Bolsonaro é um blefe e os brasileiros não têm um candidato que mereça ser votado

Resultado de imagem para bolsonaro

Jair Bolsonaro é apenas um covarde enganador

Carlos Newton

Há dias em que a gente acorda bem, mas em outros dias nem sente vontade de levantar. Para quem trabalha em jornalismo de política e de economia aqui no Brasil, as notícias são sempre lamentáveis e desalentadoras, é preciso ter uma extraordinária capacidade de resistência. O fato concreto é que os governantes, os parlamentares e as autoridades  parecem viver num mundo à parte, em uma espécie de Ilha da Fantasia, estão pouco se preocupando com o interesse público e com uma melhor qualidade de vida da população. Esta é a nossa realidade.

O pior é saber que não há solução à vista nem a prazo. As insanidades administrativas já ficaram tão enraizadas, as mordomias tão sedimentadas, os privilégios tão estratificados e os penduricalhos salariais tão arraigados e legalizados que realmente não há possibilidade de reverter essa situação em futuro próximo.

INTERVENÇÃO MILITAR – Diante dessa realidade, há quem defenda uma intervenção militar, para reorganizar os três Poderes, moralizar o país e reduzir as desigualdades sociais. Existem motivos para tanto, reconheça-se. Mas acontece que os militares nada podem fazer, porque todas essas revoltantes irregularidades estão dentro da lei ou foram legitimadas pelo Supremo Tribunal Federal. Portanto, tornaram-se “direito adquirido”.

Por exemplo, José Dirceu, que nunca trabalhou nem teve carteira assinada, já se aposentou com o teto do INSS (cerca de R$ 5,5 mil) e agora vai ganhar aposentadoria na Câmara, de mais R$ 9,6 mil), porque tem “direito adquirido”.

Há milhares de ex-parlamentares na mesma situação de Dirceu, generosamente “aposentados”. No Congresso atual, com 594 integrantes, apenas um, o senador José Reguffe (sem partido-DF), abriu mão da aposentadoria e paga sua contribuição ao INSS, como qualquer trabalhador brasileiro. Reguffe também rejeitou o fabuloso plano de saúde familiar e a cota parlamentar, que lhe permitiria contratar 50 assessores. Mas é a única exceção.

TUDO DOMINADO – Temer não tem nada de bobo e já acalmou os militares, que terão reajuste salarial em 2018, enquanto os servidores civis ficarão com salários congelados até 2019. A decisão de prestigiar as Forças Armadas saiu até barato —  custará apenas R$ 4,6 bilhões, bem menos do que o “investimento” que Temer fez nos deputados, calculado em R$ 5,7 bilhões na primeira denúncia, e mais R$ 12 bilhões na segunda denúncia, além de cargos e benesses de valor inestimável, como a mudança no combate ao trabalho escravo. Além disso, os militares também ficaram de fora da proposta de reforma da Previdência, demonstrando que nem todos os brasileiros são iguais.

Para quem defende a intervenção militar, a alternativa passou a ser a eleição de Jair Bolsonaro, o capitão que queria fazer atentados a bomba para exigir reajuste salarial dos militares e ainda defende ardorosamente a tortura a presos políticos, vejam como a ironia da vida é impressionante.

BOLSONARO ELEITO – O capitão-candidato ainda está a escolher partido, mas certamente conseguirá uma bela coligação. Tem chances concretas de ser eleito, mas isso é diferente de um golpe militar. Como presidente, terá de se curvar ao Congresso e ao Supremo. E todos sabem que os três poderes estão apodrecidos. Portanto, os “direitos adquiridos” continuarão prevalecendo. Os integrantes da máquina pública continuarão vivendo na Ilha da Fantasia e o presidente Bolsonaro nada poderá fazer nem terá condições de mandar torturá-los, porque os militares estão guardados por Deus e contando o vil metal, como dizia Belchior, em sua insanidade lógica e racional.

E quanto ao maior problema brasileiro, a dívida pública? O que fará o presidente Bolsonaro? Vai realizar a auditoria determinada pela Constituição? Vai consultar a economista Maria Lúcia Fatorelli, considerada uma das maiores especialistas do mundo, que auditou as dívidas do Equador e da Grécia? Você realmente acredita nisso?

###
P.S.Bolsonaro jamais o fará. Como todo militar torturador, na verdade é um covarde.  Foi assaltado por dois homens no Rio, em 1995, eles lhe tomaram a motocicleta Honda 350 e a pistola Glock 380, que o deputado orgulhosamente portava. E disse que se sentiu indefeso…

P.S. 2 Os brasileiros não têm um candidato que mereça ser votado. Infelizmente, o senador Reguffe não tem partido e, portanto, não poderá ser candidato. (C.N.)

99 thoughts on “Bolsonaro é um blefe e os brasileiros não têm um candidato que mereça ser votado

  1. Carlos, melhor Jair se acostumando. A maioria do povo brasileiro, aquele que não é socialista/comunista/progressista/social democrata/isentão, quer ver bandido preso ou não sendo tratado como vitima da sociedade.

  2. A questão do judiciário é pior do que a política hoje no Brasil.

    O que dizer de Raquel Dodge que foi escolhida por Temer justamente para fazer o que está fazendo:
    Continuar engavetando a 3ª denúncia contra Temer no caso da MP do porto de Santos !!!

    Vergonha !!!

  3. É triste mas verdadeiro. Os governantes, os parlamentares e as autoridades vivem num mundo à parte, em uma espécie de Ilha da Fantasia, estão pouco se preocupando com o interesse público e com uma melhor qualidade de vida da população. Esta é a nossa realidade. Quadrilhas pululam nos três poderes.

  4. Caro Carlos Newton,
    Considerando o que se contém no seu pertinente artigo, ainda que o senador José Reguffe (sem partido-DF) fosse sufragado nestas jabuticabas urnas eletrônicas brasileiras fraudáveis, ele não teria condições de colocar esse país que está virado do avesso, mergulhado numa tremenda ESCULHAMBAÇÃO INSTITUCIONAL, nos trilhos, pois os governantes, os parlamentares e as autoridades estão pouco se preocupando com o interesse público e com uma melhor qualidade de vida da população. Esta é a nossa triste realidade. Portanto, não temos SOLUÇÃO?

  5. Particularmente desisti de votar em todos esses que aí estão. Também não sou a favor da volta dos militares. Só vejo um jeito de melhoria da imagem do nosso país…a volta da Monarquia… Pois na época que fomos governados pelo regime monárquico, tínhamos uma das mais respeitadas “marinhas” do mundo, sem contar com um crescente desenvolvimento. Tenho certeza que se tivéssemos um Rei, ele teria poderemos de destituir o parlamento que temos e convocar novas eleições, até porque o Rei não teria “rabo preso” com nenhum politico, pois ele teria compromisso com as causas populares. Monarquia Parlamentarista JÁ!!!!

    • A Monarquia é o ápice da degeneração humana só comparável às ditaduras. Eu não gostaria de viver em um país onde todos, com exceção da família real, já nascem de segunda classe.

      • Olá Paulo,
        Com a atual casta política que nos representa, nem segunda classe podemos nos considerar. Não adianta mudarmos presidentes, se não conseguimos implantar uma ideologia voltada para o povo. Veja países onde existe monarquia, que verás o quanto são melhores representantes de seu povo. Sem contar, que as custas para se manter a monarquia, é infinitamente inferior, do que o que é gasto para arcar com o presidencialismo republicado.

    • Caro Henderson,

      Na madrugada do dia 12 de novembro de 1823, há exatos 194 anos, D. Pedro I ordenou a invasão do Plenário da Assembleia Constituinte pelo exército, em um episódio que ficou conhecido como “A Noite da Agonia”. Os membros da Assembleia tentaram resistir durante horas, mas não foi possível evitar a sua dissolução. Deputados foram presos e deportados. Eles se preparavam para redigir a primeira Constituição do Brasil. No dia seguinte, o Imperador e seus conselheiros assinaram um documento que reprimia e punia discussões e reuniões políticas públicas. Depois disso, D. Pedro I reuniu pessoas de sua confiança e, a portas fechadas, foi redigida a primeira Constituição do Brasil, outorgada em 25 de março de 1824. Nela, houve o fortalecimento do Poder Moderador, exercido pelo Imperador, e que estava acima dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo. Esse poder era pessoal e privativo do imperador, assessorado por um Conselho de Estado.

      • Joca,
        Se fosse hoje, concordaria plenamente com o Imperador dissolver o congresso que aí está, que diga-se de passagem, não nos representa. Na verdade, o congresso tem representado, empresas sitadas na lava jato, que temos acompanhado pela tv. Se o imperador tivesse poder sobre o judiciário, talvez não estaríamos vendo saudosos ministros do STF, libertando réus que usurparam dinheiro público, fazendo nosso país entrar nessa profunda recessão, que se quer, temos ideia se um dia conseguiremos sair. Apoio a causa monarquista parlamentar, por não mais confiar nesse regime que nos rege e muito menos em seus representantes. Você confia nesse pessoal que aí está?

  6. Meu caro CN.
    Aceite idéias que existem contrárias as suas.
    O mundo não feito de comunistas.
    E a vida é uma eterna luta.
    Nós, lutamos pela família.
    Um abraço e bom domingo.
    Que sua família esteja na paz de Deus!!!

    • Prezado Jorge, é estranho ser aconselhado a aceitar ideias contrárias às minhas, até porque eu não faço outra coisa. Este blog é inteiramente aberto a ideias contrárias às minhas. Aliás, este parece ser meu esporte preferido.

      Um bom domingo para você e sua família, que Deus os proteja e a nós não abandone. Como você deve saber, sou um muito religioso, mas aceito que existam ateus ou até pessoas que abominem as religiões. Na verdade, nesta vida, não tenho certeza de nada.

      Abs.

      CN

    • Prezado Jorge Ferraz,

      O que seria “a paz de Deus?” Desde Adão, Eva, Abel e Caim (versão bíblica ) povos e nações sempre estiveram guerreando. Livre arbítrio? O livre arbítrio de Caim é mais importante que a vida de Abel? Prefiro o Deus de Baruch de Spinoza.

      • Sem falar que até os deuses viviam guerreando entre si e ainda levavam, com eles, os exércitos de humanos! Teve um que disse. lá de cima do morro: “Eu sou o Senhor dos Exércitos!”

  7. Não ter nenhum candidato que mereça ser votado é o trivial na política brasileira. Há quantos anos não temos nenhum candidato a presidente que valesse a pena votar? Acho que a última vez foi em 1994, quando o Brizola se candidatou pela última vez.

  8. Bem, é aquela historia: se for Bolsonaro deve ser inteligente, ter phd, nao pode falar palavrão e nem asneiras etcetc… Tem que ser tudo nas condições normais de temperatura e pressão do mundo perfeito.
    Isto so está valendo para agora , então.
    Um analfabeto pinguço safado e uma terrorista puderam ser presidentes, mas um militar que preza pelos bons valores, não, pois trata-se de um blefe . Creio que a maioria não pensa assim. Só minha modestissima e bota modestissima nisso, opinião .
    E a massa de bolo vai crescendo..

    • Caro Ricardo,
      Não se sinta desconfortável pelo seu comentário. A sua “modestíssima opinião” corresponde, na verdade, ao pensamento de milhões de brasileiros que querem organizar essa bagunça que foi um dia foi chamada de Brasil. Não são só os governantes, parlamentares e autoridades que vivem no mundo à parte, mas também muitos jornalistas que acham que é blefe um candidato que possui ideias que ajudarão o país a sair do atoleiro em que se encontra. Isso é preocupante mas é bom eles já irem se acostumando. O Brasil precisa mudar e é chegada a hora.

  9. Pa-ra-ler-ler-mui-to:

    Pedro II pode ser considerado um caso raríssimo de um chefe de estado que foi derrubado e enviado ao exílio apesar de ser amado pela maioria esmagadora de seu povo, da admiração e aclamação internacional, de ter sido um instrumento fundamental em avançar grandes reformas sócio-econômicas de cunho liberal, de supervisionar durante um reinado de quase seis décadas uma época de incrível prosperidade e influência, e de ser considerado um governante altamente bem sucedido. A revolução republicana que substituiu o império levou a mais de um século de ditaduras e instabilidade política.

    ….. Tal entusiasmo popular direcionado ao imperador não fora igualado nem pelas celebrações de sua maioridade em 1840, a Questão Christie de 1864, sua partida para São Pedro do Rio Grande do Sul em 1865 ou até mesmo a vitória na Guerra do Paraguai em 1870. De fato, como Heitor Lyra comentou, “julgando pelas manifestações gerais de afeição que o Imperador e a Imperatriz receberam na ocasião de sua chegada da Europa, neste inverno de 1888, nenhuma instituição política parecia ser tão forte quanto a monarquia no Brasil”. Até mesmo antigos escravos demonstravam lealdade para com a monarquia e veementemente se opunham aos republicanos, a quem eles chamavam de “os paulistas”

    Publicado no Facebook em 02 XII 2017

  10. Não fala bobagem , seu lado sombrio socialista sempre aflora, vou te fazer uma pergunta quais de seus idolos fizeram alguma coisa para o Brasil?! Brizola ?! Piada!!!! Bolsonaro não é perfeito, mas dá de 1000 a zero em toda essa turma. E para terminar, e desmistificar o seu Brizola, tu lembras como ele apoiou o eterno canastrão e corrupto Collor no final de seu governo, apesar de pedir votos para o maligno Lula, dizendo em alto e bom som, que o Collor era o pior de todos. Mas mudou não é ? ideologia da conveniência, mas a policia não podia subir o morro, o trafico cresceu e a ideia da falsidade da pacificação das comunidades surgiu daí, não é? Hoje tenho a nítida impressão, que Brizola e Globo que foram sempre inimigos, seriam amigos para sempre. Brizola e Globo tudo haver .Rs..rs rs rs..

  11. Artur Virgilio – um bom nome – só não sei se sairá pelo desgastado PSDB

    Quero ser o candidato do PSDB à Presidência
    O senhor já se apresentou como candidato internamente? Quero me apresentar para as prévias do partido, que nunca foram usadas nacionalmente e estão lá para isso. Quero a garantia de que vão me deixar concorrer. Vou debater com outros candidatos, quaisquer que sejam eles, certamente pessoas do meu prezar. Tenho muita expectativa, mais do que na movimentação interna, com a repercussão da disputa na militância e para fora das fronteiras do partido, na sociedade.

  12. Se houver, a próxima eleição será decidida pela rejeição. As pessoas estão saturadas dos políticos profissionais tipo lula e aécio. A maioria irá votar em alguém que parece fora do sistema e neste quesito Bolsonaro leva vantagem e por mais contraditório que pareça Hulk não. Ele é cria da rede goebells, e isso ninguém conseguirá esconder. Outra característica será a falta de vontade das pessoas em ficar escutando candidatos e vendo debates. Estes serão o deleite da minoria intelectual e partidarizada. O resto vai buscar dar um fim rápido a esta farsa. Se as urnas não forem manipuladas como sempre são, afinal não permitem conferência e este sistema só é usado no Brasil, o segundo turno será até sem graça, apenas com as pessoas confirmando a vitória do líder do primeiro turno. E aí Bolsonaro leva vantagem também. Vai ser parecida com a última eleição para a prefeitura do Rio. Crivella ganhou no primeiro turno e no segundo não teve nem graça. Todos sabiam que a vitória dele seria fácil. Só a Globo e os institutos de pesquisa é que tentaram induzir. Em vão. Se não aparecer alguém realmente fora do aconchego político midiático, Bolsonaro leva o país para algum lugar. Qual exatamente não sei, mas a farsa do controle parcial das armas e a benevolência com os homicidas e estupradores irá mudar. E é isso o que mais interessa às pessoas que usam transporte urbano, que são a esmagadora maioria.

  13. Aqui discordamos do querido, velho amigo e brilhante jornalista Carlos Newton, por decisiva questão de enfoque técnico, com o qual estão mais acostumados a trabalhar os juristas, e pedimos licença só para destacar em maiúsculas (que ordinariamente dão a entender elevação de tom): SENDO O DIREITO, COMO SÓ PODE SER, O QUE O POVO QUEIRA E ENQUANTO ELE QUEIRA, SE O SISTEMA NOTORIAMENTE DESTOA DISSO AUTOMATICAMENTE DEIXA DE REPRESENTAR A VONTADE DO POVO, O QUE HOJE É DEVER DAS FORÇAS ARMADAS INTERPRETAR, SEGUNDO OS TERMOS CLAROS E LÓGICOS DO ARTIGO 142 CONSTITUCIONAL, NÃO PODENDO, DE MODO ALGUM, RESULTAR EM DIREITO ADQUIRIDO MAS APENAS EM CANALHICE TEMPORARIAMENTE ADONADA, TUDO QUE O SISTEMA PRETENDA MASCARAR COMO NORMA A SER SEGUIDA, ENSEJANDO COM ISSO A INTERVENÇÃO PARA TAL PREVISTA.

  14. Artigo perfeito lembrando que a tortura é uma coisa tão calhorda, imunda que é proibida até pela Convenção de Genebra que regulamenta as Guerras.
    O fanfarrão é tão covarde que não abriu boca sobre a declaração do Ministro da Justiça Torquato.

    • No entanto, a tortura, desde os atentados de 11 de setembro, pode ser praticada por governos aliados dos americanos, sob o nome de “técnicas duras de interrogatório”, ou seja lá como chamavam naquela absurda série “24 horas”.

    • Durante todo esse tempo ele só aprovou uma lei ! A única coisa que fez na política foi encabidar toda a sua família nas tetas do Estado, o único que não foi eleito virou funcionário fantasma da Alesp até ser pego.
      É uma farsa tão grande que pegou os R $ 200 mil da JBS, os devolveu ao partido e os pegou de volta do partido. ..

      • A notícia do assalto sofrido pela equipe da Mercedes nos arredores do Autódromo de Interlagos, na noite de sexta (10), provocou reações indignadas nas redes sociais. Depois do desabafo do inglês Lewis Hamilton, que disse que casos parecidos “sempre ocorrem” no Brasil, Tiago Leifert, da Globo, escreveu um post nas redes sociais concordando com o piloto.

        Hamilton narrou a situação de violência sofrida por seus companheiros de trabalho. Disse que os assaltantes apontaram armas na cabeça deles e levaram equipamentos. Todos estão abalados, mas trabalhando, na manhã deste sábado (11), para a corrida que ocorre amanhã (12). Hamilton havia dito que a organização da Fórmula 1 e as equipes deviam se empenhar para resolver o problema. Leifert aproveitou o espaço para lembrar o piloto, em inglês, que a culpa é principalmente das “autoridades” brasileiras.

  15. Reagir a assalto de surpresa é suicídio. Já querem que Bolsonaro reaja a assalto, morra baleado pra provar que é corajoso. Até tu respeitável Carlos Newton ?

  16. Bolsonaro e Lula, não param meia hora de pé diante do Leão, são dois bundões, do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$.

  17. Bolsonaro é um valentão , que dopois se ser assaltado perto de sua residência , mesmo estando armado , saiu correndo . Este cidadão , mesmo com um revolver na mão , não tem nada de feroz. Fanfarrão e Falacíoso .

    • Pais da piada pronta. Agora a falha de Bolsonaro foi não reagir a um assalto. Experimenta reagir Vicente, e depois vem aqui contar a história !

    • Ele foi para os EUA e fez um vídeo atirando com uma . 50 e disse que se cada brasileiro tivesse uma daquela o problema de Segurança acabaria.
      Dizem que ele estava em Nova Iorque e ligaram perguntando onde ele estava : Ele foi até a esquina e respondeu : Estou na Walk com a D’ont Walk. …

  18. Prezado Newton,

    Sejamos justos: se a simpatia por Reguffe ( a quem admiro ) for por ter “aberto mão da aposentadoria” , cumpre lembrar que Ciro Gomes não aceitou as três às quais tinha direito. E o fez pela consciência da imoralidade que significam essas aposentadorias concedidas à nata do funcionalismo público.
    Quanto ao candidato descrito no artigo, impressiona-me sobretudo a infantilidade dos argumentos com que tentam abrigá-lo. Veja bem: se os dois presidentes anteriores foram analfabetos e incompetentes, porque um terceiro também não pode ser?
    Triste, mas é assim que raciocinam os que se põem aqui, na TI, a defender esse candidato. Sinto uma vergonha extrema, mais até que nojo ou revolta. Fica claro que não têm noção exata do abismo em que está o Brasil. Assemelham-se àqueles médicos que, mesmo sabendo que o cigarro faz mal, continuam fumando: ” Ora, por que não mais um? Mesmo sendo da mesma natureza, tem outro odor, outra fumaça “. Um horror completo, nenhuma dúvida.
    Por fim, ainda bem que há tempo para essa fumaça desvanecer-se. Creio que assim o será, efetivamente. Até porque já estão encomendando outra ficção por aí, e isso vai ensopar essa candidatura de papel.
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    PS: A primeira edição da revista Veja, 1981, retratava a absurda e inacreditável violência que tomara conta do RJ, na década anterior. À época, o Presidente da República era um general; o governador do RJ, um almirante; e o Regime Militar tinha o poder total. Por que não resolveram o problema?

    • Fico triste quando uma pessoa, para defender seu ponto de vista político, compara a violência no Rio em 1981 com a que estamos enfrentando hoje. Desta maneira não adianta reclamar da falta de debate sério e de candidatos coerentes, pois os cabos eleitorais não o estão sendo. É sinal de que o fla-flu político não vai ter fim.

  19. Sr. Newton,

    È bom os eleitores do Boçalnero “jair” se acostumando com o novo Lider do Páis,
    Aquele que comanda vários Estados dentro de uma Cela de Escritório na Prisão de Presidente Bernardes, cidade do Interior do Efeagace-Tucanistão.
    Aliás, essa Organização é mais uma Obra dos “gênios” administrativos e gestores do PSDBandido, agora com a nova sigla do Partido ROUBAMOS.
    Sexta-Feira a Organização do Poderoso Chefão, deixou a REgião da Zona Leste de quatro pés, causou pânico na população com milhões de tiros disparados pelo armamento pesado do crime….
    Fora os acontecimentos no Autódromo de Interlagos…….
    È bom “jair” se acostumando, logo ninguém poderá sair mais as ruas……

    • No Rio maravilhoso, da década lula-cabral-paes-dilma tamojunto, ninguém mais sai tranquilo na rua. Informe-se. Saia do seu restaurante com vallet, da sua bolha de ar condicionado. Vem prá rua se informar.

        • Ela não pode ver uma porta de geladeira se abrir para começar a dar entrevistas tipo voley.
          A delegada do Gênio Gestor Dória-Alckimin, descobriu a pólvora.
          Só não disse , por motivos óbvios, quem de fato comando o Estado do Fhcêquistão.,
          Aliás, o Comandante tem um escritório dentro de uma Cela de um Suposto-Presídio de Segurança Máxima…..

  20. Por um motivo Carlos Cazé , a violência não somente no Rio , mas , em todo país é proposital. Uma artimanha que o estado corrupto e seus agentes usa , para desviar o foco da delinquências e dos demandos que praticam . Crises econômicas , distúrbios sociais , violência e guerras são geradas , para o bem dos senhores do sistema e seus capachos .

  21. Na realidade uma enorme parte da afta oficialidade detesta o Bolsonaro, isto pode ser comprovado lendo – se a Síntese do Prontuário – Info 394 – da Seção de Informações S/102 de 27/07/!999. Esse documento que era secreto veio a tona justamente por isso.
    A estrutura militar brasileira é complexa , já tivemos , eleitos ou não, presidentes Marechais e Generais, já teve algum Coronel ?

  22. Temer , Juca , Aécio , Renan. Cunha , Moreira Frenco , Cabfal , Paes , Geddel , Padilha , Jader Barbalho , Lula , JBS e demais , todos são comunista . Santa ignorância .

  23. Quem dera se todos os habitantes deste pais tivessem todos a mesma oportunidade de ter um emprego, salário, estudo e educação dignos .
    Infelizmente, isto só é possível, talvez , na Dinamarca.
    Aqui, temos que , pela via democrática, pelo voto, tentar chegar em.um candidato que desse um basta na.merda.que se tornou esse país.
    Até agora , com inúmeros defeitos, o menos pior é aquele que foi aprovado em um dos concursos mais dificeis do Brasil: AMAM!

    A mudança é urgente. Com ou sem Bolsonaro.
    Meu voto , ainda, é dele.

  24. Cuidado Lula e Bolsonaro, a cleptocracia e seus mercenários cupinxas já pregam as suas mortes.Aconselho a esses malas sem alça Jair se acostumando .Rivotril é bom pra tensão pré eleitoral.

  25. Caro leitor José Augusto Aranha,
    O leitor e comentarista Carlos Cazé aludiu que a primeira edição da revista Veja de 1981 retratou a absurda e inacreditável violência que tomara conta do Rio de Janeiro, na década anterior, ou seja, de 1971 a 1981.
    E o referido leitor e comentarista de uma forma crítica afirma que à época, o Presidente da República era um general; o governador do RJ, um almirante; e o Regime Militar tinha o poder total.
    E arremata com uma pergunta: Por que não resolveram o problema?
    Ora, nos idos de 1971 a 1981 eu tinha entre 11 anos e 21 anos, e me recordo perfeitamente como se fosse hoje, ao contrário do que afirma o leitor e comentarista Carlos Cazé, na outrora cidade maravilhosa não tivemos essa absurda e inacreditável violência como apregoado pelo leitor Carlos Cazé, pois eu soltava pipa tranquilamente em cima do Elevado Paulo de Frontim, bem como em plena Rua do Matoso, indo cruzar (cortar) com as outras pipas que estavam no céu da Praça da Bandeira.
    Andava à noite com tranquilidade, sem sobressaltos pelas ruas do Rio Comprido, Catumbi e Tijuca.
    Quando morei na Rua do Bispo, jogava bola e soltava pipa no Morro do Turano e nunca tive qualquer problema.
    No ano de 1970 do tri campeonato mundial de futebol conquistado no México, eu com 10 anos fiz com todos os colegas de rua uma farra danada saindo da Rua Haddock Lobo e indo até o Largo da Segunda-Feira para comemoração do título.
    De modo que, com todo o respeito, o leitor Carlos Cazé está completamente equivocado.
    Na conquista do tri campeonato de futebol tinha uma música que dizia que em 1970 nós éramos 90 milhões de brasileiros, hoje já ultrapassamos os 200 milhões, mais que dobrou a população do país e com certeza os problemas que afligem a todos nós.

  26. Reguffe escutou falar que Alkcmim possivelmente o escolheria para vice e ficou encantado. Se fosse candidato e chegasse a presidente seria um desastre. Abdicar de seus privilégios como senador é surpreendente. O certo seria recolher o dinheiro e mandar fazer uma boa escola e doar ao DF. Reguffe nunca saiu de Brasília. Até agora sempre apostou mal. Primeiro, em Taques e errou. Hoje Taques está envolvido na Operação Rêmora e é amigo carnal de Padilha. Apostou em Aécio, que está atolado na lama até o pescoço. Ninguém sabe o que Reguffe quer. Até pouco tempo era tutelado por Cristovam. Não sei se ainda é. Como senador até agora de proveitoso para população do DF nada fez. Criticar ele sabe. É um admirador dos EEUU. Pode ser que melhore. Já escrevi para ele dizendo que seria melhor candidatar-se a senador na eleição passada. Não sei se ele ouviu alguma coisa. Deixou de candidatar-se a governador como dizia querer e elegeu-se senador.

  27. O blefe comunista jurássico vai terminar tomando tarja preta em 2018. Eu disse que o TI é um espaço comunista elitista, e que já tem seu candidato o cheirosogomes. As palavras é de ovelha, mas as pegadas é de lobo.

  28. Belém, da Rua do Bispo para o Morro do Turano teria que passar pela Aureliano Portugal onde tinha uma “bocê fumo”, que pertencia ao malandro conhecido com “Sombra” cujo nome verdadeiro era Aristóteles cozinheiro do Hospital da Aeronáutica. na rua Barão de Itapagipe.

    • Caro leitor Antonio Santos Aquino,
      O senhor está a par.
      Se não me falha a memória ela está lá até HOJE, inclusive, a sua entrada é ao lado da Universidade Estácio de Sá.
      Não me lembro o ano, mas foi amplamente noticiado que a turma da pesada guardava o seu arsenal dentro daquela universidade.
      Pode isso Arnaldo?
      Eu jogava bola e soltava pipa pela entrada da Rua Barão de Itapagipe quase esquina com a Rua do Bispo.
      Tempos bons que não voltam mais.
      Décadas depois passava todos os dias úteis em frente das duas entradas para pegar o Rebouças para levar a minha filha para o colégio CEL-CENTRO EDUCACIONAL DA LAGOA na Rua Maria Angélica e lhe confesso que toda vez ficava muito apreensivo.
      Vida que segue, e continuo fazendo a minha parte para sustentar a minha família, esperando desesperadamente que o nosso Brasil saia dessa ESCULHAMBAÇÃO INSTITUCIONAL.

  29. Senhor Belém, senhor Belém,

    Tempos bons aqueles, hein? Tempos que tantos poetas já enalteceram, um deles, inclusive, denominou ” anos verdes da minha mocidade”. Oh, que saudade dos pés descalços e da bola debaixo do braço, olhando, no céu, as pipas se digladiarem…
    Contudo, enquanto nos regozijávamos com nossa ” falsa consciência da realidade”, o pau quebrava, senhor Belém. Uma infelicidade multiforme se agigantava e, ainda que se queira minimizá-la perante os infortúnios hodiernos, cumpre lembrar nosso querido amigo do Cosme Velho: ” São pingos d’água que alagam as ruas”. Lindo, não? Como sabia das coisas, aquele ” bruxo” das palavras. E a sabedoria dele nos ajuda a reflexionar: se a História prova que aqueles dias_anos 70_foram violentos, ainda que menos assustadores do que os de hoje( como o senhor diz, senhor Belém), por que o Regime Militar_ gozando do poder total_ não debelou aquela epistaxe social , tão mais branda e facilmente debelável do que a de hoje? Ainda: se hoje é muito pior, como apenas um homem_ por ter bafos militares_ vai fazer refluir essa epistaxe?
    O fato, senhor Belém, é que não é comigo, de maneira alguma, que o senhor luta. É contra si mesmo e contra a História. No site da Veja, há um setor denominado ” ACERVO”. Lá, o senhor facilmente encontrará a edição que supracitei. Empós, caso o deseje_ e constatando quem realmente está equivocado_, estarei à disposição para continuarmos conversando, prezado senhor Belém.
    Saudações,
    Carlos Cazé.

    PS: Senhor Aranha, senhor Aranha: o que verdadeiramente inviabiliza um debate é a Ignorância, nenhuma dúvida. Como tem custado caro, ao país, a ignorância!

    • Caro leitor e comentarista Carlos Cazé,
      Antes de qualquer consideração, é óbvio que uma criança com 11, 12, 13, 14 e 15 anos nos anos de 1971 a 1975, como é o caso do signatário, não tinha discernimento do que estava acontecendo com o país naqueles anos que os esquerdopatas brasileiros denominaram de anos de chumbo, de obscurantismo.
      No entanto, décadas depois, o signatário orientado por seus pais foi trabalhar e, sobretudo estudar para ser alguém na vida e poder ter a sua família.
      Naqueles anos de chumbo e de obscurantismo nós estávamos com uma guerra interna, onde jovens da zona sul da outrora cidade maravilhosa forma cooptados nas universidades pelos esquerdopatas brasileiros que incutiram no espírito daquela juventude da zona sul que esse regime nefasto chamado de socialismo/comunismo era a redenção da humanidade.
      E não sou eu quem diz mas estudiosos de todo o planeta, onde esse nefasto regime foi implantado só gerou MISÉRIA, DESGRAÇA e, sobretudo a ANIQUILAÇÃO de mais de 100 milhões de seres humanos.
      Dizem os estudiosos que na GUERRA TUDO é feito por ambos os lados que se enfrentam.
      Estreme de dúvida é uma DOR ter um ente querido como um pai, uma mãe,um filho, uma filha, um irmão, uma irmã, um cunhado, uma cunhada, haver tombado naquela guerra interna e, sobretudo até hoje não ter o corpo ou os restos mortais para lhe dar um sepultamento ou uma cremação.
      No entanto, infelizmente, eles fizeram as suas escolhas,
      E nas nossas vidas fazemos todos os dias escolhas pelas quais devemos ser os únicos responsáveis e que certamente geram consequências boas ou ruins.
      Por derradeiro quero deixar bem claro que eu não luto contra o caro leitor, na verdade eu luto literalmente todos os dias para sustentar a minha família em um país que está virado do avesso, mergulhado numa ESCULHAMBAÇÃO INSTITUCIONAL, onde quadrilhas instaladas nos três podres poderes dessa pseudo república democrática roubaram os nossos sonhos de ter uma vida decente e próspera.
      Eu não preciso me socorrer do acervo da revista VEJA a que alude o prezado leitor porque vivi aquele período do regime militar com os meus pais e irmãos e sobrevivi ao que os esquerdopatas brasileiros chamam de anos de chumbo e de obscurantismo, e isto por uma razão muito simples porque sou uma pessoa de bem com a vida e, sobretudo do bem.
      Há 32 anos que espero sufragar nas urnas alguém que tenha o total compromisso com o BEM COMUM do povo brasileiro e infelizmente até hoje não tive superada essa minha expectativa.
      O problema do Brasil não é CONJUNTURAL, mas ESTRUTURAL.
      Precisamos fundar uma verdadeira república democrática onde a COISA PÚBLICA seja de TODOS e não de ALGUNS apaniguados.
      Que DEUS PAI CELESTIAL ilumine o povo brasileiro e, sobretudo lhe indique o melhor caminho a trilhar.
      Saudações,
      João Amaury Belem

  30. Só lembrando.
    O General que ajudou o Lula no Estatuto do Desarmamento logo depois foi para esse vergonhoso monopólio chamado para Taurus.
    Devido a ele as nossas polícias pagam 3 vezes mais caro por uma. 40 do que ela custa nos EUA.
    Ainda por cima são armas de qualidade extremamente duvidosa como mostra as 6.000 submetralhadoras compradas pela PM de São Paulo que estão encostadas, pois quando aquecem o cano cai.

  31. Newton, você tem que ser respeitado. Você deve lembrar que eu tentei dizer o que tinha realmente acontecido com Bolsonaro em 1995 aqui no Rio de Janeiro.. Você agora diz duas coisas muito importantes esclarecendo teus frequentadores: Primeiro falas do fanfarrão que teve tomada a motocicleta e a pistota Glock 380. E que Bolsonaro também foi um torturadorzinho. Já tinha ouvido dizer que ele andou torturando. Creio até que foi Dilma que disse. Mas é muito importante uma pessoa de teu jaez dizer isso. Valeu enormemente.

    • Desculpe, Aquino, mas acho que não me fiz entender. Eu escrevi que Bolsonaro “defende ardorosamente a tortura a presos políticos”, fato que é público e notório, nem requer explicações. Na sequência, escrevi que, “como todo militar torturador, na verdade é um covarde”. O significado claro é de que, “a exemplo de todo militar torturador”, Bolsonaro também é um covarde.

      Como todos sabem, Bolsonaro somente não se envolveu em torturas, porque estava de calças curtas naquela época. Note bem, estou dizendo que ele estava de calças curtas, não vá concluir que ele estava de calças arriadas… Você sabe que o pessoal tem mania de aumentar o que a gente escreve.
      Abs.

      CN

      • https://www.youtube.com/watch?v=ydQD0HTLwWA

        Sem dúvida, às vezes falamos uma coisa e, seja pela imprecisão da frase, seja pela ignorância ou má-fé de quem lê ou ouve, instala-se o mal entendido.
        Digo isso, Newton, porque é exatamente o que fazem, amiúde, com Ciro Gomes. Postei o vídeo acima para esclarecimento público, da boca do próprio Ciro.
        Quanto a mim, ” entenderam” que eu estive comparando violências anteriores e atuais. Ainda tenho minhas dúvidas se não passou de subterfúgio para não responderem o que de substantivo eu abordei.

  32. caro N ewton sempre leio o seus artigos, mas nos dias , voce esta enfatico em relaçao ao jair, , fui eleitor de lula ,so decepçao, o que restou do pt, uma quadrilha ,o senhor esta muito enganado quanto aos militares, o que o civil fez para essa populaçao, jair e nossa alternativa nao tem outro salvador ,esperamos algo concreto neste pais esse congresso ,vai ser renovado pelo povo que esta cansado de politicos,que nao amam a patria e corruptos . ele como foi militar colocara pessoas , nao politicos nas principais pasta importante do pais.jair 2018 presidente.

  33. A comunistada que vive de boas do dinheiro público, entenda-se vivendo de MAMATAS facilitadas pelo governo PT, está se cagando de medo do Bolsonaro!! E essa é a verdade!!! A boquinha vai acabar!!

  34. “P.S. – Bolsonaro jamais o fará. Como todo militar torturador, na verdade é um covarde. Foi assaltado por dois homens no Rio, em 1995, eles lhe tomaram a motocicleta Honda 350 e a pistola Glock 380, que o deputado orgulhosamente portava. E disse que se sentiu indefeso…”

    Quando um homem não reage a um assalto, é chamado de covarde??? Que opinião nojenta e abominável do blogueiro. Logo quem, que se diz comunista e alinhado com pensamentos da esquerda. Esquerda essa que defende que ninguém deve reagir a um assalto, com toda a razão. Já naquela época os assaltantes se sentiam à vontade devido às políticas de defesa da bandidagem capitaneadas pelo péssimo governador Brizola, que, infelizmente, nos deixou esse legado. E há aqui quem o defenda!!!! É muita alienação!

  35. Boa noite.

    Não sei o que possa a vir acontecer, mas este debate, se torna inapropriado neste momento. Quem nunca acreditou no LULA?
    Outra:
    Na época dos militares crescíamos mais que a CHINA.
    Outra:
    Vamos incentivar a passeata dos movimentos pró-militares, se é que existirão, pois o pessoal não deixa de sentar no sofá.
    Outra.
    Os militares se renderem doando o PODER por um aumento, eu não acredito, e vejam não estou colocando os militares como Santos.
    Outra:
    ” Concedei-nos Senhor, SERENIDADE necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, CORAGEM para modificar aquelas que podemos e SABEDORIA para distinguirmos uma das outras”.
    Caro Carlos Newton, quem é quem não sente vontade de ficar na verdadeira Pátria espiritual, quem?
    Morremos e nascemos todos os dias.
    Abraço sincero de carinho, sem papo furado de eufemismo.
    Muita saúde primeiro para mim, depois para você e depois para todos.
    Tudo dará certo!!!!
    Pior não fica!!!
    Este país é grandioso pela própria natureza.

  36. Bolsonaro Torturador: Newton, está claro que você não disse que Bolsonaro foi torturador. Ninguém pode entender dessa forma. Eu é que li o que escreveste e não interpretei corretamente o que dizias. Mas cabe uma observação. Se Bolsonaro apaude e canta loas a quem foi um dos maiores torturadores do período da ditadura, como o coronel Ustra, está claro, obvio, lógico e insofismável que Bolsonaro é potencialmente um torturador. Não creio que o nosso Werneck queira fazer um “cavalo de batalha” por coisa que ele, como profissional, já deve ter relido com atenção e interpretado corretamente.

    • Concordo plenamente, Aquino. Os militares não defendem a tortura, trata-se de um crime contra a Humanidade. Foi horrível o que aconteceu a um político como Rubens Paiva e a jovens como Stuart Angel, irmão de nossa querida amiga Hildegard Angel. Nada justifica a tortura, que é o climax da covardia humana. Colocar uma jiboia dentro da cela de uma jovem grávida, no escuro, é de uma perversidade abominável. Foi o que aconteceu à hoje jornalista Miriam Leitão. Esse passado enlameia nossa vida, mas não sensibiliza um homem como Bolsonaro, que Deus o perdoe.

      Abs.

      CN

  37. Tem mais Newton, caso chegassem ao cúmulo de te acionarem pelo que escreveste. Usarias o “Instituto da Exceção da Verdade. Que é a inversão da obrigação de provar. Lógico que existem as “malamadas” de Bolsonaro, mas não são loucas. Só para não esquecer: Ainda tem coisa surpreendente para ser dita sobre Bolsonaro. Se eu sei qual a razão de outras pessoas não saberem? Não é nada de ouvi falar. É coisa documentada. Vamos dar tempo ao tempo.

  38. Caros Carlos Newton e Antonio Santos Aquino,
    Antes de qualquer consideração, desde já, antecipo que o meu entendimento é que a TORTURA é INACEITÁVEL, seja ela promovida por quem quer que seja.
    As GUERRAS são as DESGRAÇAS da HUMANIDADE!
    Lamentavelmente, a ditadura do politicamente correto implantada pelos esquerdopatas brasileiros é um mal que vem destruindo a alegria e a espontaneidade dos cidadãos brasileiros.

    Hoje nos impondo exaustivamente um policiamento do que falamos, do que escrevemos e, sobretudo do discernimento que temos sobre essa esculhambação institucional em que estamos mergulhados desde o ano de 1985 com a implantação da tal da nova república, sob pena de sermos apedrejados em praça pública por inquisidores de plantão.

    Os esquerdopatas brasileiros têm utilizado desse expediente e seletivo, dessa perversa e poderosa arma, para silenciar quem ousa desafiá-los.

    A última vítima desta estratégia difamatória foi o brilhante e lúcido jornalista William Waack, pego em um desses deslizes que cometemos, lamentavelmente, em nossas vidas, diga-se de passagem ele foi pego em um intervalo de suas gravações e teve a infelicidade de proferir uma piada racista de muito mau gosto.

    Muito provavelmente a bola da vez deverá ser o brilhante jornalista Alexandre Garcia.

    Agora a pergunta que não quer calar “Por que quando os erros são cometidos pelos esquerdopatas brasileiros, a patrulha ideológica faz vista grossa?

    Os senhores lembram quando o apedeuta do Lula chamou sua bancada feminina esquerdopata de “grelo duro”? A mídia manteve silêncio sepulcral.

    Os senhores lembram quando a classe artística brasileira recheada de esquerdopatas se mobilizou para protestar quanto ao fechamento das exposições bizarras, que abusaram do direito à liberdade de expressão, que desrespeitaram símbolos religiosos judaico-cristãos e apresentaram opções sexuais bizarras para um público infanto-juvenil, no entanto, esses patrulheiros ideológicos não deram um pio sequer, quando em sinal de “protesto”, um festival de cinema no nordeste foi suspenso, só por que o filme “Jardins das Aflições”, que fala sobre a vida do filósofo Olavo de Carvalho, havia sido inscrito naquele festival de cinema.

    Agora vem no que interessa no ponto discutido pelos caros mediador e leitor e comentarista desse blog incomparável, na votação do impeachment da guerrilheira Dilma Rousseff, um deputado esquerdopata homenageou o terrorista Carlos Marighella, sendo essa manifestação encarada com naturalidade.
    No entanto, quando o Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro contra-atacou a referida homenagem feita pelo esquerdopata brasileiro, citando o Coronel do Exército Brasileiro Brilhante Ustra, que combateu os nacionais que empreenderam uma luta armada contra o Estado brasileiro porque entendiam que a redenção para o povo brasileiro seria a implantação da ditadura do proletariado, a esquerdopatia brasileira caiu de porrete em cima do referido parlamentar, ele foi severamente hostilizado.

    Poderia elaborar inúmeros parágrafos enumerando de cuspidas feitas pelos membros da esquerdopatia brasileira, à destruição de patrimônio privado feita pelos ditos movimentos sociais como o tal do MST, incursionando por agressões físicas à pessoas que pensam diferente (Universidade Federal de Pernambuco), além de desnecessários seriam muito cansativos.

    Ora, a ditadura do politicamente correto implantada pela esquerdopatia brasileira só vale quando os “ofendidos e os prejudicados” são os seus militantes.

    Porém, quando as vítimas são seus adversários porque não comungam do mesmo pensamento (como o signatário), tudo é permitido e tolerado.

    Ainda não sei em quem votarei, ainda não tenho candidato que supere as minhas expectativas, mas observo que a esquerdopatia brasileira vem empreendendo uma campanha visceral difamatória contra o provável e possível candidato Jair Messias Bolsonaro, onde afirmam que se trata de um ofensor das minorias (LGBT), que não entende de economia, entre tantas outras máculas, razão pela qual não tem pedigree para ser presidente da república.
    Ora, o povo brasileiro votou duas vezes em um apedeuta que se orgulha de não ter lido um livro sequer na vida, também votou duas vezes em uma guerrilheira e vem votando há 32 anos em parlamentares que não o representam.
    “O pau que bate em Francisco, induvidosamente tem que bater também em Chico, em Stédile, em Boulos, em Lula, em Dilma, enfim em todas as quadrilhas que tomaram o país de assalto, pois elas não têm o poder, na verdade elas são o poder”.

  39. O Mito Jair Bolsonaro será eleito e o PATRIOTA terá uma votação massiva. Os comunistas e os coronés da politica serão expurgados do congresso e a patota encapada de bandidos do STF colocada lá pelos canalhas sarney, collor fhc, lula e dilma serão devidamente defenestrada.
    VIVA BOLSONARO!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *