Bolsonaro pede votos para reeleger Carluxo : “Vai continuar me ajudando bastante em Brasília”

Bolsonaro diz que Carluxo “trabalha igual um condenado nas mídias”

Augusto Fernandes
Correio Braziliense

Durante transmissão pelas redes sociais na noite desta quinta-feira, dia 29, o presidente Jair Bolsonaro declarou apoio a candidatos a prefeito e vereador que concorrerão nas eleições municipais deste ano. Dentre os políticos citados pelo mandatário estão Celso Russomanno, que tenta se eleger prefeito de São Paulo, Marcelo Crivella, que busca renovar o mandato como prefeito do Rio de Janeiro, e o filho Carlos Bolsonaro, que tenta reeleição como vereador do Rio de Janeiro. Todos são filiados ao Republicanos.

Ao anunciar o nome do filho, Bolsonaro disse que espera que Carlos seja reeleito para que ele possa continuar ajudando o mandatário em Brasília. “Trabalha igual um condenado nas mídias sociais, é meu filho, né? Sou suspeito para falar dele. Quem puder colaborar, não tem candidato ainda, ajude Carlos Bolsonaro a ser reeleito, porque vai continuar me ajudando bastante em Brasília.”

PROPAGANDA – Além de Russomanno, Crivella e Carlos, o presidente fez propaganda para outros nove políticos: três candidatos a prefeito e seis a vereador. Dos postulantes a prefeito, Bolsonaro pediu votos ao Coronel Menezes (Patriota), em Manaus; a Bruno Engler (PRTB), em Belo Horizonte; e a Ivan Sartori (PSD), em Santos.

Para vereador, o mandatário apoiou as candidaturas de Deilson Bolsonaro (Republicanos), em Boa Vista; Sonaira Fernandes (Republicanos) e Clau de Luca (PRTB), em São Paulo; Paulo Chuchu (PRTB), em São Bernardo do Campo (SP); Luiz Costa (Solidariedade), em Queimados (RJ); e Fabio Ferreira (Republicanos), em Nova Iguaçu (RJ).

COMUNISMO – Bolsonaro instruiu os eleitores a não votarem em branco ou nulo e também pediu aos brasileiros que analisem bem os nomes de cada partido. O presidente ainda aproveitou o momento para cutucar algumas candidaturas “comunistas”, como a de Manuela D’Ávila (PCdoB), que concorre à prefeitura de Porto Alegre.

“Já que estamos na época de campanha eleitoral, eu queria dizer a vocês que o voto é importante. Você tem que analisar o partido das pessoas. Tem partido que prega ideologia de gênero, destruição dos valores familiares, liberação de maconha. Um montão de besteira. Eu olho para Porto Alegre, tem uma candidata do PCdoB lá na frente. Veja o que esse partido defende. Os problemas que esse partido cria para a família tradicional brasileira. O caminho certo é acreditar em um partido comunista? Isso é só a desgraça. Apelo a Porto Alegre: votar em candidata do PCdoB é o fim da picada”, criticou.

CRÍTICAS A DINO –  Mais cedo nesta quinta, Bolsonaro cumpriu agenda no Maranhão, onde reclamou do governador local, Flávio Dino (PCdoB), e disse que iria erradicar o comunismo do estado. Na live, ele voltou a falar do Maranhão e opinou que a unidade da Federação está entre as piores do Brasil por conta de Dino.

“Eu tive em um estado agora administrado pelo Partido Comunista do Brasil. Com todo respeito, é o segundo pior estado em quase todos os índices. São irmãos como nós, mas a administração do PCdoB ajuda a deteriorar esses números. Só no Brasil mesmo para se falar em democracia tendo um partido comunista. O que mais me pediram no Maranhão foi se (tinha algo) que eu pudesse fazer para acabar com o comunismo lá. Isso não deu certo em lugar nenhum no mundo”, ponderou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Bolsonaro pede votos para Carluxo ser reeleito vereador e trabalhar para ele em Brasília? Nas mídias sociais ? E onde fica as responsabilidade com o mandato? Aliás, Carluxo não atua como vereador há muito tempo. Apenas se beneficia do mandato. Desde que o pai foi eleito, o filho dirige o Gabinete do Ódio no terceiro andar da Presidência, ao lado das salas de Bolsonaro. (Marcelo Copelli)

13 thoughts on “Bolsonaro pede votos para reeleger Carluxo : “Vai continuar me ajudando bastante em Brasília”

  1. Nem que a vaca tussa, nem pela Berlarussia, nem pelos escambau quero ver esse cara reeleito. Chega de explorar a teta da viúva. Vá trabalhar, cara de pau!

  2. E´isso Copelli. Ser eleito vereador no RIO, para ajudar o pai em Brasília. O Rio que se dane. Dele o cara so quer a grana.

  3. Que lindo! Papai e filhinho!

    Estou muito sensibilizado. Poxa, isso teria que virar novela.

    Só faltou o Hélio Negão atrás do seu Jair. Seria foto de família. Hélio Negão o padrasto do Carluxo.

    O país não merece isso.

  4. Depois de intervir, pessoalmente, junto ao governo de Angola, a fim de manter o “direito” da igreja universal continuar roubando aquele povo miserável. Agora, cedendo a pressões divinas de Edir Morcego, tio e guru espiritual do Marcelo Crivella; contrariando o compromisso de não se imiscuir na eleições municipais, Bolsonaro corre às pressas para dar uma mãozinha ao atual prefeito malfadado à derrota. E, no mesmo pacote, adiciona um dos seus zero à esquerda, Carluxo!
    PS: Faz alguns meses, o presidente angolano deu um ultimatum para que a igreja universal sacasse o mais rápido daquela nação africana e lusófona, assim como o Brasil.
    A denúncia de trabalho semiescravo, racismo e remessa clandestina de milhões de dólares foi formulada pelos próprios pastores locais, que serviam a máfia cosmopolitana do bispo Macedo! Mas Jair Messias falou com o presidente angolano, João Lourenço, e tudo continuou como antes no inferno de Dante!

    https://veja.abril.com.br/brasil/bolsonaro-se-envolve-em-disputa-da-igreja-universal-em-angola/

  5. Afinal de contas, alguém se elege vereador para servir ao povo do seu município ou para ajudar o papai em Brasília??!!

    Que o papai lhe pague um salário, mas livre a população de pagar vencimentos milionários para uma pessoa que nada fará em benefício pelo qual foi eleito.

    A menos que o presidente considere o país e povo como se fôssemos um feudo, então a sua autoridade máxima, de fazer o que bem quiser conosco e a Nação.

    O papai pedindo votos para os cariocas porque deseja o seu pimpolho consigo, das duas uma: ou perdeu de vez a vergonha ou se acha acima da ética e moralidade públicas.

    • A bolsonarete do Eliel para disfarçar a desfaçatez que o Bozo faz ao dizer que o filho Carlos, que é candidato a VEREADOR (?!?!), o ajuda em Brasília (?!?!?!?!), coloca um link de uma matéria de um site bolsonarete que não tem nenhuma credibilidade e tenta mudar o foco.

      Se fosse o Lulete que dissesse isso pra que um filho luletinho saísse candidato a vereador, essa bolsonarete do Eliel estaria agora fazendo escândalo.

  6. É muita cara de pau!

    Pede que reelejam Carlucho para continuar criando factóides no Palácio do Planalto.

    PS-Ou seja: o eleito nada fará para a cidade do Rio de janeiro.

    PS2-Mas receberá um bom dinheiro pela ausência e inutilidade.

  7. O malandro sempre está preocupado com o dinheiro no bolso di otário, assim como famílias corruptas que entram na vida pública se preocupam com os votos dos incautos.
    É natural que o presidente se preocupe mais com a eleição do seu filho di que.com seus afazeres que, na certa, não sabe nem quais e quantos são.
    Quem paga a conta é o otário que dá seu voto ao acreditar em algo que ele não tem a mínima certeza do que está praticando quando elege um espertalhão que, a rigor, não conseguiria emprego como chefe de cabaré, pois seria reprovado no quesito moralidade.
    Bolsonaro trilha o caminho para o inferno pois deu a mão a satanás e pediiu aos seus eleitores que passassem super bonder para que do amigo íntimo não mais se separasse.
    Se guardássemos as porcarias que esse safado produziu em menos de dois anos daria para adubar toda a produção agricola.
    Seu governo é de arrepiar pois até os generais se dobram aos seus berros como aqueles que vimos na gravação em que palavras de calão eram ditas como cumprimentos aos subservientes ministros que ganham salários para serem cúmplices de pessoa desnorteada.

  8. Votar em Carluxo para vereador da Cidade Maravilhosa é confirmar o Atestado de Burro e votar para ser roubado.

    Neste mandato ele viveu em Brasília fazendo campanha para o Pai ser eleito e reeleito deixando a suas atividades de Vereador ao bel prazer, é o mesmo que queimar dinheiro.

    “Se há um idiota no poder, é porque os que o elegeram estão bem representados”
    Apparício Fernando de Brinkerhoff Torelly, também conhecido por Apporelly e pelo falso título de nobreza de Barão de Itararé (1895-1971), era gaúcho da cidade de Rio Grande. Ele foi jornalista, escritor e pioneiro no humorismo político brasileiro. Estudou medicina, sem chegar a terminar o curso, e já era conhecido quando veio para o Rio de Janeiro fazer parte do jornal “O Globo”, e depois de “A Manhã”, de Mário Rodrigues (pai de Nélson Rodrigues), um temido e desabusado panfletário. Logo depois lançou um jornal autônomo, com o nome de “A Manha”.

  9. JAMAIS PENSEI LER UM NEGÓCIO DESSES: O CANALHA PEDIR VOTOS PARA O FILHO IMBECIL SER REELEITO VEREADOR NO RIO DE JANEIRO E, ASSIM, AJUDÁ-LO MELHOR EM BRASÍLIA !!! É O PRESIDENTE MAIS SÓRDIDO, AVACALHADO, DESPREZÍVEL E SEM VERGONHA QUE ESTE POBRE BRASIL JÁ TEVE EM TODA A SUA HISTÓRIA !!!

  10. KKK mas o papai não está errado, ele não quer ver o filho desempregado, que pai não faria o mesmo? O que espanta é a afirmação de que quer ter o filho
    perto dele em Brasília, o cara é vereador no Rio de Janeiro. Será que os cariocas são assim tão idiotas? Espero que não

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *