Bolsonaro devia olhar para trás e pedir perdão pelas mortes que poderia ter evitado

Bolsonaro x ema: presidente mostra caixa de cloroquina para animal – DCI

Bolsonaro atuava como garoto-propaganda da cloroquina

Vicente Limongi Netto

Primoroso e candente o editorial “O horror da pandemia”(Correio Brasiliense – 9/10), analisando a tenebrosa quadra de horrores e tragédias que até o momento matou mais de 600 mil brasileiros. O editorial é incisivo e implacável. Avalia com precisão os estragos que a covid-19 causou as famílias.

Lamenta a omissão, o pouco caso e a insensibilidade do governo Bolsonaro  na compra das vacinas, salientando que “um assunto extremamente sério, de saúde pública, foi politizado, e uma parcela importante de autoridade e da população se apegou ao negacionismo”.

PATETICES – O texto lembra as patetices do próprio chefe da nação, debochando das normas sanitárias e chamando o vírus da Covid 19 de “gripezinha”.

Como se fosse pouca a desgraça que abateu o país e os brasileiros, o editorial salienta que, além de tudo,  “o desemprego continua altíssimo e a pobreza atinge milhões de brasileiros”.

O editorial termina com uma verdade que, lamentavelmente, dói na alma: “As sequelas da pandemia serão sentidas por muito tempo”.

NOBEL DA ECONOMIA – O Brasil em júbilo, torcendo para que ministro Paulo Guedes ganhe o Nobel de Economia, pela façanha de manter em segredo milhões de dólares em offshore em paraíso fiscal.

Guedes doará o prêmio em dinheiro do Nobel (10 milhões de coroas suecas, equivalente a pouco mais de um milhão de dólares) para os milhões de brasileiros desempregados e despejados.

O bondoso Paulo Guedes também pensa em distribuir absorventes para milhões de mulheres e adolescentes pobres. Que deixam de estudar e trabalhar porque não podem comprar o produto.

6 thoughts on “Bolsonaro devia olhar para trás e pedir perdão pelas mortes que poderia ter evitado

  1. Bolsonaro se uniu aos vários mandatários do mundo pra praticar o assassinato em massa, o genocídio planejado.
    Em mortes por milhão tem governante que está matando mais que Bolsonaro, isso é intriga.
    A perversidade dele é tanta que acumpliciado com Guedes estão destruindo a economia deste país, e ainda vão ganhar o Nobel da Paz e da Economia.
    A divulgação das mortes por atacado vai dar o Prêmio Pulitzer aos jornalistas de necrotérios.
    Quanto mais mortes mais foguetório.
    Os profetas do caos estão na militância correta.

  2. A conta do fique em casa chegou no mundo todo.
    Nos Estados Unidos além do desabastecimento a inflação da carne está em 65%, da gasolina 50% e dos aluguéis em 30%.

  3. STF, governadores, prefeitos jamais serão esquecidos pelo povo brasileiro como verdadeiros genocidas que foram. E com eles sua cúmplice, a grande (minúscula) mídia.

  4. Seiscentos mil brasileiros, estão com a dignidade avariada só aqui na minha cidade, pelo “fique em casa, o pão e leite a gente vê depois”. Fora os 600 mil brasileiros que foram humilhados SÓ NA MINHA CIDADE, ainda não tenho informação das outras 5 mil cidades brasileiras.

    Fale pra mim como está a situação (ai na sua cidade) do povo que não morreu de covid; e está esperando á hora que vocês vão ver a “economia”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *