Bolsonaro diz que dólar está “um pouquinho alto” e evita comentar sobre fala de Guedes

“Eu respondo pelos meus atos”, disse Bolsonaro

Gustavo Maia
O Globo

Questionado nesta quinta-feira, dia 13, sobre a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o dólar mais alto é “bom para todo mundo” e que, com o câmbio mais baixo, “todo mundo” estava indo para a Disney, inclusive “empregada doméstica”, o presidente Jair Bolsonaro redirecionou a pergunta para o autor da fala e disse responder apenas pelos próprios atos.

Sobre o valor da moeda americana, ele disse achar, “como cidadão”, que está “um pouquinho alto”. “Pergunta para quem falou isso. Eu respondo pelos meus atos”, declarou Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada.

ESQUIVA – Ao ser indagado se concorda com a afirmação de Guedes, o presidente repetiu que responde pelos seus atos. Na sequência, ele foi instado a opinar sobre o atual patamar do câmbio do dólar, que encerrou esta quarta-feira vendido a R$ 4,3505, em alta de 0,55% – o quarto recorde consecutivo em relação ao real.

“Eu, de vez em quando, eu converso com o Roberto Campos [presidente do Banco Central]. Vocês sabem que eu entendo para burro de economia, sabem disso. E está dando certo a economia porque eu não interfiro. Por exemplo, quando acaba a reunião do Copom [Comitê de Política Monetária], quando decide 4.25 [%, na taxa Selic], daí eu converso com o Roberto Campos: “Roberto, o que aconteceu?”, comentou. E então deu sua opinião sobre o dólar: “Dólar, eu, como cidadão, [acho que] está um pouquinho alto, né? Está um pouquinho alto o dólar”

GUEDES X DÓLARO ministro da Economia fez as declarações durante palestra em um evento em Brasília, na noite de quarta-feira. “O câmbio não está nervoso, (o câmbio) mudou. Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Todo mundo indo para a Disneylândia, empregada doméstica indo para Disneylândia, uma festa danada. Pera aí. Vai passear ali em Foz do Iguaçu, vai passear ali no Nordeste, está cheio de praia bonita. Vai para Cachoeiro do Itapemirim, vai conhecer onde o Roberto Carlos nasceu, vai passear no Brasil, vai conhecer o Brasil. Está cheio de coisa bonita para ver”,declarou Guedes.

Para ele, o mix de juros baixos e câmbio alto é bom, porque aumenta as exportações e substitui importações, inclusive no turismo. Ao continuar o discurso, o ministro afirmou: “Antes que falem: `Ministro diz que empregada doméstica estava indo para Disneylândia´. Não, o ministro está dizendo que o câmbio estava tão barato que todo mundo está indo para a Disneylândia, até as classes sociais mais…”

13 thoughts on “Bolsonaro diz que dólar está “um pouquinho alto” e evita comentar sobre fala de Guedes

  1. Essa fala mostra que pra ele nao tem diferença entre classe media e pobre. Quem guarda trocados pra ir pra disney é classe media, empregada domestica nem em sonho vai pra disney.

    Sem falar que quem se diz liberal querer regular como os outros gastam a grana é bem incoerente.

    • Antes de ir pra Disney, a empregada doméstica pensa em ir, assim que pega seu minguado salário, ao supermercado.

      Esse Guedes é um fanfarrão.

      Ele pode ir pra Disney quando quiser, ainda mais depois de dar prejuízo aos fundos de pensão e se locupletar com isso.

  2. “Pergunta para quem falou isso. Eu respondo pelos meus atos”
    Ora, se um dono de uma empresa pergunta para um gerente sobre o comportamento, claramente errado, de um funcionário e recebe essa resposta.
    Demissão imediata.
    E concordo com o sr.Rafael, o recado foi dado para a classe média, aqueles que sustentam esses parasitas.
    Obs: ele não estava passando férias na Flórida?

  3. Paulo Guedes é daqueles que acham que vendendo as empresas estatais estratégicas brasileiras, principalmente se vender às multinacionais, estará resolvendo os problemas do Brasil. Não entende que, quando o governo não tiver mais a posse de empresas de base e estratégica, não terá mais como barganhar com mercado, a empresas estrangeiras de posse dessas empresas é que terão influência no governo, no mercado e até nas eleições.
    Paulo Guedes ao incluir as empregadas domésticas nas viagens de turismo ao exterior devia estar delirando. Quem viaja ao exterior são famílias de calasse média média e alta.
    Paulo Guedes tem razão ao dizer que o dólar um pouco alto inibe as importações e incentiva as exportações. São os que ganham em demasia que costumam viajar de preferência para Miami, e gastar o que ganhou aqui., são milhões, ou talvez bilhões de dólares que saem do Brasil sem volta. Não deixa de ser evasão de capitais, embora legal.

  4. Sr Jacob;
    As excursões para o exterior são preenchidas quase que exclusivamente por altos funcionários do estado ( universidades, judiciário, estatais). É raro ver empresário (não tem tempo) e empregado da iniciativa privada (não tem dinheiro).

  5. ” “É melhor termos juros a 4% e câmbio a R$ 4,00, do que câmbio a R$ 1,80 e juros de 14%, nas alturas”, repetiu. “O câmbio não está nervoso, mudou para R$ 4,00. O modelo não é juro na lua e câmbio baixo, desindustrializando o Brasil”, acrescentou.”

  6. O que você (MODERADOR) tem que entender; é que ou vocês implantam um AI-5 (censura geral e irrestrita), ou entendam, que acabou a enganação do jornalismo.
    Ontem, eu cruzei um caminhãozinho (608), que estava escrito (de forma precária, com giz) na lona que cobria metade da carroceria : “Pra que eu preciso de politico”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *