Bolsonaro debocha da eficácia da CoronaVac, mas reafirma que comprará qualquer vacina aprovada pela Anvisa

Bolsonaro brinca com questões sérias e ignora expectativa da população

Daniel Gullino
O Globo

O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta quarta-feira, dia 13, a eficácia de 50,38% da CoronaVac, divulgada na terça-feira, dia 12, pelo governo de São Paulo. Bolsonaro disse que a “verdade” está aparecendo, sem especificar a que se referia, mas repetiu que o governo comprará qualquer vacina que tenha o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Ministério de Saúde já assinou um contrato para comprar 46 milhões de doses da CoronaVac.

A declaração do presidente foi feita durante conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada. Um homem falava sobre a importância da vacina contra a Covid-19, quando Bolsonaro disse, rindo: “Essa de 50% é uma boa?”

VITIMIZAÇÃO – Em seguida, o presidente afirmou que está há “quatro meses apanhando por causa da vacina”, mas que não quer “agradar quem quer que seja”: “O que eu apanhei por causa disso…Agora estão vendo a verdade. Estou quatro meses apanhando por causa da vacina. Entre eu e a vacina tem a Anvisa. Não sou irresponsável. Não estou a fim de agradar quem quer que seja”.

O mesmo apoiador disse, então, que o melhor imunizante é o feito pela AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxfod. Bolsonaro retrucou que a melhor é que “passar pela Anvisa”. Tanto a CoronaVac quanto a de AstraZeneca/Oxford  já estão sendo analisadas pela agência. “É a vacina que passar pela Anvisa. Seja qual for. Passou por lá…Já assinei um crédito de 20 bilhões (para comprar)”.

A CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, tem uma eficácia geral de 50,38%, anunciou nesta terça-feira o governo de São Paulo. Os dados incluem os voluntários do teste clínico que contraíram a doença, mas tiveram casos leves, o que mostra que o imunizante é capaz de proteger contra formas graves da Covid-19. A vacina supera o índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), apesar de o valor ser menor do que o índice 78% de eficácia anunciado inicialmente em relação a casos moderados.

EFICÁCIA –  A taxa global é menor do que os 78% porque inclui casos muito leves de coronavírus, ou seja, mesmo que a pessoa tenha se infectado, pode ter sido assintomática ou não ter necessitado de hospitalização. Para casos moderados e graves da Covid-19 – com hospitalização, inclusive em UTIs -, a eficácia do imunizante foi de 100%.

Durante a fase três do estudo, que ainda está em andamento, 252 pessoas já apresentaram infecção. Dessas, 85 receberam a vacina (e por isso a eficácia global de 50,38%) e 167 receberam uma substância placebo. Entre as infectadas após receberem o imunizante, ninguém precisou de internação hospitalar.

POLÊMICAS – A CoronaVac aparece em polêmicas e disputas políticas desde o ano passado. Em outubro, o ministro da Saúde, Eduardo, Pazuello anunciou, durante uma reunião com governadores, a assinatura de um protocolo de intenções para adquirir 46 milhões de doses. No dia seguinte, no entanto, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a “vacina chinesa de João Doria” não seria comprada pelo governo.

Após a declaração de Bolsonaro, o Ministério da Saúde voltou atrás. O secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, disse que se tratava de “uma interpretação equivocada” e que não havia “intenção de compra”. Um dia depois, em um vídeo ao lado de Bolsonaro. Pazuello afirmou que “um manda e outro obedece”.

A justificativa original de Bolsonaro era de que o governo não poderia comprar uma vacina antes do registro na Anvisa. Entretanto, ele chegou a falar depois que a CoronaVac não seria comprada mesmo se obtivesse aprovação da agência. Além disso, o contrato acabou assinado antes da análise da Anvisa, após uma medida provisória (MP) autorizar esse tipo de compra.

16 thoughts on “Bolsonaro debocha da eficácia da CoronaVac, mas reafirma que comprará qualquer vacina aprovada pela Anvisa

  1. Verdade Sr. Paulo
    A viúva da Marielle é uma ROCHA nos sapatos dos milicianos vereadores que na Alerj abundam. Os milicianos que não são eleitos são arregimentados com cargos pelos vereadores já cooptados pela milícia.
    A viúva da Marielle tem que se cuidar muito porque poderá morrer de unha encravada. rs

    O Fato Sr. Paulo é que o assassinato da Marielle atormenta essa família impiedosamente.

    Tenha certeza que essa gente não tem um segundo de paz. Assumiram o risco, e outros vão morrer…
    Inclusive o Queiróz e sua mulher. Esses sabem muito.

    Tem muita gente enlameada com essa história… o crime foi elaborado por muitos e estão envolvidos até o talo.

    Fico imaginando a vida do coitado do porteiro do condomínio Vivendas da Barra… esse então deveria sumir e o síndico então, não pode abrir a boca.

    Outra coisa escabrosa é a cocaína no Avião Milicio- presidencial.

    Ninguém abre o bico!

    Deu errado na primeira tentativa, já pensou se tivesse dado certo?
    Seria uma festa!!

    Finalmente temos um cocktail assustador, assassinatos de vários, cheques voadores pra cá e pra lá, primeira dama, segunda e terceira mulher laranjas, filhos laranjas e milicianos, advogados que mantem milicianos escondidos e não sabem de nada, o miliciano “condecorado” Adriano executado na Bahia, Rio das Pedras, Muzema, val do acaí, depósito em trocentas máquinas bancárias. Lojas de chocolates, socio com 50 por cento e retira lucro infinitamente menor que o outro.
    Produtos comprados à vista pela clientela, roubo de um cachorro que tinha já tinha dono… essa é demais! rsrs
    E a COCAÍNA!!
    Ninguém sabe, ninguém viu e o idiota do Heleno, jamais investigou!

    A quadrilha é imensa e está se alastrando pelo país inteiro…
    Armas baratas pra chamar um exército de seu … etc…

    Se isso não é uma quadrilha de altíssima periculosidade, não sei mais o que é!

    Com mais dois anos deste demônio no poder, o Brasil não tem mais volta!
    A Venezuela está batendo na nossa porta.

    Um forte abraço e obrigado pela deferência de ter me respondido.
    JL

    P.S. Veja este link, é estarrecedor!

    https://youtu.be/r8lK1Q4kybA

  2. Sim! Mas…quem não debochou, após o estilo “Lula/ PowerPoint”, da eficácia da vachina? 50,38 (0,38, de repente, foi aquele “conselho de classe” para aprovar algum aluno deficiente), Ideologia CEGA! Eu, brasileiro, quero algo “REAL” e eficaz para a imunização. da nossa população tão sofrida. Por favor, .sem máscaras, sem hipocrisia, sem subterfúgios…

    • DoriaVac nem participou na coletiva sobre a picada comunista do PCC amarelo.
      Por que será.?
      Não ficou contente com o resultado da “eficacia” de 50,38../.

      • A imprensa “passa o pano”, infelizmente. Do jeito que “desmoralizaram” politicamente o Instituto Butantan (PSDB), corremos o risco da criatura nem conseguir, em tempo hábil, se transformar em um jacaré…Ideologia CEGA, eis a questão…

          • 80% da Midia aqui no Tucanistão são fanzocas dos tucanalhas, com crachâ e carteirinha, os outros 20% são dos Petralhas.
            Que no final dá no mesmo, “ideologia cega”., a diferença é que os tucanalhas tomam banho e usam perfumes francês..
            Passam tanto o pano que o DoriaVac começou o ano arrebentando com o povo (que o elegeu)., com um aumento de impostos bem no meio da “pandemia comunista.”,
            Nem um piu sequer dos jornalixos chapa-tucana…

  3. Há protocolos sistematizados pela ciência.
    Desnecessário?! dizer que 0,38 ou o número que for, são o resultado de cálculos estatísticos associados a probabilidades de ocorrência por distribuições próprias em estudos desta natureza. O rigorismo matemático é observado, só isto.

  4. Insisto em dizer que se o Pinóquio tivesse só dois neurônios a esta hora estaria zoando da vaChina do Dória, os mineiros já até lhe deram um nome, Meia-Cura. Mas como o Pinóquio só tem um neurônio, não entenderia a piada. São os mineiros zoando dos paulistas.

  5. Bom dia , leitores(as):

    Senhores Daniel Gullino ( O Globo ) , Carlos Newton e Marcelo Copelli , se o governador de SP João Dória não tivesse se intrometido nos trabalhos e exigindo uma vacina á toque de caixa dos pesquisadores do ” INSTITUTO BUTANTÃ ” , e politizado um problema tão sério como o ” CORONAVIRUS / COVID-19 ” , ele não estaria passando por fiasco e desmoralização pública , levando juntos os profissionais do ” BUTANTÃ ” .

Deixe uma resposta para Espectro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *