Bolsonaro parabeniza EUA por dia da independência e enaltece discurso de Trump: “Belíssimo e corajoso”

Charge do Amarildo (amarlido.com.br)

Deu no Estadão

O presidente Jair Bolsonaro parabenizou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o povo americano pelo aniversário de independência do país. Em publicação no Twitter neste sábado, dia 4, Bolsonaro ainda elogiou o discurso de Trump da última quarta-feira, dia 3, no qual o mandatário criticou os protestos antirracistas.

“Gostaria de parabenizar o Presidente @realDonaldTrump e o povo dos EUA pelo 244º aniversário de sua Independência. Como líderes das duas maiores democracias ocidentais, trabalhamos para avançar os ideais de liberdade, democracia e dignidade humana que esta data representa”, postou o Bolsonaro, que mais cedo participou de um almoço na residência do embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, para comemorar a data.

“GRANDE ESTADISTA” – O presidente aproveitou ainda para cumprimentar Trump “pelo belíssimo e corajoso discurso do dia de ontem”. “Palavras de um grande estadista. Que o legado e os valores dos fundadores dessa grande nação permaneçam sólidos e jamais sejam apagados por radicais.”

As postagens foram feitas em português e inglês.Na véspera do 4 de julho, dia da Independência dos EUA, Trump fez um discurso durante evento no Monte Rushmore, na Dakota do Sul, e fez um apelo direto aos eleitores que estão descontentes, acusando os manifestantes que participaram do movimento racial no último mês de se envolverem em uma “campanha impiedosa para acabar com a nossa história”.

O presidente norte-americano comentou ainda o fato de alguns manifestantes terem atingido monumentos e estátuas em todo o país, com a justificativa de que eram homenagens aos que se beneficiaram com a escravidão. Segundo Trump, os manifestantes estavam tentando apagar a história dos EUA. “Não se enganem, esta revolução cultural de esquerda foi projetada para derrubar a revolução americana”, disse. 

ALMOÇO – Bolsonaro repetiu o gesto feito no ano passado e participou, neste sábado, de uma comemoração pelo aniversário da independência dos Estados Unidos. Recebido pelo embaixador americano no Brasil, Todd Chapman, na residência do diplomata, no Lago Sul, em Brasília, o presidente chegou por volta das 13h e permaneceu no local por cerca de duas horas.

A comemoração ocorreu em meio à pandemia de covid-19, apesar de ser um evento mais restrito que o do ano anterior, quando Bolsonaro participou de um coquetel na sede da embaixada dos EUA para celebrar a data.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, alvo de pressão no Palácio do Planalto para sua substituição, conforme o Estadão/Broadcast Político revelou, estava presente ao almoço. Também participaram os ministros da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; da Casa Civil, Braga Netto; e o Secretário Especial de Assuntos Estratégicos, Flávio Rocha, além do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O adido de Defesa dos EUA, Lorenzo Harris, também participou do evento.

12 thoughts on “Bolsonaro parabeniza EUA por dia da independência e enaltece discurso de Trump: “Belíssimo e corajoso”

  1. Entre espinhos e rosas o lado da beleza é tão fácil de se perceber. Nós estamos concluindo uma desgraça uma desgraça eles querem que acreditamos. Tudo vai dar certo. Os felas todos os felas, mais uma vez vou declinar só os que estão
    VIVOS só os vivos: Sarney, Collor, FHC, Luladrão, Dilmanta, Temer, Batoré, Botafogo, O Amigo do Amigo do meu Pai. Vocês acreditam nesse país fela da puta , acreditam!
    Agora é a narrativa dessa imprensa vagabunda , canalha é desmoralizar a LAVA JATO e anular as sentenças de CURITIBA.
    E tem toda uma ELITE adorando isso.
    Não mudo nunca: AH PAÍS VAGABUNDO.

  2. “Gabinete de Jair Bolsonaro tinha vaivém suspeito de dinheiro e cargos, revela jornal.

    Segundo denúncia da Folha de S.Paulo, as movimentações atingem cerca de um terço das mais de 100 pessoas que passaram pelo gabinete do então deputado Jair Bolsonaro entre os anos de 1991 e 2018”.

    Eram nomeações de fachada, tal qual aconteceu com a “assessora” filha de Queiroz que foi nomeada pra trabalhar 40 horas semanais no gabinete do seu Jair em Brasilia, mas trabalhava como personal trainer no Rio de Janeiro.

    Não é surpresa para mim o quanto seu Jair é corrupto, vide suas duas casas no condomínio na Barra da Tijuca/RJ, avaliadas, as duas, em R$ 8 milhões.

  3. Bolsonaro acertou em cheio só esqueceu de dizer;2 lideres do atraso no mundo e mais continuamos a corrupção nestes mais de 500 dias de governo.Ensinou aos filhos o caminho da corrupção.

  4. Presidente da república não visitou um hospital sequer. Zero! Bastava ir em qualquer um no Distrito Federal. Foi até comer cachorro quente. E foi à Embaixada dos Estados Unidos celebrar a independência norte-americana. Uma celebração conjunta pelos dois piores países na epidemia.

    63.295 mortes por covid-19 no Brasil.
    Médicos, enfermeiros e demais profissionais implorando para que as pessoas não relaxem no distanciamento.

    O presidente do Brasil e a laia dele foram a Embaixada Norte-americana.

    O nível de lambe-botismo é inexplicável. No meio de uma pandemia, mais de 60 mil mortos, mais de 1000 mortes por dia e a pelegada “patriota” comemorando 4 de julho na embaixada norte-americana!

Deixe uma resposta para Gregório Abrantes de Lacerda Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *