Bolsonaro denuncia campanha internacional contra seu governo e culpa imprensa pela crise da covid

Jair Bolsonaro

Bolsonaro defendeu as “conquistas” de seu governo

Deu no Estadão

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em seu discurso na Assembleia-Geral da ONU nesta terça-feira, 22, que os incêndios no Pantanal e na Amazônia vêm sendo usados numa “brutal campanha de desinformação” com o objetivo de atacar seu governo. Ele disse que o apoio de instituições internacionais a esta suposta campanha é explicado pela riqueza dos biomas brasileiros.

Pressionado mundialmente após o País registrar recordes de queimadas na Amazônia e no Pantanal que ameaçam acordos comerciais, o líder brasileiro atribuiu a índios e caboclos a disseminação do fogo em áreas de preservação.

AMAZÔNIA RIQUÍSSIMA – “Nosso agronegócio continua pujante e, acima de tudo, possuindo e respeitando a melhor legislação ambiental do planeta. Mesmo assim, somos vítimas de uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal. A Amazônia brasileira é sabidamente riquíssima. Isso explica o apoio de instituições internacionais a essa campanha escorada em interesses escusos que se unem a associações brasileiras, aproveitadoras e impatrióticas, com o objetivo de prejudicar o governo e o próprio Brasil.”

O presidente afirmou que os focos criminosos de incêndio têm sido combatidos e que a propagação do fogo está relacionada à queima de roçadas por parte de caboclos e índios. “Nossa floresta é úmida e não permite a propagação do fogo em seu interior. Os incêndios acontecem praticamente, nos mesmos lugares, no entorno leste da Floresta, onde o caboclo e o índio queimam seus roçados em busca de sua sobrevivência, em áreas já desmatadas.”

CULPA DA IMPRENSA – No discurso, gravado na semana passada, Bolsonaro fez críticas a medidas de isolamento social contra a covid-19 e acusou a imprensa de espalhar pânico sobre a pandemia. 

“Como aconteceu em grande parte do mundo, parcela da imprensa brasileira também politizou o vírus, disseminando o pânico entre a população. Sob o lema ‘fique em casa’ e ‘a economia a gente vê depois’, quase trouxeram o caos social ao País”, afirmou.

O presidente também citou que uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) delegou a prefeitos e governadores medidas para conter a propagação da covid-19, distorcendo o teor do que decidiram os ministros da Corte.

NÃO FOI BEM ASSIM – Diferentemente do que disse Bolsonaro, a decisão do Supremo assegurou aos Estados e municípios autonomia para tomar medidas que tenham como objetivo tentar conter a propagação da doença, mas não exime a União de realizar ações e de buscar acordos com os gestores locais.

Como de tradição, o presidente brasileiro foi o primeiro chefe de Estado a discursar no evento, que ocorre de forma virtual e presencial neste ano. 

Leia aqui a íntegra do discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGBolsonaro precisa urgentemente de um novo ghost-writer para redigir seus discursos. Esse texto, cheio de teorias conspiratórias, vai aumentar a reação mundial contra seu governo. (C.N.)

10 thoughts on “Bolsonaro denuncia campanha internacional contra seu governo e culpa imprensa pela crise da covid

  1. Grande Imbecil …
    Desagrega onde devia fazer exatamente o contrário.
    Despreparado…
    Naufragando a cada dia na sua própria estupidez.
    Camisa de força para este energúmeno, junto com toda a prole patética…

    • NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Bolsonaro precisa urgentemente de um novo ghost-writer para redigir seus discursos. Esse texto, cheio de teorias conspiratórias, vai aumentar a reação mundial contra seu governo. (C.N.)

      Os cães ladram e a caravana passa(Ibraim Sued especialmente para Ricardo Lemos de Belo-Horizonte)

  2. A cafajestade no Br. é insuperável. Se o país atingiu este nível na agricultura, foi graças ao mineiro Alysson Paulinelly, que fundou a Embrapa. Como Ministro da Agricultura – no gov. Geisel – conseguiu 1500 bolsas de estudos em diversas Universidades do mundo, na área agricola, iniciando o desenvolvimento do setor no Brasil.
    Hoje, está na galeria dos esquecidos.

    Duvido que o Bolsovirus saiba quem é ALLYSSON PAULINELLI

  3. O que mais surpreende é o Seu Heleno ter usado a mesma idiotice para defender o governo do Bobonaro. Pra não ficar dúvidas, o Heleno a que me refiro é um que foi general – FOI, pretérito perfeito do ver É.

  4. Bolsonaro tentará justificar a sua péssima administração alegando até intervenção de raios solares no seu governo!

    O mistério do Lago Ness;
    Se ainda existe o Megalodonte;
    Se as pirâmides começaram de cima para baixo!

    Tá na dele, claro, menos na nossa.

    O problema é que a sua falta clamorosa de visão de mundo, quando antes da posse e depois declarava o seu amor a Trump, tipo Lupi com a Dilma, Bolsonaro nos condenara ao isolamento.

    As reclamações francesas, alemãs e norueguesas quanto à Amazônia, tinham não só a intenção da preservação do meio ambiente, mas, principalmente, o jogo político com os americanos, e sendo o povo brasileiro as peças desse xadrez internacional.

    Bolsonaro não percebeu, e quanto mais declarava o seu amor ao mal intencionado americano, fomos nos distanciando do resto do mundo.

    Agora ela vai à ONU acusar gregos e troianos.
    Vai dar com os burros n’água, pois as demais nações sabem dos problemas crônicos que temos, e que Bolsonaro sequer teve a ideia de resolver ou apresentar um plano de ação.

    Querem saber uma das perguntas que receberá e não terá como justificar?
    A fome!
    Por que a fome cresceu no Brasil nos últimos anos, e as razões pelas quais temos tantos pobres, miseráveis e desempregados??!!

    Talkei, pessoal?

  5. Em seu discurso, o nosso Presidente fez uma defesa contundente dos interesses da nação, conceito menosprezado pelos últimos governantes, verdadeiros lacaios do socialismo global adotado pela ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *