Blatter se reelege na Fifa e promete “lutar contra a corrupção”. Só faltou dizer que será auxiliado por Ricardo Teixeira.

Carlos Newton

Joseph Blatter, que conseguiu se reeleger presidente da Fifa afastando seu único rival na disputa (Mohamed bin Hammam, do Catar), agora abandonou o discurso que mantinha de que não existe crise. Para ele, as bases do futebol estão “abaladas”.

Com incrível desfaçatez, Blatter promete anunciar medidas para combater a corrupção, voltar a unir o mundo do futebol, e lidar com esses riscos. “Temos de proteger o futebol”, disse, em um apelo à união da Fifa e em meio a aplausos hesitantes e cartolas sem graça. E não era para menos.

Blatter arranjou uma espécie de “advogado de defesa”, Jacques Rogge, presidente do Comitê Olímpico Intrenacional, que pediu “humildade” à Fifa diante da crise e comparou a situação aos escândalos de corrupção em sua entidade nos anos 90. “A Fifa está enfrentando alegações e controvérsias. Há anos, o COI também passou por isso. Mas saímos mais fortes com reformas internas. A humildade e reformas são as respostas”, disse Rogge, outro cartola que se eterniza à frente do Comitê, como é hábito no mundo do esporte.

Mas a verdade é que Blatter não tem mais a força de que dispunha. E tudo começou com a manobra de venda de votos para alijar a favoritíssima Inglaterra da disputa para sediar a Copa de 2018, que foi destinada à Rússia, e à Copa de 2022, que foi para o Catar.

O assunto é apaixonante e vai ter muito desdobramento. No Brasil, quem está fazendo a melhor cobertura é a emissora ESPN, com o repórter João Castelo-Branco dando um show. Ele foi a Londres e entrevistou os jornalistas que acusam Ricardo Teixeira de corrupção e indagam como ele continua presidindo a CBF. Os ingleses não conseguem entender isso, e os brasileiros não sabem como explicar. Realmente, não tem explicação, assim como o reinado eterno de Carlos Arthur Nuzman no COB. E muitos outros mais, nas Federações de diversas modalidades. Nada disso tem explicação.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *