Bolsonaro anuncia que defenderá a Constituição, a democracia e a liberdade

Resultado de imagem para bolsonaro eleito 2018

MAgno conduziu a oração da vitória de Bolsonaro

Deu no G1

O presidente da República eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste domingo (28), ao ler o discurso da vitória na porta da casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que o novo governo será um “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.

Jair Bolsonaro derrotou Fernando Haddad (PT) no segundo turno e tomará posse como presidente da República em 1º de janeiro de 2019. De acordo com a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 96,27% das urnas apuradas, ele jáhavia recebido 56,1 milhões de votos (55,49%).

JURAMENTO – “Faço de vocês minhas testemunhas de que esse governo será um defensor da constituição, da democracia e da liberdade. Isso é uma promessa, não de um partido, não é a palavra vã de um homem, é um juramento a Deus”, afirmou.

Antes do discurso da vitória, Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook na qual disse que pretende “resgatar o Brasil”.

“Estou muito feliz, e missão não se escolhe nem se discute, se cumpre. Nós juntos cumpriremos a missão de resgatar o nosso Brasil”, declarou o presidente eleito.

COMPROMISSOS – Bolsonaro afirmou que terá condições de governabilidade e cumprirá todos os compromissos assumidos com as bancada que o apoiam.

“Temos tudo para sermos uma grande nação. Temos condições de governabilidade dados aos contatos que fizemos nos últimos anos com parlamentares, todos os compromissos assumidos serão cumpridos com as mais variadas bancadas, com o povo em cada local do Brasil que me estive presente”, declarou.

CORRENTE DE ORAÇÃO – Depois da transmissão no Facebook, Bolsonaro participou de uma corrente de oração conduzida pelo senador Magno Malta, na porta da casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Malta foi o primeiro candidato a vice-presidente na chapa de Bolsonaro, o PR, partido do senador,, não aceitou aliança.

Após fazer o pronunciamento, Bolsonaro declarou que Magno Malta vai trabalhar com ele no Palácio do Planalto.

33 thoughts on “Bolsonaro anuncia que defenderá a Constituição, a democracia e a liberdade

  1. Ridículo e patético, mas que defenda mesmo a constituição, pois caso contrário será defenestrado
    que nem a Dilma, alô Bessias, estamos de olho.
    Nojo ,nojo, nojo, nojo !!!!!!!!

  2. Pronto, o Malta, defenestrado pelo povo dele na terra dele, que seria um chupa-cabra a menos no erário nacional, já ajeitou uma nova teta, agora junto com o Bolsonaro. Tô falando que o $istema podre não tem mais jeito mesmo, é problema de junta, juntar tudo e jogar fora.

    • Vai arranjar uma boquinha para o amigo.E, a política do toma lá da cá continua. Os três filhos já têm postos garantidos.

      Mas, de qualquer forma, espero que o Presidente eleito faça pelo menos um pouquinho pelo Brasil.

    • Acabou? O clã Bolsonaro nesses 27 anos nomeou diversos familiares como do cônjuge para os gabinetes, como também fez nomeações cruzadas, uma praxe comum na Administração Pública para fugir da acusação de nepotismo. Inclusive parece que havia uma nomeada para a ALERJ mas que não pisava la…
      Aliás, o conceito de nepotismo foi flexibilizado pois o CNMP (e acredito o CNJ) andaram revogando suas resoluções sobre o tema.

  3. “Discurso da vitória de Bolsonaro”
    Conhecereis a verdade e a verdade os libertará. Nunca estive sozinho, sempre senti a presença de Deus e a força do povo brasileiro, orações de homens, mulheres, crianças, famílias inteiras, que diante da ameaça de seguirmos por um caminho que não é o que os brasileiros desejam e merecem, colocaram o Brasil acima de tudo. Faço de vocês minhas testemunhas de que esse governo será um defensor da Constituição, da democracia e da liberdade. Isso é uma promessa não de um partido não é a palavra de homem, é um juramento a Deus. A verdade vai liberar esse grande país e vai nos transformar em uma grande nação. A verdade foi o farol que nos guiou até aqui e vai seguir iluminando nosso caminho.

    O que ocorreu hoje nas urnas não foi a vitória de um partido, mas a celebração de um país pela liberdade. O compromisso que assumimos com os brasileiros foi de fazer um governo decente, comprometido exclusivamente com o país e o nosso povo e eu garanto que assim o será. Nosso governo será formado por pessoas que tenham o mesmo propósito de cada um que me ouve nesse momento, o propósito de transformar o Brasil em uma grande, livre e próspera nação. Podem ter certeza de que nós trabalharemos dia e noite para isso. Liberdade é um princípio fundamental. Liberdade de ir e vir, andar nas ruas em todos os lugares desse país, liberdade de empreender, liberdade política e religiosa, liberdade de fazer, formar e ter opinião, liberdade de escolhas e ser respeitado por elas. Esse é um país de todos nós, brasileiros natos ou de coração. Um Brasil de diversas opiniões, cores e orientações.

    Como defensor da liberdade, vou guiar um governo que defenda, proteja os direitos do cidadão que cumpre seus deveres e respeita as leis. Elas são para todos, assim será o nosso governo constitucional e democrático: acredito na capacidade do povo brasileiro que trabalha de forma honesta, de que podemos juntos, governo e sociedade, construir um futuro melhor. Esse futuro de que falo e acredito passa por um governo que crie condições para que todos cresçam. Isso significa que o governo dará um passo atrás, reduzindo sua estrutura e a burocracia, cortando desperdícios e privilégios para que as pessoas possam dar muitos passos à frente. Nosso governo vai quebrar paradigmas, vamos confiar nas pessoas, vamos desburocratizar, simplificar, desburocratizar e permitir que o cidadão, o empreendedor, tenha menos dificuldades para criar e construir o seu futuro. Vamos desamarrar o Brasil. Outro paradigma que vamos quebrar: o governo respeitará de verdade a federação, as pessoas vivem nos municípios, portanto os recursos irão para os estados e municípios. colocaremos de pé a federação brasileira. Nesse sentido, repetimos que precisamos de mais Brasil e menos Brasília. Muito do que estamos fundando no presente trará conquistas no futuro. As sementes serão lançadas e regadas para que a prosperidade seja o desígnio dos brasileiros do presente e do futuro.

    Esse não será um governo de resposta apenas às necessidades imediatas, as reformas que nos propomos são para criar um novo futuro para os brasileiros. E quando digo isso falo com uma mão voltada ao seringueiro no coração da selva amazônica e a outra para o empreendedor suando para criar e desenvolver sua empresa. Porque não existem brasileiros do sul e do norte, somos todos um só país, uma só nação, uma nação democrática.

    O Estado democrático de direito tem como um dos seus pilares o direito à propriedade. Reafirmamos aqui o respeito e a defesa desse princípio constitucional e fundador das principais nações democráticas do mundo. Emprego, renda e equilíbrio fiscal é o nosso compromisso para ficarmos mais próximos de oportunidades e trabalho para todos. Quebraremos o ciclo vicioso do crescimento da dívida, substituindo-o pelo ciclo virtuoso de menores déficits, dívida decrescente e juros mais baixos. Isso estimulará os investimentos, o crescimento e a consequente geração de empregos. O déficit público primário precisa ser eliminado o mais rápido possível e convertido em superávit, esse é o nosso propósito.

    Aos jovens, palavra do fundo do meu coração: vocês têm vivido um período de incerteza e estagnação econômica, vocês foram e estão sendo testados a provar sua capacidade de resistir. Prometo que isso vai mudar, essa é a nossa missão. Governaremos com os olhos nas futuras gerações e não na próxima eleição.

    Libertaremos o Brasil e o Itamaraty das relações internacionais com viés ideológico a que fomos submetidos nos últimos anos. O Brasil deixará de estar apartado das nações mais desenvolvidas, buscaremos relações bilaterais com países que possam agregar valor econômico e tecnológico aos produtos brasileiros. Recuperaremos o respeito internacional pelo nosso amado Brasil. Durante a nossa caminhada de quatro anos pelo Brasil, uma frase se repetiu muitas vezes: ‘Bolsonaro, você é a nossa esperança’. Cada abraço, cada aperto de mão, cada palavra ou manifestação de estímulo que recebemos nessa caminhada fortaleceram o nosso propósito de colocar o Brasil no lugar que merece. Nesse projeto que construímos cabem todos aqueles que têm o mesmo objetivo que o nosso. Mesmo no momento mais difícil dessa caminhada, quando, por obra de Deus e da equipe médica de Juiz de Fora e do Albert Einstein, ganhei uma nossa certidão de nascimento, não perdemos a convicção de que juntos poderíamos chegar à vitória. É com essa mesma convicção que afirmo: ofereceremos a vocês um governo decente, que trabalhará verdadeiramente por todos os brasileiros. Somos um grande país e agora vamos, juntos, transformar esse país em uma grande nação, uma nação livre, democrática e próspera. Brasil acima de tudo e Deus acima de todos.

  4. Boa Sorte Presidente Bolsonaro, pois vai precisar. Os últimos seis anos o PT colocou o país a pique e além disso, enfrentará a mídia e o sistema que o tentará derrubar todos os dias. Ainda bem que está bem acompanhado.

  5. Geringonça em Portugal e Gambiarra no Brasil. Agora vai. “A DEMOCRACIA, QUE NO BRASIL AINDA É UMA CRIANÇA, É UM BEM MUITO VALIOSO para ficar à mercê e ser representada por um $istema político tão fraco, tão apodrecido, tão vulnerável, tão mais furado do que queijo suíço, que permite a ascensão ao poder de qualquer coisa, qualquer picareta, qualquer traste, ou qualquer estrupício, 171, junto com uma horda de aduladores e aproveitadores, como disse Mourão Filho, lá permanecer, e lá praticar estragos terríveis e até irreparáveis, principalmente ao erário, e, por conseguinte, ao conjunto da população. A SURPRESA que poderia vir das urnas contra Bolsonaro, viria de onde Bolsonaro mais temia, do eleitorado mais humilde composto por milhões de pobres que Lula tirou da miséria e para miséria estão voltando com o Temer e camarilha no poder, enquanto serviçais do capital velhaco e do rentismo abusivo. Se essa gente faltasse com Lula, se essa gente negasse fogo e traísse Lula ( gente essa que, aliás, votou quietinha possivlemente com medo de represálias), Bolsonaro estaria com a mão na Taça, como de fato já está, embora, na minha opinião, por ora, Bolsonaro ainda não me parece digno dela e nem a mereçe, pelo que é, pelo que fez, pelo que representa, pelo que falou, e, sobretudo, porque continua me parecendo apenas um charlatão oportunista face ao momento histórico, digo, um impostor político temporal, oportunista, além do seu tempo e aquém do novo tempo, pilotando apenas mais 171, eleitoral, do $istema político apodrecido, desta feita pela direita, valendo-se da confusão e da poeira das ruas, que ainda não assentou, ocupando um lugar que a marcha da história talhou para outra pessoa, idealista, com projeto próprio, novo e alternativo de política e de nação, que não ele, à evidência. Taça essa que poderia estar nas mãos certas da pessoa certa, face ao momento histórico, se o PSOL tivesse aberto espaço para a liderança inédita, apartidária e revolucionária que norteou as Jornadas de Junho de 2013, cujas ideias levaram milhões de pessoas às ruas, de todos os segmentos sociais, todos juntos e misturados, direita, esquerda e centro, por um grande, novo e nobre ideal comum de nação. Resta saber agora se a Taça vai aceitar o Bolsonaro, ou vai tb dizer-lhe: você não. Vc não é a mamãe.” http://www.tribunadainternet.com.br/bolsonaro-anuncia-que-defendera-a-constituicao-a-democracia-e-a-liberdade/?fbclid=IwAR3nOLWoWQ3B_4As2A2MmV1pIuyMluK_IzoK-72Bmn9OMGxSWnY_SsT

  6. A musa carioca esta desesperada, perdeu o virgulino e agora perdeu o sanduba de mortadela, o odio dela e pelo simples fato de ela queria atencao de todos e escolheu o lado errado , agora chora , vai doer menos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *