“Bolsonaro encolheu, Lula é o grande favorito e eu posso ajudá-lo”, diz Rodrigo Maia à Veja

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Rodrigo Maia já desistiu de apoiar o governador João Doria

Deu na Carta Capital

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia afirmou que pode ajudar Lula na eleição presidencial de 2022. Em entrevista a Veja, o parlamentar disse ainda que o petista é o favorito na disputa.

“Posso ajudar, sim. Foi um bom encontro, com a presença do prefeito do Rio, o Eduardo Paes. Disse ao Lula que tenho grande interesse em conversar com ele sobre o Brasil. Acumulei experiência e conto com pessoas no meu entorno que também podem cooperar.

PRÓXIMO À ESQUERDA – “Eu me aproximei da esquerda já durante o segundo mandato de Dilma Rousseff, para dar força à pauta econômica. Depois da queda do Eduardo Cunha, o PT me apoiou para conquistar a presidência da Câmara”, declarou.

“O Lula está praticamente no segundo turno, é favorito em 2022 e nós, do centro liberal, não podemos ficar de fora, precisamos tratar do futuro do país. As instituições provaram resiliência contra o autoritarismo do governo Bolsonaro, mas podem vir a a se enfraquecer na hipótese de um segundo mandato”, acrescentou o deputado.

BOLSONARO JÁ ENCOLHEU – De acordo com Rodrigo Maia, o presidente Jair Bolsonaro “encolheu” e, para um candidato de centro chegar ao segundo turno com Lula, precisa tirar votos do atual chefe do executivo.

“Pesquisas recentes mostram que Lula tem lugar garantido. Já Bolsonaro, gira em torno de 23% das intenções de voto porque não surgiu ninguém com mais de 10%. O candidato para derrotar o petismo deve ser um nome capaz de tirar votos do presidente. E eles se concentram na extrema direita, em uma parte do segmento evangélico e no eleitor de classe média ressentido com a falta de perspectiva”, afirmou o deputado, atualmente sem partido.

11 thoughts on ““Bolsonaro encolheu, Lula é o grande favorito e eu posso ajudá-lo”, diz Rodrigo Maia à Veja

  1. “Eu me aproximei da esquerda já durante o segundo mandato de Dilma Rousseff, para dar força à pauta econômica. Depois da queda do Eduardo Cunha, o PT me apoiou para conquistar a presidência da Câmara”,

    A chupeta de baleia se aproximou dos Comunopatas.???

    Demais da conta.
    eh1eh!eh1eh!eh

  2. O “agora comunopata” aliado do Luladrão, tem o apelido de Botafogo….
    Vejam o nivel desses corruptos que dizem que vão “consertar” aquilo que foi destruído por eles mesmo.
    Desse jeito o País não deslancha nunca, eles não deixam o Brasil em Paz…

    Veja apelidos que políticos tinham dentro da Odebrecht, segundo delator
    https://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/veja-apelidos-que-politicos-tinham-dentro-da-odebrecht-segundo-delator.ghtml

  3. Isso é tudo o que restou para os traíras do Presidente Bolsonaro: mendigar apoio do crime organizado (PT + PSDB + STF + PCC + CV) para fraudar a eleição de 2022 e não perder a teta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *