Bolsonaro e Huck são dois perdidos numa noite suja, à procura de um partido

Resultado de imagem para huck e bolsonaro charges

Um faz campanha, o outro faz cena

Carlos Newton

Se ainda estivesse conosco, o genial ator, dramaturgo e escritor Plínio Marcos estaria demonstrando seu desapontamento com a política brasileira, que mais parece uma obra de ficção. Como já se sabe que a candidatura favorita de Lula é só para inglês ver (e não entender, porque ninguém consegue compreender tanta esculhambação institucional), todos os outros candidatos acham que têm chances de vencer. Mas é claro que, sem Lula na disputa, o candidato preferido passa a ser Jair Bolsonaro, que nem partido tem.

O capitão/deputado continua filiado ao PSC , que já avisou que não lhe dará legenda. Começou a namorar (a expressão é dele) o nanico PEN, conseguiu até que mudasse de nome para virar Patriota, mas o relacionamento esfriou.

SONHO MEU –O sonho de Bolsonaro é ser apoiado pelos evangélicos. Em 12 de maio de 2016, quando o Senado votava o impeachment de Dilma, sintomaticamente o deputado se submetia a um batismo no Rio Jordão, ministrado pelo pastor Everaldo Pereira, presidente do PSC e um dos líderes da Assembleia de Deus, ex-candidato na eleição presidencial de 2014, quando teve apenas 0,75% dos votos.

Por ter sido batizado, Bolsonaro pensou que seria muito fácil unir os evangélicos em torno de sua candidatura. Foi um engano terrível. O próprio PSC de seu padrinho hoje prefere o economista Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES e ideólogo do grupo Millenium, facção mais radical do neoliberalismo à brasileira. Rabello é um candidato sem a menor chance, mas o PSC está com ele e não abre (pelo menos, por enquanto, pois vem sendo cortejado para fazer aliança com o PSD de Henrique Meirelles).

No campo evangélico, restam o PR, cujo presidente Antonio Carlos Rodrigues já está preso, e o PRB, presidido pelo bispo Marcos Pereira, da Assembléia de Deus, que é citado nas delações da Odebrecht e da JBS. O relacionamento de Bolsonaro com esses dois partidos é uma das grandes incógnitas da eleição.

HUCK FAZ CENA – Acostumado à ficção proporcionada pela carreira na TV, Luciano Huck surpreendeu novamente o respeitável público. Quando todos pensavam que havia desistido da política, pediu aos institutos de pesquisa que mantivessem seu nome entre os candidatos. Tudo conversa fiada.

Huck apenas tenta fazer cena. Está desesperado porque a TV Globo realmente decidiu tirar do ar as duas participações de sua mulher, a apresentadora Angélica, na condução do programa semanal “Estrelas” e na apresentação de um quadro no programa diário “VideoShow”.

Para agradar a mulher, Huck quer manter o programa “Estrelas” e já se ofereceu à Globo para custear a produção. A direção da emissora disse não e deu a ele prazo até dezembro para decidir sobre a carreira política. Huck recuou, mas agora volta a pressionar a emissora. Não vai dar certo. Está fazendo papel de bobo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGA TV Globo mudou totalmente sua política funcional. Quer se livrar dos “donos” de programa. Em tradução simultânea, significa reduzir custos. A estratégia começou no jornalismo. Ninguém é mais “dono’ de telejornal. Nem mesmo William Bonner. A ordem é revezar os apresentadores, em todos os programas da Central de Jornalismo. Na área esportiva, já demitiram grande número de funcionários. Na teledramaturgia, a mesma política. Não haverá mais contratos permanentes. As atrizes Carolina Ferraz e Maitê Proença foram as primeiras vítimas. O clima é de pânico na emissora. Luciano Huck está brincando com fogo. Na Folha, Daniela Lima revela que Bolsonaro se encontra nesta sexta-feira (5) com o presidente do PSL, Luciano Bivar. Espera fechar acordo para se filiar à sigla. Apesar da disposição do dirigente em acolhê-lo – Bivar cogita abrir postos na legenda para o presidenciável – a ala que tentava renovar o PSL resiste ao carioca, diz Daniela Lima. (C.N.)

22 thoughts on “Bolsonaro e Huck são dois perdidos numa noite suja, à procura de um partido

  1. Seria cômico se não fosse trágico. Como 35 siglas não comportam um Reguffe ou um Bolsonaro como candidato com reais chances de vitória? O povo precisa acordar antes que o abismo seja inavitável.

    • Dinheiro, dinheiro, dinheiro… Este é o país do tudo por dinheiro, o poder maior da república 171 do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$, cópia barata do modelo norte-americano mercenário. Portanto, escrevam isso que estou lhes dizendo, Meirelle$ é “o Fodão” da próxima eleição, e o GM sabe disso, os “presidentes” evangélicos do PSC do PEN e CIA sabem disso, e o resto também. Dinheiro, quem quer dinheiro ? Só a Democracia Direta, com meritocracia eleitoral, com poderia detonar tudo isso, mas, como diz o C.N., quem se interessa ?

  2. Sr. Jorge , permita-me…
    Um diálogo fictício que traduz a realidade cristalina da época. Incorre em desonestidade intelectual, falta de conhecimento ou maldade não admitir o fato ..

  3. Então tá, todo mundo já fez muita besteira política na história deste país, desde a proclamação da dita cuja república dos me$mo$ via golpe até o dias atuais, enquanto sócios-proprietários da dita cuja, e agora chegou a hora de resolvermos de verdade este país, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, com Democracia Direta e meritocracia eleitoral, que não é de direita, nem de centro e nem de esquerda, apena o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, como sonhado por Tiradentes entre muitos outros que deram as suas vidas pela libertação do país e da população. Não é preciso matar ninguém para resolver este país, basta apenas colocarmos um mata-burros e corruptos na porta de entrada da administração pública e, doravante, tudo se resolverá a contento. O que não podemos é continuar vegetando em estado de guerra tribal primitiva, permanente e insana, como acontece há 128 anos, por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, como nos impõe os sócios-proprietários da dita cuja república 171 dos me$mo$, que são o partidarismo eleitoral, o golpismo ditatorial e seus tentáculos, velhaco$.

  4. Em nome de autor desconhecido fala-se qualquer coisa. Eu prefiro falar em nome de autor conhecido, como é o caso da RPL-PNBC-DD-ME, proposta pelo Loriaga Leão, o HoMeM certo, da Hora certa e do Projeto Certo, que o Brasil espera há 128 anos, e que assume a responsabilidade sobre o que está propondo ao Brasil.

  5. Sr Luiz Felipe: Não sei quantos anos o Sr tem mas,com certeza o Sr e o Brasil,nunca souberam ou viveram uma ditadura,ficar com esse discurso aprendido nas faculdades através de lavagem cerebral,não está mais vencendo.
    Eles repetiram muitas vezes as mesmas mentiras e,existem algumas pessoas que se julgam os últimos intelectuais do planeta do nada,da terra do nunca,que continuam acreditando nas mentiras contadas pela esquerda bandida.
    São pessoas teimosas que acham que uma mentira deles,valem mais que mil verdades,são pessoas que estão vendo os fatos diante do seus olhos,pessoas que enxergam mas na verdade não escolheram ver e querem continuar fingindo que a realidade,é mentirosa.
    Lamento pelo Sr,que me parece uma pessoa aculturada,que certamente se qualificou numa faculdade continue com a venda nos olhos.
    Eu tenho apenas o 1° ano do segundo grau,onde aprendíamos MMC,MDC,tabuada, nove,leitura,História do Brasil,educação Moral e cívica.
    Naquela época nas escolas não havia cartilha gay,naquela época,não existia o politicamente correto mas,as pessoas com viés de esquerda,se julgam as pessoas mais intelectuais do mundo apenas da boca pra fora,apenas para se mostrarem ser diferentes e sábias mas,na verdade não o são,são apenas bobinhos que acreditam em mentirinhas e as difundem.
    No meu tempo de criança,pois já tenho mais de 60 anos,existia um ditado que era o seguinte:
    “ENGANEI UM BOBO,NA CASCA DO OVO”.
    Hoje porém já não existe tantos bobos para as muitas cascas de ovo.Eles da saíram da ficção,já caíram na realidade pois temos a internet com informações seguras e verdadeirs.
    Mas pra Muitos,a Presidenta,que comprou a sucata de uma refinaria que não funcionava lá nos “ISTEITES”,que tem “DIPROMA DE FACULDADE FALSO,QUE FALIU UMA LOJA DE R$1.99,que roubou e deixou roubar o país,tem um grande valor,Querer enganar que não defende corruptos e corruptores mas defende essa gente e, quando posta um comentário,se torna todo contraditório,é demais para minha pouca e elementar cultura.
    Afinal de contas não sou letrado,nem formado,nem teleguiado,nem manipulado,não precisando de ser taxado de progressista.apesar da minha pouca cultura,de não ser a palavra da verdade,tenho a faculdade da vida e não acredito em historinhas de tio janjão,que são histórias antigas,o que poucas pessoas hoje ainda se lembram.
    Desculpe se foi agressivo,grande abraço.

    • Solte o verbo ai, irmão, enquanto do nodo no blog permitir, não me senti ofendido não. Não concordo com algumas coisa que vc diz mas defendo o seu direito de dizê-la. Já me filiei a vários partidos no passado, inclusive ao PT na década de 80, a primeira filiação, tentando achar pelo menos um Partido com P maiúsculo, idealista de verdade, digno, corajoso, desprendido, capaz de levantar uma Bandeira Nova de verdade, mas todos elle$ se revelaram pequenos demais para o tamanho do Megaprojeto que eu apoio que é a RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, a Esperança de mudança de verdade, porque o resto não passa de delírio do capital velhaco.

    • Bolsonaro, vc precisa combinar isso com o dono do dinheiro, o ” Fodão”, dono do país “extremamente corrupto”, manipulado por “ricos delinquentes”, que é quem decide eleições. O resto é delírio, infelizmente. Todo dominado pelo “Fodão”, ou seja, o deus-dinheiro.

    • Huck Candy e Bozonagua Crush
      A drupla dinâmica!
      Qual fica por cima, na chapa?

      Huck Candy: tem um caldeirão de lágrimas para se fazer mais patético que Dilma Bolada no ambiente político – diplomático…

      Bozónágua Crush: aquele que a garota nem sequer fala com o ‘tio’ pra pedir uma Sukita.!

  6. Porque ainda insistem nessa conversa de Huck candidato a presidente? Do ponto de vista dele, uma candidatura só valeria a pena se sua vitória fosse garantida, o que não é o caso. Ele ficaria fora da Globo durante a campanha e perderia dinheiro. No caso de uma derrota, seu retorno à TV ficará prejudicado, devido aos eventuais danos que sua imagem sofrerá numa campanha (pode-se imaginar o que a blogosfera petista irá dizer dele), e,talvez até mais grave, porque a Globo não vai querer pagar para pôr no ar alguém que seria oposição ao futuro governo.

  7. Infelizmente senhor Newton, o bicho tá pegando, como se diz no popular.
    O que se vê nas ruas, faz com que fiquemos com a pulga atrás da orelha.
    O povo tá tão desiludido, que corremos um sério risco de cairmos nas mãos de um aventureiro qualquer.
    Apesar que, um aventureiro novato e os aventureiros já no poder há anos, não fará diferença.

    Sei que o corpo de analistas e pensadores desta Tribuna é composto de pessoas altamente qualificadas.

    Antecipadamente, peço desculpas pelas ideias aqui colocadas.

    Resumindo, estou muito preocupado…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *