Bolsonaro diz que quer “enterrar” investigação sobre interferência na PF e afirma que acusação de Moro é “leviana”

Bolsonaro chamou de “brincadeira” as alegações do ex-ministro

Leandro Prazeres e Gabriel Shinohara
O Globo

O presidente da República, Jair Bolsonaro, atacou o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, afirmou que as suspeitas levantadas pelo ex-juiz sobre sua interferência na Polícia Federal são uma “farsa” e disse querer “enterrar” a investigação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o caso.

“Se Deus quiser, a gente enterra esse processo e acaba com essa farsa desse ex-ministro da Justiça de me acusar de forma leviana”, disse Bolsonaro. A declaração foi feita durante a transmissão semanal que Bolsonaro faz em suas redes sociais. O inquérito que tramita no STF foi aberto depois que o ex-ministro Sergio Moro fez alegações sobre a suposta interferência de Bolsonaro na escolha da direção da PF.

PROTEÇÃO – As interferências teriam a intenção de proteger seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), de investigações conduzidas pela PF no Rio de Janeiro. O relator do caso, Celso de Mello, havia determinado que Bolsonaro prestasse depoimento presencialmente, e não por escrito. A decisão também permitia que, Moro e seus advogados lhe fizessem perguntas diretamente.

Bolsonaro lembrou que, antes de pedir exoneração do cargo, Moro havia dado entrevistas negando interferência do presidente na Polícia Federal e defendeu o direito de prestar depoimento por escrito. Segundo ele, Moro não deveria ser autorizado a lhe fazer perguntas. “Ele não tem que perguntar nada pra mim”, afirmou Bolsonaro.

Após o presidente ser intimado a prestar depoimento presencialmente, a defesa de Bolsonaro recorreu ao STF e, nesta quinta-feira, o ministro Marco Aurélio Melo concedeu uma liminar suspendendo o depoimento até que o pedido para que ele se manifeste por escrito seja apreciado pelo Pleno da Corte.

LIMINAR – “Como o ministro Celso de Mello está de licença médica, o ministro Marco Aurélio Melo deu uma liminar hoje suspendendo tudo desse inquérito até que o meu pedido de ser ouvido por escrito, como já aconteceu no passado com presidentes que me antecederam, valesse pra mim também. Tem que valer para todo mundo. O Pleno do Supremo vai decidir. Não sei quando. Está na mão do ministro (Luiz) Fux”, disse Bolsonaro.

Mostrando irritação, Bolsonaro chamou de “brincadeira” as alegações de Moro em seu depoimento sobre o caso. “Ele alega, no depoimento dele, que não me acusou. Que ele trouxe fatos. É uma brincadeira. É uma brincadeira. (Ele diz que) trouxe fatos e que cabe agora ao MP e ao STF aprofundar as investigações. Pô, tá de brincadeira esse Sergio Moro”, afirmou Bolsonaro.

 

14 thoughts on “Bolsonaro diz que quer “enterrar” investigação sobre interferência na PF e afirma que acusação de Moro é “leviana”

  1. No sujo jogo de palavras, bolsonaro leva ampla vantagem sobre Moro.
    Porém, a verdade sempre vem à tona, e será aí que bolsonaro escorregará e vai levar um banho do Moro.
    Não dá para comparar a moral reta de Moro com um aventureiro, que como luiz inacio, fala mais mentira que o diabo.
    Moro vencerá sim, ainda que tenha que enfrentar quadrilhas aparelhadas com o dinheiro roubado do pobre povo brasileiro.
    Bolsonaro já está na conta dos presidentes deletérios que vimos ultimamente, só não é pior que luiz inacio porque ninguém consegue.

  2. Pois o acusador leviano, segundo o medíocre presidente, vai lhe dar uma surra numa proxima eleição. Vai sair sujo, com o rabo entre as pernas e levar consigo os logísticos estrelados.

  3. Para qualquer pessoa com um mínimo de inteligência, Bolsonaro precisa esclarecer e muito bem, o convite a Moro para ser seu Ministro da Justiça;

    O ex-juiz tratou de apresentar o seu projeto para combater a corrupção, desaprovado pelo antro de venais, e não tendo qualquer apoio de Bolsonaro;

    Se a razão de Moro à sua saída do governo foi a tentativa de o presidente se intrometer na PF, Bolsonaro, se fosse esperto, mas não é, teria ficado calado sobre a explicação dada pelo ex-magistrado;

    O assunto teria morrido ali mesmo.
    Dotado de poucas luzes e tendo uma equipe medíocre de assessores, levou em conta a chance de Moro granjear mais a admiração do povo para uma possível candidatura à presidência;

    Decidiu desacreditar Moro, esquecendo que partiu dele trazer o ex-juiz para o governo, logo, até antes da discordância de ambos sobre a política empregada pelo ministério da Justiça, o ministro e o presidente se davam às mil maravilhas;

    A partir do momento que Bolsonaro tratou de considerar Moro como seu inimigo, então com o presidente e seus miquinhos amestrados querendo destruir a imagem pessoal do ex-ministro, torna-se evidente e notório a tentativa de se vingar da personalidade de Moro, que não concordou com a intromissão do presidente, e pediu o boné.

    Mandão, autoritário, arrogante, prepotente, na ótica de Bolsonaro ele deve ter a última palavra.
    Engana-se redondamente, pois para ter autoridade moral para tanto, a sua administração deixa a desejar em todos os quesitos mais importantes para o povo e país!

    E, encerro, mencionando apenas um deles, o mais grave, indesculpável, que desqualifica o governo atual de forma absoluta:
    o aumento da fome no Brasil!

    Quase cem milhões de almas têm problemas para se alimentar, incluindo crianças!
    Nada mais Bolsonaro possui para se justificar e explicar a sua péssima administração; a sua falha calmorosa; a sua incompetência absoluta; a sua preocupação somente com a economia; a sua fixação pelo dinheiro, que não pode faltar para pagamentos dos salários milionários das castas, poder para as elites e manutenção do sistema econômico calcado em juros extorsivos!

    Bolonaro é um enganador, mentiroso, falso, que sequer admite pensar perder as próximas eleições.
    Mas, vai sim, ser derrotado ou por Moro ou por qualquer outro candidato!

  4. O Presidente cometeu um erro. O supremo tribunal da farsa é uma máfia, alí tudo é feito de comum acordo. O determinação ilegal do juiz de merda tinha exatamente este objetivo, obrigar o Presidente da República a ajoelhar-se perante os facínoras. É a segunda vez que o Presidente se agacha para os bandidos supremos.

    • O Bozo é igual ao Lularápio. Eles são irmãos siameses.

      Só pra lembrar, também é vagabundo quem acredita que esse vagabundo é patriota:

      AL GORE: “Estou preocupado com a Amazônia”

      MILICIANO: “Quero explorar os recursos da Amazônia com os EUA”

      AL GORE: ???? “Não entendi o que você quer dizer”

      As viagens q o CONDENADO fez foram pra isso: VENDER A AMAZÔNIA.

      https://twitter.com/GCasaroes/status/1297923397012389890

    • carlosp,

      ” …É a segunda vez que o Presidente se agacha para os bandidos supremos.”

      Bolsonaro se acoca para para o STF por quê?
      Aonde foi parar a tal famigerada independência entre os poderes?

      Ou, lá pelas tantas, a culpa em cartório é muita e, se não se comportar, os “bandidos supremos” o condenarão.

      Agora, se agachar assim, no mais, o presidente possibilita várias interpretações desse gesto, até mesmo querer sair do armário dissimuladamente.

  5. Esse elemento que se declara Presidente, devia respeitar mais a inteligência de seus concidadãos ou será que ele pensa que está se dirigindo só aos seus fanáticos acólitos?
    Como pode ser tão cínico para negar sua intenção de intervir no funcionamento da PF, quando ele, Jair Bolsonaro (se não era um sósia) numa reunião ministerial assistida pelo país inteiro, declarou seu programa de governo para a segurança: “A proteção, segurança e imunidade para sua família e amigos”
    (O do sósia foi para prevenir possível futura jogadinha do cínico mor).

    • Bolsonaro é assim mesmo, enquanto der vai mentir.
      Ele pensa que enterrar fatos é fácil, e não é não.
      Esta brincando com um homem sério que colocou o maior ladrão do Brasil.na cadeia, e se bobear logo bolsonaro vai ser engaiolado também.
      Ele pensa que está com tudo e está prosa mas matuto quendo se mete a malandro acaba sendo vencido por um otário.
      É metido a ser carioca, mas nasceu no inerior paulista, e envergonha tanto um como o outro.
      Na verdade, é um chato medíocre que diz bravatas cercadi de militares que se pudessem, talvez possa um dia, davam-lhe im couro.
      Tudo leva crer que Moro é que vai enterrar o matuto metido a malandro.

      • Enterrar não é di grátis.
        Todo enterro tem custo.

        Quanto maior a importância do que será enterrado, maior o custo. Diria o profeta!

        Como quem vai enterrar (se for o caso) é a mais alta corte, o custo deverá ser extratosférico.
        Custará muita receita.
        Quem recebê-la-á?
        Ou melhor, quens?

  6. Aqui no meu Ceará, apenas duas pessoas perderam a vida em 24 horas e experiências adquiridas por pesquisadores cearenses ganham destaque internacional no meio acadêmico.

    Como se dizia no meu tempo do rapazola : Morou Morais, se não morou não mora mais. (rs, rs….)

  7. Bolsonaro é assim mesmo, enquanto der vai mentir.
    Ele pensa que enterrar fatos é fácil, e não é não.
    Esta brincando com um homem sério que colocou o maior ladrão do Brasil.na cadeia, e se bobear logo bolsonaro vai ser engaiolado também.
    Ele pensa que está com tudo e está prosa mas matuto quendo se mete a malandro acaba sendo vencido por um otário.
    É metido a ser carioca, mas nasceu no inerior paulista, e envergonha tanto um como o outro.
    Na verdade, é um chato medíocre que diz bravatas cercadi de militares que se pudessem, talvez possa um dia, davam-lhe im couro.
    Tudo leva crer que Moro é que vai enterrar o matuto metido a malandro.

  8. Para quem assistiu o vídeo da “reunião ministérial” (que foi criada, exclusivamente, para que b*st*nágua pressionasse Moro a assumir a blindagem do L1 e do Queiróz (e depois outros amigos, como um certo adv) nos processos contra estes, não haveria a menor necessidade do Ministro acusar o rachadista juramentado (como diria o
    célebre prefeito Odorico Paraguassú) de interferência na PF do RJ. Para “acreditar” que o capetão corona se referiu ao GSI e não a PF do RJ, o vivente precisa encontrar-se num nível de imbecilização insuportavelmente alto – no limiar da demência irreversível – ou estar recebendo recur$$o$ público$ para tal.

    ““Se Deus quiser, a gente enterra esse processo…”

    Agora, citar o nome de Deus em vão, neste caso é o cúmulo da cretinice. É como “se quizesse convecer aos incautos” que, por citar o nome de Deus, aqueles seriam levados a acreditar que o notório mentiroso estaria falando a verdade.
    Es una brutalidad!

    Vade retro, fraudulenti vasa!!

  9. Moral reta de Moro que aceitou ser monistro de Bolsonaro,fala serio.Moro é pior ou igual a Bolsonaro.

  10. Declaro que terei como lema ideias marxistas:

    construir uma sociedade livre, justa e solidária;
    garantir o desenvolvimento nacional;
    erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
    promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

    Somente a esquerda pode, nesse momento, atender ao apelo do pobre e do miserável!

Deixe uma resposta para Roberto Velasquez Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *