Bolsonaro bate continência para o PIB e faz a defesa dos patrões

Resultado de imagem para bolsonaro na cni

Bolsonaro fez o discurso que interessa aos empresários

Bernardo Mello Franco
O Globo

Há 28 anos, Jair Bolsonaro é pago para elaborar leis e fiscalizar o Orçamento. O deputado está prestes a concluir o sétimo mandato, mas ainda não encontrou tempo para estudar o básico sobre contas públicas. É o que ele mesmo tem repetido quando comparece a sabatinas com os presidenciáveis. “Sou capitão do Exército, sou artilheiro. Mas de economia… eu não estudei economia”, disse ontem, em encontro promovido pela Confederação Nacional da Indústria. “Será que nós temos que entender de tudo?”, questionou.

Enquanto os adversários apresentavam ideias para resolver o desequilíbrio fiscal, Bolsonaro tentava desconversar. “Quem botou o Brasil nessa situação, se não foram os economistas?”, disse. Em seguida, ele pareceu mudar de ideia. Pediu que as perguntas da plateia fossem encaminhadas ao economista Paulo Guedes, que o apoia: “A pessoa adequada é ele, não eu”.

SEM DOMÍNIO – O presidenciável adotou a mesma tática para fugir de uma questão sobre educação. “Não quero falar daquilo que não domino”, escapuliu. “Quem tem competência pra tudo? Se nós temos de nos socorrer da esposa para administrar uma casa, quanto mais para administrar um país”.

Apesar de admitir que não entende de economia, Bolsonaro não vacila ao dizer que tomará o lado dos patrões em disputas com empregados. “Tem que fazer valer a vontade dos senhores”, disse, diante da plateia de empresários. “A grande mídia tem que parar de ver os senhores como bandidos. Ser patrão no Brasil é ser bandido”, continuou, sob aplausos.

MENOS DIREITOS – O candidato acrescentou que, se for eleito, os trabalhadores terão que decidir entre ter “menos direitos e emprego ou todos os direitos e nenhum emprego”. O capitão já havia batido continência para o PIB na terça-feira. Em encontro com empresários em São Paulo, ele se comprometeu a manter as reformas do governo Temer e a ampliar as privatizações.

Embora se esforce para vestir a farda de liberal, o deputado ainda tropeça no histórico de defesa das corporações. Na sabatina de ontem, ele disse que os militares merecem se aposentar mais cedo e defendeu que alguns políticos acumulem vencimentos acima do limite constitucional. “Quem tem aposentadoria, dá um extra-teto, se for o caso”, afirmou.

22 thoughts on “Bolsonaro bate continência para o PIB e faz a defesa dos patrões

  1. Você que lê este comentário, faça a seguinte coisa:

    1- abra o youtube;
    2- pesquise: vida nos EUA; como arrumar emprego nos EUA; como é trabalhar em um sub emprego nos EUA; quanto ganha em um sub emprego nos EUA; como é a vida nos EUA trabalhando em um sub emprego
    3 – depois de pesquisado isso, procure: vida no Brasil; como arrumar emprego no Brasil (kkkkkk); como é trabalhar em um sub emprego no Brasil (kkkkkk); quanto ganha em um sub emprego no Brasil (kkkkkkk); como é vida no Brasil trabalhando em um sub emprego (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)
    4- feito os passos anteriores, agora vá no Google e pesquisa: direitos trabalhistas nos EUA
    5- depois disto, pesquise também: direitos trabalhistas no Brasil.
    6- faça as conclusões de tudo que vc viu.

    Obrigado

  2. A perguna: O que Tancredo Neves, José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, FHC, Lula e Dilma entendiam de economia, de PIB, etc? A resposta: ABSOLUTAMENTE NADA !!!! E agora Bolsonaro têm que ser PHD em economia !!!!

    • O Sylvio foi de uma felicidade enorme! Extamente como ele o diz. E olha que os dois últimos presidentes quebraram o país, literalmente, além de serem verdadeiros experts em roubalheira. Aplicaram com perfeição a economia.

      Parabéns Sylvio Rocha. Parabéns.

  3. Quando esse “jornalista” ouvir falar em “delegação de competência”, entenderá qual é papel do administrador e deixará de publicar suas baboseiras tendenciosas. Qualquer livro sobre Administração poderá ajudá-lo…

  4. Ele acabará com a saúde dos idosos no Brasil, pois em matéria de cirurgia de catarata é um total incompetente!

    Aliás, não sabe nem extrair uma unha encravada.

  5. Alguém aí saberia me explicar como doze milhões de trabalhadores poderiam arranjar emprego se não for com um patrão?

  6. Uma hora o problema é que Bolsonaro está isolado, sem apoios.

    Agora, Bolsonaro bate continência para o pib e faz defesa dos patrões.

    Os comunistas estão desesperados, a boquinha vai acabar.

  7. Nenhum gestor tem obrigação de ser expert em tudo; uma prenoção de cada coisa basta-lhe.
    Seja Bolsonaro, ou quaisquer outros pré-candidatos, o que dá uma pista de como serão seus planos para cada setor, sob a administração federal, reside no tipo de tecnocrata que o eleito escolherá para cada pasta.
    Da figura central, o candidato a presidente, o que o eleitorado vislumbra são valores éticos e históricos, os quais sejam coincidentes com aquilo que uma corrente de eleitores acredita ser capaz de atenuar os problemas nacionais.
    Problemas nacionais? No Brasil, esta afirmativa nem sempre subsiste. O geral, muitas vezes, fica em segundo plano: meu interesse, do meu grupo, da minha comunidade partidária…….Os demais que se danem!

  8. Não sou dono da verdade.Apenas um observador. O Brasil e totalmente desorganizado. Quem ja militou na Contabilidade sabe que pouca coisa funciona a contendo. O percentual da carga tributaria e alto, mas a arrecadação e baixa. Todo mundo sonega através de uma infinidade de artificios. Sem falar na informalidade que é
    imensa.

    Querer aplicar os conceitos economicos americanos aqui, é no mínimo uma temeridade. Lá, uma fraude num balanço dá decadas de cadeia. Aqui, o empresário chega pro contador e diz: este ano quero ter prejuízo. Al Capone, por um simples caixa 2, pegou 12 anos de cadeia. Eles têm um Judiciário , que é a mola propulsora para o progresso de toda atividade humana, em qualquer democracia.

    Quando ministros da Suprema Corte, liberam bandidos já condenados pela justiça, concedendo-lhes indulto, isto significa que está tudo liberado para todo tipo de crime

    Está na hora de se substituir os dizeres da Bandeira Nacional por SALVE-SE QUEM PUDER

  9. Os esquerdopatas estão em polvoroza. Quanto mais atacam o Jair Bolsonaro, mais eleitores declaram o seu apoio a ele. É que esses bostas doentes da falida esquerda (desculpem a redundância) são tão manjados pelos trabalhadores e empresários honestos, que estão colaborando para que o Jair vença no primeiro turno. Temos apenas o receio do roubo na urna eletrônica, como aconteceu com na Venezuela, com o povo morrendo de fome. Nós vamos trocar um esquerdopata brasileiro por dois trabalhadores venezuelanos. Assim, ficamos livres para crescer e desenvolver.

    • (Ligando o odo IRONIA)

      Cumunista !!

      Petista !!

      Petralha !!

      Mortadela !!

      Bolivariano !!

      Esquerdopata !!

      (Desligando o modo IRONIA)

  10. Repito as palavras do Elmir:

    “Lá, uma fraude num balanço dá decadas de cadeia. Aqui, o empresário chega pro contador e diz: este ano quero ter prejuízo. Al Capone, por um simples caixa 2, pegou 12 anos de cadeia. Eles têm um Judiciário , que é a mola propulsora para o progresso de toda atividade humana, em qualquer democracia.
    Quando ministros da Suprema Corte, liberam bandidos já condenados pela justiça, concedendo-lhes indulto, isto significa que está tudo liberado para todo tipo de crime. Está na hora de se substituir os dizeres da Bandeira Nacional por SALVE-SE QUEM PUDER”

    E reafirmo:

    Quando a instância máxima do Poder Judiciário perde a vergonha e passa a proteger bandidos OSTENSIVAMENTE, na frente de adultos e de crianças, é porque O PAÍS ACABOU.
    Portanto, quem não quiser presenciar o naufrágio iminente “de corpo presente” e quem já juntou condições financeiras já deve ter percebido que esta é a hora de ir preparando as malas e de tirar a poeira do passaporte, lembrando o velho Titãs:

    “Pulgas, que habitam minhas rugas
    Oncinha pintada zebrinha listrada
    Coelhinho peludo. Vão se xxx!
    Porque aqui na …….(Bananolândia?)
    Só bicho escroto é que vai ter”

  11. A título de curiosidade, veja este anuncio de um seminário para empresários brasileiros, que só se tornou possível graças às décadas que fomos governados pelas quadrilhas e mercenários do PSDB e do PT, todos eles “entendidos em economia”:

    “Curso Especial Sodepe – Benefícios fiscais para a constituição de empresas brasileiras no Paraguai.

    Objetivo :
    No Paraguai os fatores de produção são amplamente vantajosas ao industrial, tais como Imposto único apenas na saída do bem exportado, custo de energia 70% menor que a brasileira, tributação no salário 65% menor que a brasileira e ausência de tributação sobre a renda da indústria, contando com ofertas de uma infraestrutura competitiva e completa à apenas 11 km do Brasil, e isto em um ambiente político estável e favorável ao mercado, com uma economia em crescimento de 3,5% ao ano.

    No seminário, além de abordar com profundidade todos os pontos relativos à constituição da empresa no Paraguai, serão abordadas as melhores estratégias para alcançar o mercado brasileiro, considerando a tributação e modalidades de importação no Brasil, incentivos estaduais, regimes especiais de distribuição e fechando o dia com uma planilha comparativa Brasil x Paraguai abordando toda a estratégia da palestra.

    Publico
    O Curso é voltado para indústrias, distribuidores, prestadores de serviço e interessados no assunto que buscam melhorar a sua competitividade, e entender porque o Paraguai é considerado o 2º melhor país da América Latina para retorno de investimentos para as indústrias instaladas.

    Conteúdo Programático:
    Visão e os benefícios gerados no Paraguai;
    – Procedimento para constituição de uma sociedade;
    – Sistema bancário adotado;
    – Vantagens oferecidas pelo Sistema Tributário paraguaio;
    – Vantagens oferecidas pelo Sistema Trabalhista paraguaio;
    – Logística de entrada e saída;
    – Zona Franca Industrial no Paraguai;
    – Comparativo entre: Maquila X Zona Franca do Paraguai;
    – Benefícios financeiros e tributários paraguaios em relação aos brasileiros;
    – Made In Paraguai Pré-requisitos e o certificado de origem ”

    Infelizmente, o Brasil corre o risco de se tornar, daqui há uns quinze anos (se durar tanto), o pária da America Latina, até mesmo quando comparado à Bolívia, que está crescendo, há mais de uma década, a uma média anual de 5%.

    Somos donos de um barco a motor, mas os governantes nos deixam usar apenas os remos…

    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/12/1947163-brasileiros-abrem-7-de-cada-10-industrias-do-paraguai.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *