprensa, Bolsonaro é um mau-carater, ingrato, etc. Nas mídias sociais, que é o que realmente interessa e influencia a população, 90% apoia e concorda com a decisão do Presidente.

  2. Francamente, este tipo de progresso de desgaste de ministros está longe de ser uma novidade em nossa história.
    A mídia está hiperventilando sobre uma irregularidade que está longe de ser incomum, na ânsia de se livrar de Bolsonaro o mais rápido possível. Bolsonaro foi eleito a contragosto da mídia e ela não pode tolerar isso.
    E como já foi dito aqui nos comentários, a mídia estaria usando o caso contra Bolsonaro, fizesse ele o que fizesse em relação a Bebiano.

  3. “BLUE MONDAY”, ou o dia mais deprimente do ano.

    Este ano, na Inglaterra, a terceira segunda-feira de janeiro foi premiada com este título sombrio devido a uma combinação de blues pós-natal, noites frias e escuras e a chegada de contas de cartão de crédito não pagas.

    Aparentemente, um professor universitário conseguiu calcular precisamente o dia mais deprimente do ano, usando a seguinte fórmula:

    frac {[T + D-d] N ^ Q} {M Na}

    Onde :
    Tempo = T,
    Dívida = d,
    Tempo desde o Natal = N,
    Tempo desde o fracasso das nossas resoluções de ano novo = Q,
    Baixos níveis motivacionais = M
    e o sentimento de uma necessidade de agir = Na. “D” não está definido na versão, nem são unidades.

    Supostamente, a data foi calculada usando muitos fatores, incluindo: condições climáticas, nível de endividamento (a diferença entre a dívida acumulada e nossa capacidade de pagar), tempo desde o Natal, tempo desde o fracasso das resoluções de ano novo, baixos níveis motivacionais e sentimento de necessidade para agir.

    SEGUNDAS FEIRAS NEGRAS, em breve, no Brasil!:

    Houve um tempo em que a Grobo colocava no ar, nas noites de domingo, o programa “Sai de Baixo” com o verdadeiro intuito de diminuir a incidência de suicídios no Brasil, devido ao desespero e desilusão que o povo brasileiro vivia política e economicamente.

    A partir de agora, veremos…

    Presidento bundão com filhos birutas,
    Catástrofes Naturais,
    Desilusão do povo com medidas econômicas,
    Manutenção do índice de desemprego,
    Manutenção do toma lá da cá no governo,
    Crimes onde poderosos culpados saem livres,
    CORRUPÇÃO ativa e atuante.

    Essa segunda feira negra, 18 de Fevereiro, será apenas a primeira…

  4. Tem coisa mais idiota que governar teclando sopa de letrinhas num mundo virtual?

    A peleja do diabo com o dono do céu corre no mundo real onde um pai tem que produzir proventos para os seus.
    Midia social é pra quem não trabalha e nem tem o que fazer.
    Coisa de Zebedeu…
    Bozó style…

Deixe uma resposta para Lucas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *