BLOG COM PROBLEMAS: LENTIDÃO EXASPERANTE

Carlos Newton

Resultado de imagem para problemas no blog chargesDesde a tarde de hoje (dia 13 que não é sexta-feira), a “Tribuna da Internet” passou a ter problemas de acesso, apresentando uma lentidão exasperante, apesar de não estarmos com audiência massiva, como ocorreu semana passada, dias 8 e 9 de junho, quando passamos de 100 mil acessos diretos. Desta vez, não há justificativas técnicas desta natureza (número excessivo de leitores simultâneos, que estariam “engarrafando” o acesso ao blog, o envio de comentários e também a edição).

Já entramos em contato com a equipe técnica de nosso servidor UOL, que é excelente, e estamos aguardando que o funcionamento do blog se normalize. Durante os governos do PT sofremos sucessivos ataques de hackers, mas desde a saída da presidente Dilma Rousseff as coisas tinham se normalizado.

Bem, esperemos que desta vez sejam apenas “problemas técnicos”. De qualquer forma, uma coisa é certo — logo estaremos sempre voltando. Por isso, pedimos um pouco de paciência a nossos amigos.

6 thoughts on “BLOG COM PROBLEMAS: LENTIDÃO EXASPERANTE

  1. Paciência, Carlos Newton. Paciência é uma virtude e ajuda muito a viver com as adversidades. A gente percebe que você tem o suficiente. Vamos viajando com a música do Lenine

    Paciência
    Lenine

    Mesmo quando tudo pede
    Um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede
    Um pouco mais de alma
    A vida não para

    Enquanto o tempo
    Acelera e pede pressa
    Eu me recuso, faço hora
    Vou na valsa
    A vida é tão rara

    Enquanto todo mundo
    Espera a cura do mal
    E a loucura finge
    Que isso tudo é normal
    Eu finjo ter paciência

    O mundo vai girando
    Cada vez mais veloz
    A gente espera do mundo
    E o mundo espera de nós
    Um pouco mais de paciência

    Será que é tempo
    Que lhe falta pra perceber?
    Será que temos esse tempo
    Pra perder?
    E quem quer saber?
    A vida é tão rara
    Tão rara

    Mesmo quando tudo pede
    Um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede
    Um pouco mais de alma
    Eu sei, a vida não para
    A vida não para não

    Será que é tempo
    Que lhe falta pra perceber?
    Será que temos esse tempo
    Pra perder?
    E quem quer saber?
    A vida é tão rara
    Tão rara

    Mesmo quando tudo pede
    Um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede
    Um pouco mais de alma
    Eu sei, a vida é tão rara
    A vida não para não

  2. Meu caro Carlos Newton:
    Apraz-me dizer-lhe que, todo dia, leio seu blog com imensa satisfação.
    Queira Deus os hackers tenham se esquecido de mim. Sou tão insignificante que não valho a pena.
    Um abraço.

  3. Carlos Newton,

    Fiquei feliz ao saber que esta tribuna no qual já tive vários artigos publicados e sou leitor constante atinge mais de 100.000 visualizações em um único dia (inclusive está faltando aqui um contador de visitas). Contudo, considero muito pequeno o número de comentários nas postagens, com algumas exceções. É por isso que sempre estou insistindo num botão de compartilhamento das postagens, principalmente no Facebook onde o que é publicado aqui pode ter muito mais dimensão como já existe em outros sites e atrair mais comentários para que se saiba como aquele artigo repercutiu entre os leitores.Um abraço e sucesso!

    • Hipólito, agradeço muito suas sugestões, mas não temos condições de receber comentários demais, faço a edição e moderação do blog sozinho, se os comentários forem multiplicados, não terei como dar conta, hoje em dia tenho de fazer um esforço enorme para arrumar as coisas por aqui. O objetivo não é popularizar o blog, mas que ele seja lido por formadores de opinião, e isto já acontece.

      Abs.

      CN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *