Belo Monte a resposta brasileira contra a imposio de novas usinas nucleares ou termoeltricas altamente poluidoras

Carlos Newton

Fala-se muita bobagem a respeito de Belo Monte. Deveria ser um orgulho para o pas, que no precisa desesperadamente de energia nuclear, como acontece com a maioria das naes. As projees oficiais so de que o mercado brasileiro de energia eltrica crescer a taxas da ordem de 5% ao ano. Isso implica a necessidade de ampliao da capacidade instalada em cerca de 4.000 MW ao ano, considerando o perodo 2006-2010.

Para fazer frente a esse crescimento de mercado, precisam ser construdos no somente novos empreendimentos hidreltricos, mas tambm termeltricos, que geram poluio. Na Bacia do Rio Xingu, por exemplo, o nico aproveitamento hidreltrico em estudo de viabilidade o Complexo Belo Monte, constitudo de duas casas de fora, uma principal, com 11 mil MW, e outra, complementar, com 181 MW.

Atualmente, 50% do potencial hidreltrico brasileiro encontram-se na Amaznia, sendo que somente 5% esto aproveitados. Caso no se utilize o potencial hidroenergtico da Amaznia, economicamente e ambientalmente vivel, sernecessria a implantao de usinas trmicas utilizando combustveis fsseis (poluindo) e usinas nucleares (ameaando) para suprir as necessidades energticas brasileiras. Ser este o sonho dos ecolatras e ecochatos que tanto se opem a Belo Monte?

Alm do custo da energia de origem trmica ser superior, uma expanso com base em usinas termeltricas provocaria impactos significativos no balano de pagamentos, porque tanto os equipamentos principais quanto os combustveis so importados. Acrescente-se que a emisso de CO2 pelas usinas termeltricas muitas vezes superior emisso de gases pelo reservatrio da hidreltrica de Belo Monte, se considerarmos a energia gerada equivalente.

Por fim, Belo Monte o empreendimento hidreltrico brasileiro mais competitivo a ser implantado nos prximos 10 anos no pas. Seu custo de 12,4 US$/MWh (sem considerar o sistema de transmisso associado) ou de 20,5 US$/MWh (se considerarmos o custo da usina associado ao custo do sistema de transmisso).

E ainda surgem brasileiros combatendo a todo custoa construo da usina. So insuflados pelas mais de 100 mil ONGs estrangeiras que se instalaram na Amazniapara se apropriar das riquezas de nossa biodiversidade. O governo deveria proibir o funcionamento de ONGs estrangeiras no pas. No nos ajudam em nada.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.