Bolsonaro faria um favor ao país, se renunciasse e deixasse o poder nas mãos do vice Mourão

Resultado de imagem para mourão

Mourão demonstra ter melhores condições para governar

Willy Sandoval

Esse pessoal do Bolsonaro parece (e é mesmo) totalmente neófito em política! Qualquer iniciante sabe que, em política, se faz de tudo para não se criar inimigos, o adversário de hoje pode ser o aliado de amanhã e vice-versa. Vejam o termo que estou usando, porque adversário não significa inimigo. Bolsonaro e seus filhos não têm a mínima noção dessas lições tão básicas de política. Dinamitam pontes, quando deveriam procurar construí-las para facilitar a governabilidade. Até mesmo aliados passam a ser tratados como traidores e, portanto, como novos inimigos.

Do jeito que a coisa vai, será difícil chegar até 2022. Aliás, Bolsonaro faria um favor ao país, se renunciasse e deixasse o poder nas mãos do general Hamilton Mourão, que, tudo indica, tem muito mais bom senso e noção de realidade do que o tresloucado capitão e seus rebentos.

DESNACIONALIZAÇÃO – O governo não tem projeto e apoia claramente a desnacionalização da política. Nosso sistema atual produz ambiente promíscuo que inibe o bom capitalismo e estimula o mau capitalismo, a roubalheira e a barbárie.

Existe todo um sistema legal montado na lógica de serem criadas dificuldades para que consigam vender facilidades. Só não contavam que iriam aparecer uns malucos da Lava Jato querendo fazer a lei sendo cumprida custe o que custar, sem nenhum jeitinho. Resultado, país com economia estagnada com pouquíssimas possibilidades de retomada de crescimento sustentável.

E A JUSTIÇA? – O Supremo Tribunal Federal, a instituição mais importante da República, que dá a palavra final, está totalmente corrompido e disfuncional. É um pouco injusto falar em totalmente corrompido, mas há uns três ou quatro ministros claramente mal intencionados e ineptos, e isso é o suficiente para gerar uma instabilidade jurídica que praticamente inviabiliza o país de ter a volta de um crescimento econômico sustentável que seria gerado com a volta de investimentos, nacionais e estrangeiros.

Ou seja, estamos montando um país inviável e o governo não está nem aí.

19 thoughts on “Bolsonaro faria um favor ao país, se renunciasse e deixasse o poder nas mãos do vice Mourão

  1. Doutora em direito comercial detalha como a lava-jato destruiu as empresas brasileiras e prejudicou a Petrobras.

    – A família Odebrecht controla o grupo empresarial por meio da empresa Kieppe Participações. Emílio e Marcelo Odebrecht, os acionistas controladores finais, eram, respectivamente, presidentes do conselho de administração e da diretoria da Odebrecht S.A. —empresa esta que controla, por sua vez, a Braskem S.A.

    – Em vez de imporem a responsabilidade e o ônus financeiro dos acordos ao próprio clã Odebrecht, diretamente culpado pela tomada das decisões criminosas, os procuradores optaram por estender a responsabilização financeira pelos crimes a todo o grupo empresarial Odebrecht, incluindo as empresas controladas, as quais congregam acionistas minoritários que não participavam das decisões espúrias do clã controlador.

    – Primeiro, os procuradores impuseram proibições de contratações que recaíram sobre as empresas produtivas controladas, gerando instabilidade, interrompendo projetos e suscitando congelamento de linhas de crédito. Depois, o malfadado acordo de leniência da Lava Jato com a Odebrecht S.A. permitiu que a própria família Odebrecht continue a exercer o controle, vindo a decidir sobre quais companhias do grupo recai o ônus financeiro do acordo, um verdadeiro despautério (cláusula 7a § 4º). Pior ainda, os procuradores de Curitiba celebraram acordo de leniência com a Braskem S.A., impondo encargo financeiro de mais de R$ 3,1 bilhões que incidem sobre a própria Petrobras!

    – Assim, contrariaram a técnica societária usual de averiguar quem assumirá a conta. Ora, a petroleira é detentora de 47% das ações ordinárias e 21,92% das preferenciais, o que equivale a 36,15% do capital total da Braskem S.A. Devido a tal estrutura de propriedade acionária, o acordo celebrado pelo MPF de Curitiba significa que, no fim das contas, a Petrobras e seus acionistas arcarão com mais de R$ 1,12 bilhão das penalidades que deveriam ter sido impostas somente aos Odebrecht!

    – Tal análise detalhada faz ruir o anúncio propagado pela Lava Jato na mídia de que o acordo da Braskem recuperou R$ 264,5 milhões para a Petrobras. Infelizmente, a 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF e a própria Justiça Federal de Curitiba, que homologaram os acordos, também desprezaram as cruciais questões societárias envolvidas e, desse modo, foram incapazes de compreender que o acordo gerou mais prejuízo do que reposição de perdas à Petrobras e a seus acionistas. Portanto, é necessário ponderar sobre o dinheiro que a Lava Jato diz que recupera. O acordo de leniência com a Braskem causou à Petrobras prejuízo bem superior ao benefício alardeado. E nem sequer existe transparência suficiente para análises mais pormenorizadas.

    – A análise desapaixonada das estratégias jurídicas adotadas pela Lava Jato revela que o modelo de responsabilização adotado pelo MPF de Curitiba fez recair a maior parte das penalizações sobre as empresas, em vez de buscar confinar o ônus financeiro sobre os acionistas controladores responsáveis pelos ilícitos empresariais perpetrados. Essas decisões jurídicas inadequadas prejudicaram a continuidade das atividades produtivas, agravando a crise de setores importantes da economia brasileira.

    http://bit.ly/31Bz0KY

    • Quem inviabilizou as empresas brasileiras e prejudicou a Petrobrás foi a corrupção desbragada que o PT passou anos dizendo que ia combater e passou a fomentar depois de chegar ao poder. Se fosse o governo de qualquer outro partido, você seria o primeiro a estar denunciando. A Odebrecht é envolvida em corrupção há décadas, espalhou corrupção por meio mundo – literalmente – está enrolada em processos em vários países, mas nada disso verdade, é tudo coisa da CIA e de Moro para destruir uma empresa que virou orgulho nacional só depois que o PT assumiu o governo, porque antes disso nenhum petista duvidava dos esquemas corruptos das empreiteiras.

  2. Então…..
    Mourão teria um plano, um projeto nacional ?
    Que a palavra Nacional diz tudo.
    O projeto do Bozolado não é nacional, é o do capital estrangeiro tão somente, vive falando nisso, puxar pros americanos explorarem isso e aquilo, chamar israelenses pra resolver.
    Sem condições de continuar mesmo.
    Na posse só veio o fraque, o conteúdo é totalmente oco.
    Há que ser um exímio estadista para lidar com o momento atual.

    O jornal de hoje noticiando que a Aliexpress montará um centro de distribuição no Brasil.
    Pra quem nao tem noção do que isso significa, o dono,conglomerado Alibabá tem alguns milhões de itens á venda no Taobao, e-commerce algumas centenas de vezes maior que o eBay americano.
    Os caras são praticamente um país! Ninguém compete com eles…

    Vamos viver do que, 200 milhoes de brasileiros?
    Nos matando uns aos outros para ver quem vai servir a caipirinha para 4 chineses?

    Qual o plano nacional? Cobrar tarifa alfandegária dos manufaturados chineses? Só emprega uma dúzia…

    Qualquer coisa já será melhor que esse atual presidente que só fala em cavar buraco em floresta pra levantar uma grana….

  3. O PT foi quem acabou com todas instituições conseguiu corromper todos sem exceção. O problema não é de governabilidade coisa nenhuma. É preciso refundar essa república, precisamos de uma convocação para elaborarmos uma nova constituição um novo congresso, quem sabe acabar com o Senado , não é nunca foi casa revisora aqui , fechar o STF , criar um novo com menos juízes e não ministros e com outra forma de acesso. Tornar inelegíveis todos políticos atuais , todos de vereador a presidente por no mínimo DEZ ANOS. Precisamos acabar com essa CLEPTOCRACIA.

    • Antes do PT morávamos na Dinamarca….
      Pelo menos o Bozolado não está nem refundando nem afundando a República.
      Tá enviando tudo pra fora, boiando em navios ou voando dentro das malas dosportadores de passaportes diplomaticos….
      Se tivesse a bombinha pra fazer isso tudo dava na mão dele pra acender o pavio?

  4. Quer dizer que a lava-jato é que travou o país? Mais um artigo mambembe da esquerda perdida no tempo e no espaço. Sem liderança, sem projeto, sem voto, sem palavra e sem vergonha. Tentem daqui a 3,3 anos. Chorem na cama que é lugar quente.

  5. A meu ver, Sandoval comete um equívoco neste seu artigo em tela:
    “Ou seja, estamos montando um país inviável e o governo não está nem aí.”

    Perdão, mas o governo monta um país inviável e nós é que não estamos nem aí!

    Por outro lado, se nossos males advém do Legislativo e STF por que Bolsonaro deve renunciar?

    Lula e Dilma foram incomparáveis na corrupção e não se pedia que renunciassem!
    Mais a mais, essa política que Sandoval mencionou, que os inimigos de hoje podem ser os amigos de amanhã, trata-se justamente dessa maneira que se tornou hábito no Brasil, a política cínica, hipócrita, deletéria e deplorável!

    A falta de critérios honestos e decentes, legítimos e transparentes na política, tem nos levado para o fundo do poço, além de contribuir efetivamente para a perda de identidade do povo e país!

    O problema maior tem sido a nossa passividade, a nossa imobilidade, diante da situação que vem nos castigando há décadas.

    Agora, tirar ou renunciar Bolsonaro, muda o quê?!
    Mourão terá de se render ao congresso e STF, ora.
    Ficará com as mãos amarradas exatamente como o seu presidente.

    Se quisermos mesmo solução para o povo e Brasil, só com o fechamento do legislativo e mudanças na escolha dos ministros para os tribunais superiores.

    Não adianta mais elegermos presidentes para nos comandar, pois eles fazem parte do sistema!
    É esse modo de governar que precisa ser alterado, nem que seja na marra!

  6. Bolsonaro renunciar? Vai sonhando… talvez em 2026. Mourão terá duas semanas no cargo. Se o $TF aprovar o fim da prisão e 2a instância e ele intervir com os militares, será forte candidato com chances reais contra a chapa Bolsonaro/Moro.

  7. Com um stf dominado pelos aliados do crime e um congresso infestado de ratazanas, o povo continuará sendo roubado e escorchado sem dó nem piedade. A saída é fechar o supremo tribunal de filhosdaputa (stf), se o congresso achar ruim será fechado também. Simples assim, ninguém suporta mais tanta bandalheira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *