Bolsonaro confronta ONU por não tomar vacina, rejeitar isolamento e pregar tratamento precoce

Bolsonaro abre Assembleia da ONU com defesa de marco temporal e ação  ambiental do Brasil

Bolsonaro inventou uma “realidade paralela’ para o Brasil

Eliane Cantanhêde
Estadão

O presidente Jair Bolsonaro usou a abertura da Assembleia-Geral da ONU para se gabar de vitórias dos governos passados, transformar erros da sua gestão em méritos e confrontar todo o mundo civilizado, ao discursar sem tomar vacina, fazer apologia do “tratamento precoce” contra a covid-19 e condenar o isolamento social.

Só faltou Bolsonaro se referir diretamente à “imunidade de rebanho” e atacar também as máscaras, mas não chegou a tanto. Sem vacina e depois de comer pizza na calçada em Nova York, falar em deixar todo mundo morrer e aparecer sem máscara seria demais, mesmo para padrões bolsonaristas.

TUDO AO CONTRÁRIO – Segundo o presidente do Brasil, massacrando a realidade e contrariando o consenso internacional, “a história e a ciência” vão responsabilizar quem batalhou pelas vacinas e pelo isolamento social e rejeitou a cloroquina e a ivermectina (que foram condenadas pela Organização Mundial da Saúde e por todas as agências sanitárias mundo afora). Na verdade, ocorrerá o oposto: a história e a ciência condenarão quem trabalhou a favor do coronavírus e de tratamentos inadequados, como ele.

Convicto em sua realidade paralela, Bolsonaro voltou a insistir na ONU que seu governo tirou o Brasil do rumo do comunismo — o que é não só ficção, mas uma fraude histórica —, e fez a descrição de um país onde tudo está uma maravilha: queda do desmatamento, comunidades indígenas livres e felizes, recuperação de credibilidade externa, economia de vento em popa, empregos brotando, vacinas para todos.

LEVANTE O DEDO – Quem acha que não é bem assim, levante o dedo! Mas, por favor, não como o dr. Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, para manifestantes anti-Bolsonaro na Big Apple.

Além de criticar diretamente o “passaporte vacinal” exigido por todos os países responsáveis, inclusive o anfitrião, Bolsonaro convidou a todos a visitarem “a nossa Amazônia”, que, apesar de ele negar e esconder, vem sendo queimada e desmatada como poucas vezes se viu. Os fundos internacionais já até ameaçaram retaliar o Brasil e os próprios EUA já denunciaram a exportação criminosa de madeira de lei brasileira.

Atenção: praticamente todas as vitórias reais do Brasil citadas no discurso não são fruto do governo Bolsonaro, mas dos vários governos que o antecederam, como a legislação ambiental, considerada das melhores do mundo, a extraordinária geração de energia limpa, também invejável, e a posição brasileira entre os principais fornecedores de alimentos do planeta.

RELIGIÃO E FAMÍLIA – Como fecho de ouro, o presidente brasileiro destacou a “liberdade de culto e de expressão” no Brasil e defendeu “a família tradicional” como base civilizatória.

Ou seja: Bolsonaro virou as costas ao mundo no combate à pandemia, na preservação do meio ambiente e até no enorme esforço internacional pela inclusão e pelo respeito à orientação sexual e aos direitos LGBT+.

Logo, falou exclusivamente para o cercadinho do Alvorada.

24 thoughts on “Bolsonaro confronta ONU por não tomar vacina, rejeitar isolamento e pregar tratamento precoce

  1. Eu não acredito nem nas vírgulas do que essa jornalista escreve, essa é uma das tais que o Nelson Rodrigues chamava de Grã-fina de narinas de cadáver.

  2. Ricardo Popien

    Muita gente incensando o pronunciamento do Bolsonaro na ONU. Porém, mesmo que eu não tenha nada contra esse Presidente, acho que brincadeira tem hora, e paciência também tem fim. Pois vejam só uma pequena amostra das coisas que ele não sabe, não quer, ou não disse, porque ou tentou se omitir intencionalmente, ou não tem a menor ideia do que é realmente importante para o Reino:
    – pra início de conversa, não citou o milho e nem saudou a mandioca.
    – não definiu o gênero humano a que nós do Reino pertencemos, se homem sapiens ou mulher sapiens.
    – não soube dizer qual animal costuma se esconder atrás de uma criança, se um cachorro, um gato, um rato, ou um gambá.
    – não estabeleceu metas que possam ser cumpridas, nem se elas podem ser dobradas ou triplicadas.
    – não esclareceu se em caso de chuva as pessoas devem ficar na chuva, sair da chuva, ou comprar um guarda-chuva.
    – não conseguiu explicar se o Neymar e o Ganso são ou não são dois pernas de pau.
    – não disse se os recursos do pré-sal serão de 30%, ou 25% de 30%, nem se 30% ficará entre 7,5% e 12%, e muito menos se 30% segue sendo ainda 30%.
    – não revelou se é Getúlio, se é Jango, se é Collor, e nem se vai fazer acordo, renunciar, ou se suicidar.
    – não garantiu ter visto ou conhecido o ET de Varginha, nem se o respeitaria caso o encontrasse por aí.
    – não confirmou se o Rio de Janeiro é uma galáxia, e nem mesmo se é maior ou menor que a Via Láctea.
    – não apresentou nenhuma inovação tecnológica relevante, nem disse se conseguirá manter o vento estocado pela antecessora até o final do seu governo.
    – por fim, omitiu a informação mais importante sobre seu governo: se alguém vai ganhar, se vai perder, se quem ganhar vai perder ou vice-versa ao contrário, deixando a todos com a sensação de que todos podem ganhar, ou perder, ou empatar.
    Conclusão: foi um fiasco total.

    • Pelo menos havia criatividade no besteirol, nos exemplos citados.
      A presedanta falava como uma mulher sapiens, já esse presibronco discursa como um robot mal programado.

    • Ainda bem que Bolsonaro não proferiu nada dito pelo tal de Ricardo Popien, caso contrário sairia do prédio da ONU, em Nova Iorque, direto para um hospício e em camisa de força!

      O presidente sairia do Brasil só para ironizar a Dilma?
      Então que fizesse consigo mesmo, pois se a petista não dizia coisa com coisa, virando uma humorista contumaz, Bolsonaro o que diz no dia, no seguinte ou pede desculpas ou se desdiz!

      O seu último grande fiasco, que ensejou críticas até de seus seguidores, foi recente, dia 7 de setembro, quando despejou um caminhão de pedras em cima do ministro Alexandre de Moraes.

      Na quarta-feira, com o rabo entre as pernas, falou para o Brasil que jamais foi contra o STF ou qualquer um de seus membros!

      Quem se aproveitou dessa imbecilidade e covardia foi Temer, conduzido a Brasília em um avião da FAB, para intermediar uma trégua entre o presidente e o ministro!

      De lá para cá, Bolsonaro parece que
      nem sabe que temos um STF!

      Outro motivo para ser irônico seria mencionar as rachadinhas ou com seu filho ameaçando a CPI com armas de fogo ou se dizendo que não é coveiro para enterrar os mortos ocasionados pelo Covid 19.

      Haveria mais uma razão para ironia:
      Se antes culpava a China pela pandemia, depois de um “estudo” feito por TRÊS CHINESES, que disseram sobre o remédio da malária ter boa aceitação contra a pandemia, a China virou um país sério, honesto, e o vírus deve ter vazado dos laboratórios americanos!

      Quanta falta de criatividade do tal Ricardo.
      Brincar a respeito do que dizia a Dilma é como adulto querer fazer o mesmo com uma criança.
      Ou sai mijado ou vomitado ou terá que trocar a fralda.

      Que o Popien faça o discurso de Bolsonaro, na próxima vez que ele estiver diante de líderes mundiais, e mencione situações engraçadas com o próprio presidente.

      Não só mais criativo quanto honesto!

  3. “””Só faltou Bolsonaro … atacar também as máscaras, mas não chegou a tanto.”””

    Quem são aqueles três infratores, que estão atrás do Bolsonaro (na foto); que não estão respeitando as orientações de usar mascaras. Estão cuspindo ódio com covid nas costas do nosso presidente.

    PS: Queria ver a desculpa da vagabundagem esquerdista.

    1 – Eles não estão de mascara, porque já tomaram vacina.
    Aqui todo Brasileiro é obrigado a usar focinheira, mesmo vacinado.

    2 – Eles já foram testados.
    Mas, só o Bolsonaro é discriminado por não usar mascara.

    3 – …..

    4 – ……

  4. Eu fico meio chateado de sempre criticar você; mas, não posso deixar passar.

    Não, isso não é verdade. Se o Bolsonaro der dinheiro para os esquerdistas, eles vão usar esse dinheiro para atacar quem não é de esquerda; pois esquerdista tem muitos defeitos; mas, o mais predominante, é não raciocinar igual á qualquer bandido ou aproveitador comum.

    Ou como diz o velho ditado: “Se você não for esquerdista aos 17 anos, você não tem coração; mas, se você for esquerdista após os 30 anos, você não tem cérebro”.

    Resumindo: Eles não pensam em ganhar mais dinheiro. Eles querem controlar quanto dinheiro cada cidadão, de cada classe social, deve ganhar.

  5. C.N deu sorte, por não vivermos no comunismo (como afirmou o Bolsonaro na ONU).
    Se já estivéssemos no comunismo. C,N iria para o paredon.

    No post acima; coloca uma foto do Bolsonaro respeitando a norma da vagabundagem esquerdista, e só tirando a mascara na hora de discursar. E nesse post, O EDITOR C.N coloca três esquerdistas sem mascara atrás do Bolsonaro.

    A vagabundagem esquerdista trabalhou arduamente, para editar falas, fotos e fatos; para distorcer a realidade, e criticar o Bolsonaro; e o editor C.N comete dois atos falhos destes.

    • A distorção da verdade, impondo uma realidade falsa, insana, absurda, é tanta, que Bolsonaro teve a petulância de falar do comunismo na ONU, e seus sectários, robôs, seguidores, apoiadores estão em êxtase.

      Eu queria que fosse explicado quando que o Brasil teve o regime comunista, desde que a República foi proclamada em 1.889!?
      Quando?
      Por quem?
      Por quanto tempo?

      “Se já estivéssemos no comunismo. C,N iria para o paredon.”
      Frase que dá a entender que Bolsonaro nos livrou do comunismo!
      Convenhamos:
      uma afronta à verdade e um discurso absolutamente imbecil e ridículo!

      Bolsonaro declarou ilegal os partidos comunistas e socialistas no Brasil?
      Não.
      prendeu ou cassou parlamentares que se identificam com o comunismo e socialismo?
      Não.
      Manteve Lula preso?
      Não.
      Foi favorável à Lava Jato, que processou, condenou e prendeu supostos comunistas que roubaram este país, da forma como nunca antes visto no mundo?
      Não.

      Então que asneira é essa que, se estivéssemos no comunismo, o Editor iria para o paredón?!
      A menos que seja o desejo secreto do robô humanoide, que destila veneno, mas acusa os outros de odiarem Bolsonaro, tática manjada e sem qualquer efeito!

      Até o modo como se refere à oposição a Bolsonaro reflete a ira, a raiva, o repúdio a essas pessoas:
      “a vagabundagem esquerdista”.

      Mas vai ser cínico e hipócrita lá no Gabinete do Ódio, dentro do Palácio do Planalto!!!

      • Eu fiz uma brincadeira com o editor; e citei que o Bolsonaro “também” disse que nos não vivemos um comunismo (pelo menos não pleno); e você distorce tudo (como sempre). É; com certeza você já esta dando bom dia pra cavalo.

        No discurso Bolsonaro disse : “O Brasil, esteve próximo do socialismo”.

        As vezes eu fico na duvida, se é você que distorce; ou se você é inocente igual ao Pedro do Coutto, que, apenas comete o erro de se informar pela Globo.

        • hehehehehehehehehehehehe

          Bom dia, cavalo.

          Bolsonaro faz escola.

          O seu robô humanoide adota o mesmo procedimento:
          “não foi isso que eu quis dizer” ou “foi brincadeirinha” ….
          diz uma coisa e a desmente em seguida.

          Seja homem, e assume o que postas, e deixa de acusar os outros, que “distorceram” a tua “mensagem”.

          Brincar tem hora e momento, e não é neste blog que deves agir como criança!

          Toma juízo!

        • Aumentou a minha duvida. Eu estava na duvida, se você era mal intencionado ou ruim de raciocínio.

          Agora entrou mais um quesito na questão; você pode ser hiperativo. Lê, pensa, mente e xinga em apenas 2 minutos.

          PS: Eu já disse outras vezes, respeite o tempo do seu QI; demore pelo menos 1 dia, para tentar entender, o que você vai refutar.

          PS: Meu comentário lá em cima está claro; você já pensou na dignidade.

  6. Falou em religião, família tradicional, a verdadeira, não bizarra, macho e fêmea, cromossomo x e y, ou seja, realidade biológica, nada de ideologia, é demais para mundo distorcido das gazelinhas e daqueles que pensam como mulher, porém jamais serão!

  7. Pois é.
    Além de não liberar dinheiro à imprensa, igualmente cortou verbas da Educação, Segurança, Saúde, aumentou impostos, deu calote nos precatórios, não moveu uma palha para amenizar o desemprego, jamais se importou com a miséria e a pobreza, muito menos preocupou-se com o aumento da fome, reuniu-se com o centrão, libera recursos para melhorar mais ainda os salários dos militares, não pagará sequer a inflação no reajuste do Mínimo para o ano que vem, foi negligente e irresponsável com a pandemia …

    Mesmo que não liberasse recursos à mídia, caso feito algo de positivo para o país, haveria razão para elogios mas, Bolsinaro, revelou-se um antipatriota, que detesta o povo, que não se importa com o Brasil, que quer o poder de qualquer maneira!

    Não existem motivos para sequer dar-lhe bom dia, quanto mais elogiá-lo como presidente de uma nação sem futuro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *