Bolsonaro errou ao mandar a AGU processar o líder do PSL que o chamou de ‘vagabundo’

Bolsonaro quer processar Delegado Waldir por ameaça

Thais Arbex
Folha

O presidente Jair Bolsonaro acionou a  Advocacia-Geral da União (AGU) para processar o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), por ameaça. A Folha apurou que a equipe do ministro André Mendonça estava estudando, nesta sexta-feira, dia 18, quais medidas criminais são cabíveis contra o deputado, que chamou Bolsonaro de “vagabundo” e disse que iria implodir o governo.

Waldir afirmou na manhã desta sexta-feira que o Palácio do Planalto e ministros do governo estão atuando junto a parlamentares para derrubá-lo da liderança do PSL na Câmara. Ele disse ainda ter sido “traído” pelo presidente Jair Bolsonaro.

CALOR DO MOMENTO – O deputado deu as declarações ao chegar para uma reunião da executiva do PSL, um dia depois de ter sido divulgado um áudio em que o parlamentar diz que vai implodir o governo Bolsonaro — depois ele recuou e afirmou ter feito a fala em um “momento de sentimentos”.

“Nada do que eu falei [no áudio] é mentira. Se você for traído, como vai se sentir? Eu fui traído. O presidente pessoalmente está interferindo para me tirar da liderança. Isso não é traição?”, disse. O PSL vive há dias uma guerra aberta entre aliados do presidente da legenda, deputado Luciano Bivar (PE), e um grupo alinhado ao presidente Bolsonaro. O racha ficou evidente depois de Bolsonaro ter aconselhado um seguidor a esquecer o partido e ter dito que Bivar estava queimado.

CRISE – A crise no PSL extrapolou nesta quinta-feira, dia 17, as barreiras do partido e atingiu a articulação política do governo Jair Bolsonaro no Congresso Nacional. Em meio ao clima de beligerância no PSL, o presidente sofreu derrotas em série, foi chamado de vagabundo pelo líder do partido na Câmara, deputado Delegado Waldir (GO), e, em um contragolpe, decidiu tirar a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) da liderança do governo no Congresso.

O esquema de candidaturas laranjas do PSL, caso revelado pela Folha em uma série de publicações desde o início do ano, deu início a atual crise na legenda e tem sido um dos elementos de desgaste entre o grupo de Bivar e o de Bolsonaro, que ameaça deixar o partido.

O escândalo dos laranjas já derrubou o ministro Gustavo Bebianno, provocou o indiciamento e a denúncia do ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e levou a uma operação de busca e apreensão da Polícia Federal a endereços ligados a Bivar em Pernambuco.

AUDITORIA – Na última semana, diante disso,  Bolsonaro requereu a Bivar a realização de uma auditoria externa nas contas da legenda. A ideia tem sido a de usar eventuais irregularidades nos documentos como justa causa para uma desfiliação de deputados da sigla, o que evitaria perda de mandato. O episódio, no entanto, criou uma disputa interna na sigla, com a ameaça inclusive de expulsões.

A aliados Bolsonaro tem dito que só oficializará a saída do PSL caso consiga viabilizar a migração segura de cerca de 20 deputados do PSL (de uma bancada de 53) para outra sigla.

FUNDO PARTIDÁRIO – Nos bastidores, esses parlamentares já aceitam abrir mão do fundo partidário do PSL em troca de uma desfiliação sem a perda do mandato. A previsão é de que o PSL receba R$ 110 milhões de recursos públicos em 2019, a maior fatia entre todas as legendas.

A lei permite, em algumas situações, que o parlamentar mude de partido sem risco de perder o mandato —entre elas mudança substancial e desvio reiterado do programa partidário e grave discriminação política pessoal.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGBolsonaro, em sua ignorância e presunção, pensa (?) que a AGU pode funcionar como sua advocacia particular. Mas isso “non ecziste”, diria o Padre Quevedo. A função da AGU é defender a União em causas jurídicas, e isso não inclui ofensas a quem eventualmente estiver como ocupante oficial  do Planalto-Alvorada. O legislador conferiu à AGU a atribuição institucional de representar judicialmente os titulares e os membros dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, quanto a atos praticados no exercício de suas atribuições constitucionais, legais ou regulamentares e no interesse público. Para processar o Delegado Waldir, Bolsonaro terá de contratar um advogado. É mais uma bola fora.  (C.N.)

14 thoughts on “Bolsonaro errou ao mandar a AGU processar o líder do PSL que o chamou de ‘vagabundo’

  1. Um país sem esperança. Delfim Moreira, Dilma Roussef e agora Bolsonaro. O triste e ver que não teve um presidente siquer com a polaridade inversa destes três idiotas.

    Sem organizaçao, nada funciona adequadamente. Este conceito é mais antigo do que andar pra frente. Nossa miroeconomia, funciona na base do tranco. Através de artifícios contábeis a sonegaçao é gigantesca.

    Nos 5570 minicipios, a farra com o dinheiro público é alarmante. Não há contadores com conhecimento suficiente versados em Contabilidade Publica. O mais comum é: prefeito rico e município falido. E la mucca va nela palude (hipotético filme de Felline sobre o Brasil)

  2. O que temos é um “presidente” extremamente incompetente.Chega a ser mais incompetente do que a ex Dilma, por aí você pode sentir o fracasso desse governo.

    Cometeu estelionato eleitoral ao enganar os eleitores – eu fui uns deles, com promessa de ser diferente, porém, na verdade está cometendo os mesmos erros dos presidentes anteriores (salvo Itamar que foi um presidente correto).

    Li no jornal O POVO de hoje , que o “presidente” está comprando votos dos parlamentares com promessa de verba parlamentar para colocarem o Eduardo líder do partido ou coisa parecida..É o velho toma-lá-da-cá, ou não?

    Além do mais, deixou-se envolver pelos filhos dos quais um está envolvido em corrupção , e, quer fazê-lo embaixador nos Estados Unidos por cima de pau e pedra.

    Muitas outras coisas não republicanas e
    graves o “presidente” já aprontou , e, essa crise do partido pela qual se elegeu, veio confirmar sua incapacidade administrativa.

  3. Cesar, a construção está condenada e por isto está sendo “demolida” após estes presidentes, tudo estará no “chão” e aí talvez, teremos uma “lavada”, com sangue do povo, do terreno para uma reconstrução do país.

    • Com “sangue do povo? Pera aí. Chega, não? Mesmo porque já estamos tão sugados que não tem sangue nem prá lavar um lencibhi. Já choramos lágrimas de sangue e já basta, não?

  4. O presidente age como os ex-presidentes pestistas e o ditador venezuelano ,que tanto combate. Age de forma arrogante e presunçosa, coisa de gente despreparada para o cargo, e com total viés autoritário. Uma pena, a cada nova mancada perde mais e mais apoiadores.

    • Uéu uel uel!
      Tá com pena? Leva pra voce!
      Esse presidento NUNCA me enganou, e não me representa!
      Esteve o tempo todo na cara, na fachada, no procedimento, o cara nao vale uma bala!
      Depois de meses aguentando um batalhão de Zé bengas puxando o saco desse Minto vigarista, vamos presenciando os sentimentos dos enganados por um ze ruela desses….

      E vem aí o Zé carioca Luciengano Húk…
      Abraça essa?
      “Se voce acertar voce sai com” um Ipê pra limpar a sujeira de votar em mais um palhaço….

      QUEM QUER SER UM MILIONARIO!
      QUEM QUER DAR CERTO COMO O MARIO?
      QUEM QUER SANEAR ESTE BALNEÁRIO?
      VOTE PAPAGAIO HUCK, e conheça o serviço funerário…..

  5. Quem é Delegado Waldir? Realmente, a mídia nao consegue fazer uma análise isenta. O cara é o líder do PSL, começa a jogar contra o governo e chama o presidente de vagabundo. Bolsonaro realmente está errado, certo é este traíra que nunca mais ganhará um pleito nem para síndico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *