Bolsonaro diz ter vencido a corrupção, mas a afirmação é desmentida pela realidade dos fatos

Cade deve intervir o mínimo possível no mercado, diz novo chefe da autarquia | CNN Brasil

Nogueira chama o presidente do CADE de “meu menino”

Roberto Nascimento

Estamos diante de um governo atolado em esquemas pesadíssimos. No entanto, o presidente da República insiste em alardear que venceu a corrupção. Como se vê, Jair Bolsonaro é igual a Lula e também não lê jornais nem assiste programas de televisão. Mas a verdade é implacável e os fatos diários sinalizam o contrário do que o chefe do governo apregoa.

É um nunca-acabar de “toma lá dá cá”, iguaizinho a governos anteriores, à exceção de Itamar Franco, faça-se a ressalva. Mas todos os governos mais recentes desta República, incluindo o de Itamar, privatizaram importantes ativos do Estado. Todos. Inclusive os ditos da “esquerda que a direita gosta”, como Darcy Ribeiro costumava ironizar, enquanto Leonel Brizola dizia que “Lula cacareja na esquerda, mas bota ovo na direita”.

LULA DE ESQUERDA? –  Interessante notar que muitos analistas políticos consideram Lula de esquerda, mas é apenas uma fachada, ele nem sabe o que significa ser de esquerda. Os banqueiros nunca faturaram tanto como no governo de Lula, que sempre se orgulhou disso.

Na verdade, trata-se de um líder metalúrgico, que por ironia do destino virou presidente, após ter entrado na política pelas mãos do general Golbery do Coutto e Silva, mentor intelectual do regime militar, que foi buscá-lo em São Bernardo para criar o PT e se contrapor aos exilados que estavam voltando em 1979, beneficiados pela anistia aprovada no governo de João Figueiredo.

Na época, voltaram Luiz Carlos Prestes, Leonel Brizola e Miguel Arraes, que eram os líderes políticos mais temidos pelo chamado Sistema que dominava o país.

CORRUPÇÃO ATUAL – Olhem agora o caso do atual presidente do importantíssimo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Matéria de capa do Estadão desta quinta-feira, dia 14, revela que Alexandre Cordeiro, atual presidente do CADE é um apadrinhado do chefe da Casa Civil de Bolsonaro, o senador Ciro Nogueira, de quem foi chefe de gabinete.

A reportagem informa que Joesley Batista, da J&F, gravou conversa com Ciro Nogueira, que fala sobre o seu indicado: ”Botei ele lá”.

O CADE é uma autarquia que investiga carteis e avalia fusões bilionárias de empresas. Esse Alexandre Cordeiro já fazia parte da instituição como conselheiro, nomeado por Dilma Rousseff, e depois passou a superintendente-geral na gestão de Michel Temer. Em 2021 foi promovido por Bolsonaro ao posto de presidente do CADE, por sugestão de Ciro Nogueira.

UM HOMEM-CHAVE – Então, conclui-se que o CADE – tanto no governo Dilma, passando por Temer e por fim Bolsonaro – tinha esse elemento como uma raposa para defender os interesses de empresas bilionárias, esses polvos que eliminam a concorrência, criando monopólios privados.

Quando se trata de empresas estatais monopolistas, como Petrobras, Eletrobrás, Infraero etc., os empresários e parlamentares defendem a privatização, a pretexto de possibilitar a concorrência.

Há lógica nisso? Claro que não. O Estado deve investir em setores estratégicos e que envolvam responsabilidade social, porque nesses casos o interesse nacional é mais importante do que lucro. Mas isso não existe na iniciativa privada, cujo objetivo maior é sempre o lucro. Ou seja, dar a presidência do CADE a um serviçal de Ciro Nogueira, que é um corrupto mais do que conhecido, torna-se uma vergonha sem tamanho.

14 thoughts on “Bolsonaro diz ter vencido a corrupção, mas a afirmação é desmentida pela realidade dos fatos

  1. Acho engraçado pessoal defenderem o governo atual ou o PT de graça. Temos que defender projetos e não políticos, político tem a obrigação de servir ao povo pois eles estão lá para isso.
    O Congresso atual legalizou a corrupção, com o fim da Lava Jato, os ratos saíram do esgoto e agora estão caçando todos os envolvidos para que sirva de exemplo. Que ninguém tenha a coragem, audácia de pensar em investigar qualquer pessoa envolvida em esquema de corrupção.
    Além de não punir, hoje não se investiga nada e agora tentam atacar a imprensa livre. Com a desculpa de combate a fake News, irão bloquear qualquer tipo de opinião contrária. Os envolvidos nesse grupo são a maioria Congresso Nacional, STF, STJ governos estaduais e municipais. Qual partido hoje não possui integrantes envolvido em algum caso de corrupção? Seu Jair é um fantoche na mão do Centrão que e a família Bolsonaro enriqueceram a custas de dinheiro público. Hoje o “esquema” controla PF, PGR e tudo que é órgão de controle. Lula nem tem muito o que falar, ele é ex-presidiário, condenado com tantas provas que fica ridículo ele dizer que é inocente. Detalhe que ele continua culpado, porém com joga do STF os crimes prescreveram.
    Esqueçam a presidência, votem com consciência para senador e deputado. Hoje a luta pelo poder e ter a maioria no Congresso e no Senado. Os caciques partidários querem ter esse poder nas mãos e abocanhar o fundo partidário. Com Lula ou Bolsonaro, quem vai ganhar é o Centrão, acham que teremos um pais melhor em 2022 com um desses dois na presidência? Tenhos deputados e senadores com coragem para enfrentar esse sistema e combater a corrupção no Brasil. Da forma eu que está, pode colocar Jesus Cristo, Maomé, William Churchill, Buda, Albert Einstein, ET, Padre Quevedo, Mãe Diná que não vai resolver o problema do Brasil. Esse pais só vai mudar com um grande esforço coletivo e muito trabalho.

  2. Muitos jornalistas amestrados gostariam que Lula fosse um radical de foice e martelo nas mãos para daí sim destilarem seu ódio.
    Mas Lula segue o caminho do equilíbrio político absolutamente necessário num país capitalista onde banqueiros, investidores, latifundiários, multinacionais tb são indispensáveis na geração de empregos e do progresso.

  3. Tudo deflui do monopólio eleitoral nas nãos sujas dos donos de partidos, agora super rabo preso com os famigerados fundões partidários bilionários ladrões, a zona de conforto dos sonhos dos me$mo$, que operam à moda chupa-capras face ao erário, e o diabo é que ele$ aparelharam tudo, até as forças armadas, ao que parece, a espada da justiça.

  4. Sempre afirmei que Lula nunca representou a esquerda ao se denominar de esquerda, só serviu para desmoralizar a verdadeira esquerda democrática. A direita se aproveita bem do Lula ser chamada de esquerda.
    Nunca, uma frase de Brizola explicitou tão bem, o que era o Lula: “Lula cacareja para esquerda, mas pões os ovos para direita”. E, de Darcy Ribeiro: Lula é a esquerda que a direita gosta e apoia.
    Bolsonaro dispensa comentários, vive no submundo da política.

    • Tem alguma alternativa?
      Ciro?
      Seria bom, mas precisa de mais derrotas para equilibrar sua arrogância.
      Aguardo o momento em que será presidente.
      O PT e a opção que temos a mão.
      Não o Lula, que pelo bem ou mal, ainda é obrigado a submeter-se.

    • Esse general era uma cobra sim, como constatado na época, o escândalo da Corretora Laureano, na qual, o filho do bruxo da Revolução, estava envolvido até o pescoço.
      Golbery também era o representante da Dow Chemical no Brasil, a maior empresa da área de Química do mundo.
      Afinal, todo mundo gosta de dinheiro, não é verdade.
      Não existe santo no Brasil, terra de pecadores de todas as laias.

  5. Sr Roberto Nascimento, essa conversa de “esquemas pesadíssimos”, “toma-lá-dá-cá” e outros termos vagos, sem a indicação de um só fato concreto de “esquema pesadíssimo” revela a sua intenção de criticar gratuitamente.

    O Sr tasca um “corrupção atual” no seu artigo e põe-se a falar de casos sequer apurados de 10 anos atrás? Que jornalismo é esse? Qual foi a ilegalidade ocorrida na nomeação do apadrinhado do abjeto Ciro Nogueira?

    • Vou enumerar um fato concreto para comprovar para você, que as críticas não são gratuitas.:
      A capa do Estadão de hoje informa que o Pastor Arilton, aquele da compra das Bíblias com dinheiro do Fundo da Educação, esteve 35 vezes no Planalto e o pastor Gilmar 10 vezes. Pediam propinas em troca de 1 quilo de ouro.
      Os dois pastores, se reuniam com o pastor ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, em reuniões ministeriais, como se fossem servidores do MEC.
      Ciro Nogueira está envolvido em suspeitas de corrupção no MEC. Ciro indicou o responsável pela liberação dos Recursos do FNDE. O jabuti, indicado pelo chefe da Casa Civil, foi ao Congresso prestar esclarecimentos sobre o caso escabroso. Ao ser perguntado sobre a presença dos pastores nas reuniões deliberativas do uso das verbas públicas, respondeu que iam lá rezar antes das reuniões. O Estado deixou de ser Laico?
      Vou ficar por aqui, para não contrariar você ainda mais e aguardar o resultado das investigações, que podem durar dezenas de anos.
      Se fosse um cidadão comum envolvidos nesses escândalos, já estariam vendo o sol nascer quadrado. Os membros das Elites jamais ficam presos, exceto o Sérgio Cabral.
      E lá nave vá felinianamente, conforme nosso Editor gosta de finalizar seus brilhantes Artigos.

  6. Além de VIAGRA e PRÓTESE peniana, agora se verificou que os militares também compravam LUBRIFICANTE ÍNTIMO… a justificativa era para usar no fuzil.

    É um tapa na cara da sociedade

  7. Tivemos em quatro anos um governo que nada fez a não ser polêmicas desnecessárias e a economia isso aí que estamos vendo hoje, alta do dólar, combustível e a inflamação descontrolada e não existe plano B. e pior que tem gente batendo palma, seria síndrome das hienas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.