Bolsonaro pede a Deus para ser reeleito e critica novamente Venezuela e Argentina

(Resende - RJ, 17/10/2020) Cerimônia de Entrega de Espadim aos Cadetes da Turma “Centenário da Missão Militar Francesa no Brasil”.Foto: Marcos Corrêa/PR Foto: Marcos Correa

Bolsonaro não quis comentar o caso do senador da cueca…

Paulo Cappelli
O Globo

Durante cerimônia de entrega de espadins para mais de 600 cadetes do Exército na Academia das Agulhas Negras, em Resende, no sul do estado, o presidente Jair Bolsonaro citou em seu discurso o desejo de ser reeleito e, sem citar nominalmente os países, criticou a Venezuela e a Argentina.

Ao receber do cerimonialista a palavra para discursar, na condição de presidente da República, Bolsonaro afirmou: – Faltam ainda três anos e meio pela frente (para a turma de cadetes concluir o curso). Peço a Deus para estar aqui em 2023 – disse Bolsonaro, projetando uma vitória na eleição de 2022.

CLIMA DE GUERRA – Em seguida, um mês após o Exército simular situação de guerra na Amazônia com a Venezuela, como revelou O Globo, Bolsonaro criticou indiretamente o país e a Argentina em discurso aos cadetes.

– Hoje assistimos um país mais ao norte (Venezuela), onde as Forças Armadas resolveu (sic) enveredar por outro caminho. A liberdade, aquele povo, nosso irmão, perdeu. Mais ao sul, outro país (Argentina) parece querer enveredar pelo mesmo caminho. Peço a Deus que eu esteja errado, peço a Deus que salve nossos irmãos mais ao Sul – afirmou Bolsonaro.

O presidente estava acompanhado do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, do vice-presidente, Hamilton Mourão, do ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, além de deputados federais e do prefeito de Resende, Diogo Balieiro, candidato à reeleição.

NADA SOBRE A CUECA – Ontem, enquanto cumprimentava apoiadores, Bolsonaro foi indagado pelo Globo sobre a situação do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que foi flagrado com dinheiro na cueca. Perguntado sobre se a decisão de afastamento do senador deve caber ao Senado ou ao Supremo Tribunal Federal, o presidente afirmou:

– Não quero dar opinião política sobre isso daí, não.

Em seguida, perguntado sobre se pretende apoiar o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) na reeleição à prefeitura do Rio, Bolsonaro preferiu não responder.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGCertamente Bolsonaro não quis tocar no assunto do senador da cueca, porque sua família já tem muito problema com a mania de fazer negócios (e sempre são excelentes negócios…) na base do dinheiro vivo. (C.N.)

18 thoughts on “Bolsonaro pede a Deus para ser reeleito e critica novamente Venezuela e Argentina

  1. “Ciro Nogueira, expoente do Centrão e réu no STF por organização criminosa no “Quadrilhão do PP”, conseguiu emplacar mais um aliado em órgão federal, ampliando a “República do Piauí” no governo de Jair Bolsonaro.” (O Antagonista)

    E seu Jair tem a cara de pau se dizer que seu (des)governo não tem corrupção.

    É Bandido defendendo Bandido.

  2. Veja bem, no que deu para o país, a mudança na Constituição estimulada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, que em recente artigo no Globo e no Estadão reconheceu o erro.
    O presidente Bolsonaro, descumprindo uma promessa de campanha, na qual declarou ser contra a reeleição, trabalha diuturnamente, em cada fala, cada discurso, cada solenidade, cada inauguração de obra, com fins manifestamente eleitoreiro, mirando sua reeleição em 2022.
    Trata-se de uma antecipação de campanha, clara e manifesta como nessa solenidade, descrita pelo jornalista de O Globo.
    Pois bem, o TRE, o TSE, o STF, ninguém se manifesta, todos mudos, quedando-se inertes, a paz dos cemitérios.
    Se fosse um Partido de Esquerda cairiam de pau em cima, com multas e o diabo a quatro.
    A Isonomia neste país não existe na prática.

    • Roberto, com o máximo respeito, quando o sistema e ruim e o eleitor não sabe o que faz, a desgraça é certa.
      Dias atrás, fiz uma retrospectiva das eleições de 1889 até a ultima. Partidos, candidatos e percepção dos eleitores piorou e muito!
      A reeleição terminou sendo um detalhe.
      FHC catapultou Lula e este tomou conta de tudo. Bolsonaro aprendeu como fizeram e está copiando. Resultado: agora duas seitas extremadas nunca tiveram líderes tão semelhantes!
      Temos de mudar o sistema eleitoral/político, o mais rápido possível e, também temos de qualificar candidatos e eleitores.
      Abraço
      Fallavena

      • Fallavena, o respeito que tenho por ti é da mesma intensidade.
        Discordar com elegância é sinal de cordialidade. No entanto, temos pouca divergência e um mundo de pontos em comum.
        Vamos chegar lá, demora mais chega. Sinto os ventos do arrependimento do voto da eleição passada e nesta última. Já é um bom sinal. Temos que ter esperança na tomada de consciência do eleitor. Não tem outro jeito. Se alguém tiver, me avise para seguir este caminho.
        Um abraço.

  3. Com certeza muitos golpistas de 2016 já devem ter percebido seu erro em não aceitar a democracia como ela é. O PSDB em frangalhos, o MDB fisiologista como sempre. Resta o PT que ainda é um partido forte e unido. Improvável JB conseguir apoio como foi em 2018.

  4. Se o boçal tivesse só um neurônio e o usasse para pensar na reeleição seria ótimo, mas adora se meter em roubada alheia. Deixe tanto os vizinhos do Norte quanto os do Sul se virarem sozinhos, eles fizeram as escolhas deles, se boas ou más não são da nossa conta, mas o boçal é boçal demais para não deixar de opinar sobre as escolhas alheias

  5. Se Bolsonaro fala com Deus e Ele p atende, vou tentar uma ligação mais tarde! Quero saber com que Deus ele está se “comunicando”, se é o mesmo que eu creio!
    Fallavena

    • Pô, Fallavena, pô!!!!

      Quando Bolsonaro diz que fala com Deus, ele quer dizer que fala com ele mesmo!!!

      Ele é quem manda, quem tem o poder, quem decide.
      Se tentar se comunicar com o Criador, deverá ter cuidado para não receber um raio pela cabeça ou Deus responder:
      – Para de me encher o saco, Zé. Queres mais o quê? Presidir o Tio Sam?! Te aquieta, e me deixa em paz!

      Se Deus nunca antes se comunicou até mesmo com os justos, vai bater um papo com o messias só no nome?
      O Velho tem muito o que fazer para dar importância a Bolsonaro.

      Aliás, se quiser conversar mesmo com o Todo Poderoso, e que não seja apenas fruto da sua imaginação, que fale com o pobre, o miserável, o desempregado, o analfabeto!
      Considerando que, “vox populi, vox Dei”, o presidente não só terá um diálogo jamais realizado, como falará diretamente com o Criador!

      Mas, Bolsonaro não tem luzes suficientes que iluminem a sua mente, então segue na escuridão de suas intenções deploráveis, omissas e irresponsáveis com os necessitados!

      Abração, guri.

    • Estamos diante de um pedido a Deus? Não! Mas duma autoconfissaão de extremo egoísmo e cinismo de um indivíduo incapaz de confessar mea culpa!
      Em quais mazelas, Bolsonaro se sente melhor que Maduro e Fernandez?
      Para muitas pessoas, saber que existe alguém pior que elas, isso lhes serve de alavanca para soerguer a autoestima e a autoconfiança! A propósito, se ambos os vizinhos presidentes parecem PIORES, é porque, de certo modo, a dupla está relutando em entregar suas pátrias à pilhagem norte-americana. Quer dizer: para o dissabor de ambos, ou por uma questão de honra, eles entraram em rota de colisão com a nação, cuja mídia, poder de sanções e terror bélico são capazes de demonizarem e aniquilarem quaisquer desafeto perante a comunidade internacional.

  6. Prezado Nascimento,

    Jamais ouve isonomia nesta republiqueta.
    As castas e elites se encarregam de manter as desigualdades em todos os segmentos nacionais.

    A começar pelos vencimentos de professores, policiais, agentes penitenciários e áreas da saúde, em relação aos altos servidores do BC, Receita Federal, tribunais de contas, Ministério Público estadual e federal, legislativo e judiciário.

    A Justiça escolhe quem deve cumprir com os rigores da lei, e quem deve tê-los abrandado por ser “conhecido” dos poderes constituídos ou, de certa forma, relacionado.

    Agora, essa moda de, muito tempo depois, os ex-presidentes vêm a público pedir perdão pelos seus erros, deveriam ser mandados pastar, pois depois do prejuízo dado não há mais como compensar os danos ocasionados ao povo e país.

    Que peguem seus pedidos de perdão e … e … façam o que quiser porque as desculpas são meramente cínicas e hipócritas!

    Pedidos de desculpas de duas, quase três décadas após os acontecimentos, demonstram o desprezo pelo cidadão e desconsideração pelos graves problemas causados pelas suas más administrações.

    Antes ficassem calados, pois até quando postaram essas declarações, verificou-se que o povo JAMAIS teve a devida atenção desses governantes, e confessar essas má intenções muito tempo depois, só comprova o distanciamento que criaram com o cidadão, com o trabalhador, com a população,.

    Deboche, escárnio, os reconhecimentos pelas falhas, erros e omissões. tempos depois.

    Querem que aceitemos seus pedidos de perdão?
    Devolvam o que surrupiaram do povo, principalmente com aquelas pessoas que já partiram, que não estão mais entre nós, e são milhões delas.

    Bolsonaro segue o mesmo caminho.
    Amanhã, quando analisar a sua gestão ou duas, vai constatar o quanto errou na condução dos graves problemas sociais brasileiros, e pedirá perdão com a sua cara deslavada!

    De perdão em, perdão, o lema é ignorar a pobreza, a miséria, o desemprego, e cuidar dos poderosos, das castas e elites, e manter o sistema protegido e preservado.

    O povão é descartável, só gera despesas e produz quase nada.
    O melhor governo é fazê-los desaparecer.
    Mas, na razão direta que estão absortos no cumprimento de suas obrigações com os abonados e privilegiados, esquecem que a população de desvalidos aumenta, e mais ainda condena castas e elites a viverem trancafiados!

    Praia, shopping, passeios, cinemas, teatros, exposições, têm sido um suplício para os endinheirados e poderosos quando comparecem a solenidades ou saiam de casa.

    Mas, é aquela história, Nascimento:
    Ninguém vive impunemente as delícias dos extremos!

    Forte abraço.
    Saúde e paz.
    Te cuida, parceiro.

  7. Prezadíssimo Francisco Bendl.
    Realmente, o Princípio da Igualdade é coisa rara no Brasil de ontem e de hoje.
    Vige o compadrio, os grupos familiares, o espírito corporativo nos Três Poderes. No Congresso então, é visível a olho nú.
    Uma parlamentar com tornozeleira e um Senador pego com dólares na cueca.
    Não vai acontecer nada. Agora, se fosse um trabalhador, um inferno se abriria sobre ele, com prisão fétida e demissão por justa causa.
    Eta país injusto contra o povo que trabalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *