Bolsonaro explodiu o governo e a sua própria candidatura para 2022

Charge do Jota A. (portalodia.com.br)

Pedro do Coutto

Se as eleições de 2022 fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva venceria disparado, inclusive no primeiro turno. Ele tem 46% das intenções de voto contra 25% de Bolsonaro, 8% de João Dória, além de outros pré-candidatos com menores percentuais. Eu disse que venceria no primeiro turno porque o número de eleitores dispostos a votar branco ou nulo é de 10%.

Desta forma, 90% passa ser igual a 100%, e assim 46% representa nitidamente a maioria absoluta desenhada no momento, ultrapassando até por um ponto a margem necessária para decidir a sucessão presidencial, sem a necessidade de segunda convocação às urnas.

SIMULAÇÃO – Feita uma simulação para o segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista teria 58% contra apenas 31% do atual presidente. O quadro parece irreversível, pois a cada momento Bolsonaro perde cada vez mais apoio popular. A curva dos índices de aprovação, sobretudo de um ano para cá, assinala a tendência declinante do chefe do Executivo.  Enquanto isso, Lula recuperou os seus direitos políticos e está pronto para uma jornada que se apresenta bastante favorável. Já Bolsonaro não tem um projeto construtivo sequer.

O Globo, em editorial neste sábado, assinalou um ponto importante: o destempero verbal de Bolsonaro. Como na antiga frase em política, “as palavras pesadas impedem o voo das ideias leves e importantes para se governar um páis”. A linguagem de Bolsonaro é bastante negativa para quem necessita de integração com a opinião pública.

O Datafolha fotografou uma realidade que toma conta do país, a incompatibilidade de Jair Bolsonaro com o próprio eleitorado. Os atos que causaram o seu declínio foram produzidos por ele mesmo. Suas atitudes, suas palavras, sua oposição à vacina, à máscara e ao distanciamento, suas acusações infundadas e ofensas sem cabimento.

DESASTRE TOTAL – Todos esses fatos somados resultaram nas perspectivas apresentadas pelos levantamentos.  A psicologia de Bolsonaro é, sem dúvida, um fato marcante na vida política brasileira. Um desastre total e absoluto. Bolsonaro implodiu a si próprio e é quase o único responsável pela sua própria queda.

Na tarde de sábado, o jornal da TV Globo noticiou uma nova pesquisa do Datafolha, sobre como o eleitorado avalia a iniciativa de aprovar o impeachment contra Bolsonaro. Há meses atrás havia uma rejeição do impedimento de 52% a 48%. Isso em maio. Agora, no início de julho, a situação mudou, já que 52% são favoráveis ao impeachment, 42% contrários e 6% não responderam.

Os ventos, como na peça de Júlio César, de Shakespeare, estão voltados contra Bolsonaro, deixando claro que ele é o maior opositor de si mesmo. Um golpe que o tornasse imperador do Brasil está fora de cogitação.

12 thoughts on “Bolsonaro explodiu o governo e a sua própria candidatura para 2022

  1. Vou dar uma de jornalista que gosta de escrever o que ele quer, porém alegando estar apenas transmitindo a informação recebida. Lá vai:
    “Soube de fonte segura que o ex presidente Lula pedido para que “cozinhassem” Bolsonaro, mas nada de impeachment.
    Questionado pela inusitada proposta Lula respondeu: Quero receber a faixa presidencial das mãos dele!”

  2. Haja devaneios!

    Pelas pesquisas DataFake’s o ladrão-mór, Lula da Silva, já é o novo presidente do Brasil, eleito com 1000% dos votos. Diante da avalanche de intenções, a posse do vencedor será antecipada para o início do mês de agosto, pelo Barrose, o ministro dos fatos & fotos impublicáveis.
    O facinoroso Gilmar Mendes falou e disse: “tem ministro do STF sendo chantageado”.

    • A Foice do Vampiro Sanguessuga, também conhecida como Folha do Tucanistão, quer voltar a mamar de novo
      E como o Vampiro Sanguessuga seu eterno candidato á qualquer coisa não está mais no páreo, resolveram “passar” a faixa para o Luladrão,
      o mais depravado ladrão da história
      O pior de tudo os que tem a informação não desqualificam esse lavradaz vigarista corrupto ladrão, ainda querem fazer como que a povo o engula com chacaça e tudo..
      A que ponto chegou o jornalixo brasileiro, logo será jogado nas água podres e fétidas do Esgoto á Céu abeto entre as Marginais, o famoso Esgoto Coveiro.
      Por falar em esgoto, quando a Mídia esgoto vai perguntar para os que sentam nas cadeiras de desprefeito e desgovernador onde foram parar os trilhões para a despoluição do Esgoto.

  3. Pelo voto na terceira via nas próximas eleições desde que tenha o apoio público de Moro. Muitos almejam o retorno do combate à corrupção. A esperança depositada em Bolsonaro vazou pelo ralo.

  4. Onze Partidos se pronunciaram a favor da Urna Eletrônica e contra o retrocesso do Voto Impresso. O PT não se manifestou. Essa postura do PT não serve a Democracia e a luta por eleições livres. Na verdade, o PT observa o quadro nacional piorarando a cada dia, na esperança de vencer no segundo turno em 2022, com o desgaste do governo. Então fica ali, na coxia sem entrar no palco, a espera da hora certa.
    É uma atitude perigosa, pois pode nem haver eleição. Quando os fatos se tornarem realidade, já não haverá mais tempo para resistir.
    Estamos vivendo um momento crítico de acirramento e de quase confronto entre as instituições.
    Falta Educação, harmonia e independência entre os Poderes.
    Hoje o governador João Dória, as 13:00h anunciou a vacinação dos jovens e adolescentes de 12 aos 17 anos. Gostem ou não do governador paulista, mas, ele fez um gol de placa.
    Em comparação com todos os governadores, Dória está dando banho em todos, fazendo o dever de casa no combate sem tréguas contra a Pandemia.
    Entre Dória e o governador carioca, Cláudio Castro, o placar está de 7 a 1 para Dória e esse 1 ai, poderia ser zero.
    O prefeito Paes ensaiou uma disputa saudável com Dória , para ver quem vacina mais. Coitado do Paes, o bobinho está perdendo de goleada. Só está na frente do Castro, que assumiu no lugar do empichado juiz/governador Witzel.
    Os cariocas precisam voltar a votar melhor nos seus governantes, se quiserem viver um pouco mais felizes. Sai um e entra um outro ainda pior. São Paulo vai ganhando da gente de lavada e ainda não é de hoje.

  5. O oportunismo do PT e a depravação de Luiz Inácio comemoram a derrocada do seu mais parecido homem público, cujo conteúdo de governo é a mesma roubalheira.

    Agora, a mídia quer emplacar seu ladrão de estimação, lançando intenções de votos parecidas com as de 1982 quando Brizola tinha 2% e ganhou as eleições, derrotando os militares, os petistas, os admiradores do gato angorá, a Rede Globo e toda sorte de corruptos, como esse que querem a volta do cachaceiro e ex presidiário.

    Se deixassem essas pesquisas fajutas que servem só para enganar e influir na intenção de votos daqueles incautos que querem votar e seu candidato ser o vencedor , esses meios de comunicação estariam prestando um grande serviço ao Brasil.

    O Brasil Brasileiro não quer mais o PT e sua gangue comandada por esse gangster cachaceiro.

    Esse processo eleitoral poderá ter desdobramentos imprevisíveis a permanecer essas mentiras que colocam um ladrão e um genocida na frente das intenções de voto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *