Bolsonaro brinca com a verdade e pode sofrer impeachment com apoio do Supremo

STF recomenda soltar presos idosos, grávidas e doentes por conta ...

Mandato de Bolsonaro está nas mãos de Marco Aurélio

Carlos Newton

Embora não tenha tido a ampla repercussão que merecia, é muito grave a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, ao pedir que a Procuradoria-Geral da República se manifeste sobre a notícia-crime apresentada contra o presidente Jair Bolsonaro, por colocar em risco a saúde dos brasileiros em seu pronunciamento da semana passada sobre a pandemia de coronavírus.

A situação é delicada, porque o ministro Marco Aurélio Mello já demonstrou a intenção de aceitar a denúncia-crime. Em entrevista ao Estadão nesta segunda-feira, dia 30, ele disse que ficou “pasmo” com a atitude do presidente Jair Bolsonaro de sair às ruas e cumprimentar populares mesmo diante do avanço da pandemia do novo coronavírus.

EXEMPLO VEM DE CIMA – “Não é possível que todos estejam errados, e só o presidente da República esteja certo. Cada qual procede da forma como deve fazer. Vamos repetir mais uma vez e à exaustão: o exemplo vem de cima. Sempre há tempo para evoluir”, afirmou Marco Aurélio Mello, que reprovou o passeio de Jair Bolsonaro pelas ruas do Distrito Federal no último domingo (dia 29).

“Eu espero a evolução por parte do presidente quanto a encarar a crise como muito grave. E as medidas devem ser um pouco mais profundas. Eu fiquei pasmo quando vi que ele visitou cidades satélites, confraternizou com o povo, é algo que nos deixa tristes. Muito tristes”, criticou o ministro, na entrevista a Rafael Moraes Moura.

NOTÍCIA-CRIME – No caso da aceitação da notícia-crime pelo Supremo, o presidente da República será processado e estará aberta a porta para seu impeachment, que ele mesmo já antevê, pois tem consciência da irregularidade de seus atos e até chegou ironicamente a indagar neste domingo: “Se mudar o presidente, resolve?”.

O detalhe importante é que a aceitação da notícia-crime independe de apoio da Ministério Público. Mesmo que a Procuradoria-Geral da República peça o arquivamento do caso, o ministro-relator Marco Aurelio Mello pode entender que há comprovação de dois crimes de responsabilidade, pelo menos:

  • “Intervir em negócios peculiares aos Estados ou aos Municípios com desobediência às normas constitucionais” (Artigo 6º, inciso 8).
  • “Proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo” (artigo 9º, inciso 7º).

APELO A VILLAS BÔAS – Os generais do núcleo duro do Planalto estão preocupadíssimos com a insanidade de Bolsonaro, a ponto de terem pedido apoio ao general Eduardo Villas Bôas, que está em gravíssimo estado de saúde, mas aceitou distribuir no Twitter uma nota de solidariedade.

Na mensagem, compartilhada nas redes sociais por Bolsonaro, Villas Bôas elogia o presidente e fala que o Brasil pode encarar “consequências imprevisíveis”, que seriam fruto de “ações extremadas”.

Em meio a mais essa encenação, Marco Aurélio Mello diz que, “sem dúvida” o isolamento social é a melhor forma, neste momento, de frear a propagação da covid-19. “Temos de guardar a quarentena, para não inviabilizar o atendimento médico no campo da saúde, porque se houver um número excessivo de contagiados, a nossa saúde não atenderá a todos. Isso que preocupa”, frisou o ministro.

###
P.S. 1
Nota-se que há claramente um embate no Planalto. De um lado, Bolsonaro e os filhos, em seu eterno envolvimento com “teorias conspiratórias” e sua luta precoce pela reeleição; do outro lado, o núcleo duro do governo, que tenta se socorrer usando indevidamente o prestígio dos militares, através de Villas Bôas..

P.S. 2O grupo que detém o poder pensa (?) que as Forças Armadas avalizarão suas sandices, que estão prejudicando seriamente a imagem do país. Mas isso não acontecerá. Os militares não se desviarão da legalidade e saberão distinguir entre um impeachment legal e um golpe de estado ilegal. (C.N.)

45 thoughts on “Bolsonaro brinca com a verdade e pode sofrer impeachment com apoio do Supremo

  1. Quando do Golpe de 2016 as Forças Armadas foram perguntadas sobre se garantiriam a manutenção do governo em vias do processo de impedimento orquestrado pelas forças políticas.
    Na ocasião, preferiram não se meter, deixando a coisa seguir o rumo que fosse – uma etapa da Democracia que deveria ser respeitada.
    Agora, quando o Presidente louco apronta das suas – muito mais que atrapalhada – mostrando grande insanidade, mentre transtornada e personalidade egocêntrica e criminosa (senão, esquizofrênica, logo, sem capacidade para dirigir o país) insinua que as Forças Armadas devam se meter…
    Nota-se a canalhice.

  2. Acho muito fácil conter os criminosos que ocupam o congresso e o stf.: os caminhoneiros param o país e eles já prometeram isso nesse caso, e o povão parte para as ruas. Muitos do exército o farão também. Aí , já viu né.

    Eu não quero isso, mas a esquerdinha não para de jogar gasolina no fogo.
    Depois não reclamem.

  3. A INSENSATEZ DA OMS DIANTE DO VÍRUS CHINÊS

    J R GUZZO, Oeste, 30mar20

    De toda a maciça produção de mentiras, declarações hipócritas e decisões desastrosas, devidas à ignorância ou à má fé, tomadas até agora para enfrentar a epidemia trazida pelo coronavírus, provavelmente nada iguala a estupidez de autoridades e “personalidades” brasileiras em sua insistência de exigir fé religiosa no que diz a Organização Mundial de Saúde. A OMS, um alarmante cabide de empregos que serve de esconderijo, na segurança da Suíça, para marginais que frequentam os galhos mais altos de ditaduras africanas e outros regimes fora-da-lei, é tida no Brasil como “autoridade em saúde mundial”, por “ser órgão da ONU”.

    Mas a OMS não é uma organização científica. É um agrupamento político a serviço de interesses terceiro-mundistas, antidemocráticos e opostos à liberdade econômica. O resto é pura enganação.

    Ainda agora ouvimos o presidente do Senado – imaginem só, ninguém menos que essa figura, o presidente do Senado –nos instruir, em tom gravíssimo, das nossas obrigações de seguir em tudo o que a OMS está mandando fazer sobre o coronavírus. É claro que você já sabe o que eles querem: confinamento geral e rigoroso da população, e repressão à atividade econômica. Sem que se saiba direito porque, o ministro Gilmar Mendes, que por sinal andava esquecido com todo esse barulho, entrou no assunto. “As orientações da OMS devem ser rigorosamente seguidas por nós”, disse Gilmar. “Não podemos nos dar ao luxo da insensatez.

    Obviamente, nem um nem outro têm a menor ideia do que estão falando. Quanto ao chefe do Senado, naturalmente, é exatamente o que se pode esperar. No caso do ministro, a única coisa que faz sentido dizer é o seguinte: insensato, mesmo, é ouvir o que a OMS diz sobre saúde, por cinco minutos que sejam.

    Questão de ponto de vista? Nem um pouco. É uma pura questão de fatos. Vamos a eles. Durante quatro semanas inteiras, ainda em dezembro de 2019, com o vírus deitando, rolando e matando à vontade, o governo da China se recusou a admitir a existência de qualquer problema na cidade de Wuhan, o berço desse pesadelo. Não se tratava de nenhuma discussão acadêmica –era um caso de polícia secreta, como é comum acontecer em ditaduras quando aparecem problemas com os quais o governo não sabe lidar. O governo da China não apenas mentiu, dizendo, repetidas vezes, que não havia epidemia nenhuma. Prendeu médicos e cientistas que alertaram sobre o vírus. Pesquisadores sumiram e nunca mais foram vistos até hoje.

    Laboratórios onde faziam seus estudos sobre o coronavírus foram destruídos. Provas materiais da existência do vírus foram confiscadas pelo governo e desapareceram. Todas as opiniões e conclusões diferentes das aprovadas pelo governo foram proibidas; passaram a ser consideradas “crime”. A China insistiu, até o último minuto, em permitir voos internacionais e em recomendar que os homens de negócio estrangeiros – da Itália, por exemplo –continuassem vindo para o país.

    E qual foi, desde o início, a posição da OMS? Dar apoio cego a tudo o que o governo da China determinou. Qualquer dúvida quanto à epidemia foi considerada como “preconceito” e “racismo”. A proibição de viagens à China por parte dos Estados Unidos foi oficialmente condenada pela OMS. Qualquer advertência sobre os riscos do coronavírus foram classificados como “agressão econômica” pelo órgão encarregado de cuidar da saúde do mundo. Até o dia 11 de março, meras três semanas atrás, a OMS se recusou a declarar a existência de uma situação de “pandemia”.

    E quem é o diretor-geral da OMS? Um político etíope, Tedros Adhamon Ghebreyesus, que faz parte do grupo que instalou, anos atrás, uma ditadura selvagem na Etiópia, e se mantém no poder até hoje. Como “ministro da Saúde” do regime, foi acusado de ocultar uma epidemia de cólera em seu país – pelo jeito, é uma de suas inclinações. E quem foi que colocou esse Tedros no comando da OMS? A China, usando de toda a sua influência dentro da ONU.

    Mas precisamos obedecer à OMS, não é mesmo? O presidente do Senado, o ministro Gilmar e a mídia que imagina saber das coisas nos dizem que eles são a autoridade número 1 da saúde mundial. Eis aí o Brasil ignorante, subdesenvolvido e destinado, sempre a ser o último a saber.

  4. Não acredito que alguns comentaristas desconheçam a sordidez do congresso, e ao lado de ministros do STF!

    A possibilidade de impeachment a Bolsonaro É REAL!

    A partir do momento que a sua conduta extrapolou, contestando determinações em nível mundial e da sua própria equipe de ministros escolhida pelo presidente quanto à permanência do povo em casa, Bolsonaro está se indispondo com quem não devia!

    Caso o congresso aceitar uma denúncia contra o presidente porque coloca em risco a vida alheia, diante de suas declarações estapafúrdias e irresponsáveis com relação ao vírus, cai Bolsonaro.

    Ou poderá acontecer a ideia de Jânio, que não deu certo:
    renunciou para voltar nos braços do povo.
    Se Bolsonaro sofrer o impeachment, seus milhares de seguidores poderão não aceitar a decisão e, como se diz na minha terra, o buchincho está feito!

    Na verdade, o atual morador do Alvorada precisa ser contido.
    Não há, no entanto, quem possa segurá-lo e evitar os despautérios proferidos pelo ex-atleta.

    Bolsonaro segue se equilibrando na corda bamba.

    • O que o Brasil precisa, urgente, é de testes, testes, testes.
      A tese de Bolsonaro poderia até sobreviver se o sistema de saúde identificasse, com precisão e rapidez, uma maior quantidade de portadores do vírus, principalmente os assintomáticos, potencialmente os maiores transmissores da Covid-19.

      Retirando das ruas os idosos, os portadores de doenças crônicas e os contaminados pelo vírus (assintomáticos ou não), ficaria muito mais fácil manter, em atividade., alguns segmentos, teoricamente com menos risco de novos contágios.

      Há de se considerar que este isolamento social apresenta falhas pela falta de comprometimento de inúmeras pessoas.

      Mas no momento atual, nem pensar outra alternativa a não ser mantendo a grande maioria em casa.
      Que venham os testes e parece que estão chegando.

      Não quero nem pensar na volta do desemprego em massa e a sequência de empresas quebrando.
      É complicado querer dar tratamento de rico a um país pobre, muito pobre.
      Testes, testes, testes, isto é a salvação.

    • Chicão, ele está instigando isso de propósito. Quer criar uma convulsão ao ser impichado.
      Deveria mesmo ser interditado.
      Tem um velho ditado que diz: Quem procura acha.

      Acho que o plano dele está dando certo.

      Um forte abraço e muita saúde pra aturar toda esta doença.
      Cordialmente.

  5. Bolsonaro não está na corda bamba são os comunistas mamadores que estão no fio da navalha.
    Quantas divisões de blindados tem o Marco Aurélio, o Carlos Newton e o Marcelo Copelli? Já batemos em vocês em 64 (eu estava lá), e vamos bater de novo, com vírus ou sem vírus.

  6. Nem o legislativo nem o judiciário nem a enprença tem o saco roxo pra fazer uma asneira dessa apesar de todo apoio e eco dos jornaleiros e mídias vendidas que fragorosamente, vergonhosamente democraticamente e de 4 lambem as partes do poder.

  7. Pimenta,

    “Já batemos em vocês em 64 (eu estava lá), e vamos bater de novo, com vírus ou sem vírus.”

    Foi para mim essa ameaça??!!
    Eu fui vencido pelos militares em 64, EU??!!

    Aguardo a tua resposta, se quiseres, mas estou muitíssimo longe dessa tua declaração.

    • Não sei se você foi vencido, me referi aos comunistas que queriam uma ditadura comunista como agora.
      Eu não sabia e não sei de que lado você está.
      Eu estou do lado do governo eleito e vou defendê-lo.

      • Não sabes de que lado estou?

        Tu andas muito distraído, Pimenta.
        Precisarias ter mais cuidado com as tuas afirmações, pois eu morava em Brasília quando Jango foi deposto, 64, aliás, hoje aniversário desse acontecimento, que não li nada dos democratas e que se dizem defensores de presidentes eleitos, referentes aos 56 anos desse acontecimento histórico!

        Pois bem, se Jango tinha sido eleito, pelo que denoto não o defendeste;
        Jango não implantaria o comunismo, até porque nunca foi comunista;
        logo, presidente eleito tem um conceito relativo prá ti, Pimenta.

        Agora, Lula foi um presidente eleito, que roubou a dar com pau!
        Não vi convocações aos blindados e caminhoneiros para derrubar o ladrão e genocida.
        Muito menos houve comentaristas que pegaram em armas para defender a presidente eleita, ainda sem qualquer acusação e/ou condenação que tenha cometido crimes, pois livre, leve e solta!!!

        No entanto, com Bolsonaro, ÀS ARMAS!

        Tô fora!!!!
        Eu sairia com o meu pau de fogo para MOURÃO ASSUMIR, conforme fez o meu Rio Grande do Sul contra o resto do país, que não queria que jango assumisse com a renúncia de Jânio!!!!

        E tivemos um dos mais brilhantes e significativos movimentos no Brasil, denominado de LEGALIDADE!!!!

        Eu brigar pela ILEGALIDADE jamais!
        Eu lutar pela LEGALIDADE, contem comigo, mesmo aos 70 anos!!!

  8. Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito e tem como fundamentos:

    I – a SOBERANIA;

    Ué? Agora é obrigação seguir algum órgão internacional em assuntos INTERNOS?
    Caiu o art. 1-I da ConstituIção?

    Eu bem que havia notado que ninguém mais cumpre lei nenhuma. Cada governador e prefeito e juiz faz o que dá na telha….

  9. Olha aí caminhoneiros, sem nenhum crime cometido pelo presidente, ao contrário de Collor e Dilma, uma minoria de criminosos e seus apoiadores, que perdeu privilégios, quer fazer o mesmo com Bolsonaro.

    A essa altura , acredito que já sabem disto e estão sempre em contato com o governo para estabelecer medidas que garantam a democracia, a vontade do povo.

  10. Quanto ao exército, ele já sabe que ninguém vai preso aqui por maior que foi o crime, como no caso dos corruptos do mensalão e petrolão com Lula e Zé Dirceu por chefes, inclusive até viajam para o exterior mesmo condenados.

    Não vai ser gente do exército que será punido por defender o povo contra os criminosos que o prejudica, caso houver uma revolta.

  11. “Embora seja uma visão comumente relacionada com pandemias, o uso de máscara não é recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS)…”
    “Em Wuhan o uso se tornou obrigatório no auge da crise.”

    https://super.abril.com.br/saude/nao-usar-mascara-durante-a-pandemia-e-um-erro-alertam-cientistas-chineses/

    Agora o “Supremo Tribunal Chinês” vai derrubar o presidente Xi Jinping, pois ele não cumpriu as determinações da soberana OMS.

  12. Tirou a máscara, né CN?

    Os moleques incendiários acham que podem derrubar um Presidente porque ele saiu pra dar uma volta, cumprimentou alguém ou deu sua opinião sobre isso ou aquilo; tabacudos, desconhecem a diferença entre atos de governo e conversas de botequim.

  13. “Há 56 anos, as FA intervieram na política nacional para enfrentar a desordem, subversão e corrupção que abalavam as instituições e assustavam a população. Com a eleição do General Castello Branco, iniciaram-se as reformas que desenvolveram o Brasil.”
    Declaração do Vice-presidente Mourão. Alguma semelhança com os dias de hoje?

  14. Tá forçando uma barra incrível!!
    Tá doidim pra tomar um Impeachment no meio das “ideia”, só pode!
    Acho que cansou de brincar de presidente e quer ser encostado.
    Aposenta que é uma beleza.
    Vida de rei e rainha pro casal.
    O objetivo tá quase sendo alcançado.
    Só falta defecar na xícara do cafezinho em alguma reunião dessas…
    No exército deu certo… vai que cola… rsrs

    Atenciosamente.

  15. Ameaças desse tipo que li acima – blindados, caminhoneiros – que entrariam em ação na defesa de Bolsonaro mesmo sendo impedido LEGAL E CONSTITUCIONALMENTE, conforme foram Collor e Dilma, afirmo categoricamente que será um GOLPE DE ESTADO!!!!

    Os “democratas” deste blog não podem em hipótese alguma criticar a medida do congresso, caso entender impedir Bolsonaro, pelo fato que cansei de ler que, sem o parlamento, a democracia não existe!

    Cinismo e hipocrisia agora não!

    Quando reiteradas vezes clamei pelo fechamento do legislativo temporariamente – 6 meses, pouco mais pouco menos -, de modo que se fizessem as mudanças urgentes e importantes neste poder que apodreceu, e implodiu a si mesmo, recebi duras críticas.

    Ué, agora, os mesmos que se batiam no peito dizendo que eram democratas e que as instituições não podiam sofrer qualquer abalo, querem repudiar a decisão do congresso – caso se realizar, evidentemente -, se decidir pelo impeachment??!!

    Vão ter que aceitar e engolir, mesmo sem Gourmet!

    E, se as FFAA garantirem Bolsonaro no poder, mesmo sendo impedido LEGAL E CONSTITUCIONALMENTE, repito, haverá encrenca e da grossa, mesmo com o uso de caminhoneiros e blindados contra o povo, que vai protestar!

    DUVIDO que as FFAA não aceitariam a decisão do parlamento, pois no lugar de Bolsonaro ENTRARIA Mourão, muito melhor que o presidente em qualquer sentido.
    O Exército entrando em cena para manter ILEGALMENTE BOLSONARO, logo, GOLPE DE ESTADO, ocasionará um racha imenso internamente no Exército!!

    Se em situações graves, caóticas, as FFAA se mantiveram passivas e omissas, intrometer-se no processo “democrático” haverá militares de patentes superiores que não irão concordar, até porque os militares seguiriam no comando do país através do general Mourão.

    Muita empáfia, para eu não dizer fanfarronice, que os militares impediriam qualquer ação contra Bolsonaro SE ELE CONTINUAR DANDO PANO PARA MANGA!

  16. O Carlos Newton está embalado na onda do coronavírus e seus instintos mais primitivos comunistas afloram todos os dias. Desista amigo, o presidente Jair Bolsonaro continua firme e a esquerda vai ter que engolir até o último dia de mandato, depois vem a reeleição.

    Aqui mesmo vocês publicaram: General Villas Boas elogia Bolsonaro e diz que o Brasil pode encarar “consequências imprevisíveis”.

    Deu no Estadão, no artigo assinado por Gregory Prudenciano, que a Tribuna da Internet republicou. Querem o que mais? Fazer esse jogo insano de depreciar o presidente 24 horas por dia. Inveja de sucesso é uma desgraça!

    A Tribuna da Internet estava sendo um ponto fora da curva e representava os últimos suspiros democráticos na velha imprensa e seus velhos comunistas. Todavia, agora bateu o desespero. E olha que não é problema de dinheiro não. Nisso a TI aparentemente está salva, no que acreditamos, mas é ideologia doente mesmo.

    Estamos juntos presidente Bolsonaro. “Sobre Jair Bolsonaro, Villas Bôas diz que o presidente “não tem outra motivação que não o bem estar (sic) do povo e o futuro do País”, e que suas posturas mostram “coragem e perseverança nas próprias convicções”.”

    A esquerda chegou ao poder há muito tempo e o perdeu por representar apenas a montagem de quadrilhas que se apoderaram do poder para roubar, numa cleptocracia nunca antes vista ou tentada. Isso está em processo de desmontamento. Não tem mais “toma lá dá cá” e distribuição de ministérios. Isso é o incomoda e certamente provoca ressacas e sei que a turma gosta de um whiskynho…

    • O comentário de Clementino, acima, é aquele exemplo clássico e indesmentível do sectarismo nas suas últimas consequências!

      Aborda que a TI não é democrática, que está desesperada, querendo e se esforçando para a derrubada de Bolsonaro.

      Mas é muita falta do que escrever, Clementino.

      Postar um texto SUPONDO uma situação, e deixar os bolsonaristas tão nervosos, é porque nesse mato tem coelho!

      Quem sabe fora do poder, LEGAL E CONSTITUCIONALMENTE, descobrirão o Queiroz, a rachadinha do senador, os rompantes do Eduardo, e o autoritário Carlos??!!

      Agora, pelo que me consta, Newton não é parlamentar, não tem qualquer influência política para derrubar Bolsonaro, portanto, palavras desperdiçadas, desnecessárias, mas demonstrando que o fanatismo político ainda faz as suas vítimas!

      • Meu caro FBendl, onde está a democracia da TI? Foi-se, perdeu-se nas brumas do tempo, desde que o Presidente Bolsonaro foi eleito.
        Num ambiente democrático (plural) há espaço para todas as correntes (oposição, situação e centro), algo que, nos últimos meses, deixou de existir nessa Tribuna. Quem duvidar, leia as manchetes de cunho político.

        CN e Copelli exterminaram a democracia da TI. Como se não bastasse liquidá-la na página principal, vejo um ou outro comentarista reclamando de censura nos comentários, um péssimo sinal.

    • Estou espantado em saber, após a declaração do eminente cientista. sanitarista e político Sr. Gilberto Clementino dos Santos, que o nosso editor da TI, Dr. Carlos Newton está embalado na onda do coronavírus e seus instintos mais primitivos comunistas afloram todos os dias. Mesmo sabendo que no Brasil o coronavirus ainda sequer chegou, que ninguém neste país foi contaminado, o Dr. Carlos Newton, provavelmente a serviço do Partido Comunista Chinês e não é problema de dinheiro não porque o PCC está financiando a TI para dizer inverdades, e dinheiro não falta, e que ” nisso a TI aparentemente está salva”

      A TI está se enchendo de dinheiro enviado pelo PCC para desestabilizar emocionalmente os brasileiros, concluo do que fala o Sr.Gilberto Clementino dos Santos, para poder vender mais caro, em dólares, os seus produtos industriais para o Brasil, e o Dr. Carlos Newton está sendo pago pelo PCC para dizer que há circulação de coronavirus no Brasil, o que é uma mentira, pois o que temos visto no Braisl, segundo já informou nosso presidente da República, em vários comunicados, que o que está acontecendo no Brasil é apenas uma “gripezinha”, e que este “resfriado” nada tem a ver com a manipulação chinesa de fabricar um virus letal, que só afeta a Europa, Estaos Unidos e outros continentes, que são inimigos da China.

  17. Prezada Lélia,

    O uso da pessoa do general, que está gravemente doente, a meu ver é uma imensa irresponsabilidade e crueldade com este militar que tão bem honrou a farda verde-oliva!

    Só em vê-lo sofrendo, sabendo que a sua vida tem pouco tempo, e lhe pedirem que faça declarações em apoio ao governo é sadismo!

    Saudações.
    Te cuida!

  18. Gostaria de ver uma nota desse general aí, defendendo a Petrobrás, Eletrobrás, Embraer e outras estatais estratégicas.
    Mas isso não interessa, defender o povo e seu futuro.
    O que querem, este grupo, é o aumento dos seus privilégios.
    Alguns ainda querem mais, dá para sentir o ódio represado, a vontade de torturar, matar, estuprar, proibir o controverso, como fizeram na ditadura…….dá para sentir a sede de sangue de longe.

  19. PS:

    -Que garantia tem o intocável Marco Aurélio que estará vivo ao final de agosto?
    -As autoridades, esclerosadas, ainda não perceberam a gravidade da situação e que a doença não conhece pronome de tratamento, nem título.

  20. Vão sonhando, vão sonhando, arautos do Apocalipse.E reclamam que a imprensa e hostilizada, tenho pena do próximo pesquisador terceirizado da foice, em abordagem na rua, vai escutar o que nunca imaginou… detalhe:passo todos os dias na porta da redação dessa porcaria, na Barão de Limeira, vontade de vomitar na recepção não falta.

  21. O simplório de sempre distorce tudo que se publica aqui. Mas ele não o faz com má intenção. É burro mesmo.

    Ele entende como ameaça a ideia de defender um presidente eleito legitimamente e que até agora não cometeu nenhum crime, das ameças de bandidos do congresso e do stf, com apoio da mídia mentirosa e corrupta, que querem derrubá-lo apenas por não irem com o jeito dele. Pela sua estética.

    É BURRO mesmo.

  22. Impeachment só é possível se o povo apoiar. Golpe, somente com a participação das Forças Armadas.

    Não houve roubo, que é o que observa o povo,. Nem quebra da constituíção, que é o que observa as FA.

    $TF, Congre$$o e Impren$a, sem Povo e sem FA, não fedem e nem cheiram.

    Quem quiser que se aventure…

  23. Quem falando de “exemplo deve vir de cima”. Como se essa figura fosse ilibada, soltando marginais de colarinho branco. Na cabeça de um gaga, derrubando o presidente, que também não é flor que se cheire, vai acabar com pandemia, trazer sustento às famílias e promover a paz e o bem estar do país.
    Pq não apresentam uma alternativa viável ao envés de só baixar o pau?

  24. Esse esperneio todo é a síndrome de abstinência.
    Viciaram no roubo, trambique, maracutaia e estão em pânico.
    Não tem mais pixuleco e cargo e ministério para sugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *