Bolsonaro pensa (?) que os militares querem mantê-lo no poder a qualquer custo

Resultado de imagem para bolsonaro bate continencia

Por ser militar, Bolsonaro acha que pode fazer o que bem entende

Carlos Newton

Nada como o dia seguinte às calamidades, que a genialidade de Hollywood celebrizou com a grife “Day After”. No caso das badaladas manifestações do dia 15, elas acabaram não acontecendo e os jornalistas não tiverem condições de analisar o dia seguinte, que sempre define importantes rumos. Se os atos públicos tivessem acontecido, a meu ver seriam sucesso, por representarem um protesto contra tudo, mas curiosamente não significariam apoio incondicional ao governo de Jair Bolsonaro.

Como todos sabem, Bolsonaro é um fenômeno decorrente da aversão acumulada contra o PT nos últimos anos, devido aos erros cometidos nos governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff.

FRACASSO PETISTA – Oferecimento excessivo de crédito, para incentivar o consumo, somado à generosa isenção de impostos às grandes empresas e ao acúmulo de déficit público a partir de 2013, com elevação da dívida de forma irresponsável, tudo isso resultou no fracasso petista, no impeachment de Dilma Rousseff e na eleição de Jair Bolsonaro.

A posse do novo governo foi cercada de uma extraordinária esperança em novos tempos de redenção econômica, com o sepultamento do projeto da primeira república sindicalista do mundo, que Michel Temer fez a gentileza de detonar em sua gestão.

No caso de Bolsonaro, com um ano e quase três meses de governo, o que se vê um presidente já em campanha para a reeleição, deixando o governo nas mãos de Paulo Guedes, que não tem realizações a apresentar. A própria reforma da Previdência, da qual o ministro tanto se orgulha, teve de ser aprimorada pelo Congresso, e a ansiada reforma administrativa, entregue por Guedes a Bolsonaro em 27 de fevereiro, está tão ruim que o presidente ainda não teve coragem de encaminhá-la ao Legislativo.

DUPLO FANATISMO – Nesse clima eternamente eleitoral, os fanáticos por Bolsonaro são muito ativos, mas devem compor apenas 25% da população, com Lula detendo outros 25% de também fanáticos. Sobram 50% de brasileiros perplexos, que não sabem em quem acreditar.

A atuação econômica de Guedes é um fracasso, porque no governo Michel Temer o ministro Henrique Meirelles pegou o Brasil numa baita recessão (– 3,5% em 2015 e – 3,,3% em 2016), passando para 1,3% positivos em 2017 e mais uma vez 1,3% positivos em 2018. E o ministro Paulo Guedes, com toda a pirotecnia, boom da Bolsa e tudo o mais, caiu o PIB para 1,1% positivos.

Tanto Bolsonaro quanto Lula têm vocações autoritárias. O líder petista está neutralizado, porque é ficha suja e não pode ser candidato em 2022, terá de lançar um de seus postes, que estão em flagrante escassez. E Bolsonaro é candidato desde sempre e até abdicou de governar, para se dedicar inteiramente à reeleição.

SALVADOR DA PÁTRIA? – Bolsonaro, ao invés de governar, quer se aclamado como salvador da Pátria, mas não é tão simples assim. Ninguém salva a Pátria sem expansão da economia, do emprego e da distribuição de renda. Foi por isso que o marqueteiro James Carville, que trabalhava para Bill Clinton, inventou a expressão “é a economia, estúpido”, que ficará para sempre na História da Política.

Bolsonaro hostiliza a Imprensa diariamente, o que é uma espécie de suicídio político, e pretende que o Congresso e o Supremo sejam submissos a ele. É claro que isso jamais irá acontecer, porque são dois Poderes independentes.

Mas Bolsonaro se julga o máximo. Ao pedir o adiamento das manifestações do dia 15, ao invés de reduzir o enfrentamento e facilitar um novo acordo com o Congresso, ele fez o contrário, dizendo que a simples movimentação para os atos públicos já tinha dado um “tremendo recado para o Parlamento”.

“REGRA DE OURO” – Em sua embriaguez de poder, Bolsonaro esquece que precisará desesperadamente do Congresso para não cair na armadilha de Dilma e cometer pedaladas e maquiagens fiscais, que configuram crime de responsabilidade e possibilidade de impeachment. Este ano, a equipe econômica já sabe que será descumprida a chamada “regra de ouro” e Bolsonaro precisará da aprovação do Congresso para não sofrer impeachment.

Bolsonaro não liga para nada, não está nem aí, acha que no final do ano bastará convocar o povo para defendê-lo do descumprimento da lei. Procede assim, porque pensa (?) que os militares vão bancar sua presepadas e entronizá-lo no poder com novo AI-5, como seu filho Eduardo preconiza.

Mas não é assim que a banda toca.

###
P.S.
Os militares estão decepcionados com Bolsonaro. Agradecem o aumento salarial e os privilégios da Previdência, mas nada farão em favor dele. Sabem que podem confiar no vice-presidente Hamilton Mourão, que é muito mais qualificado do que Bolsonaro e sabe como tratar o Legislativo e o Judiciário, em busca da harmonia institucional que o país tanto necessita. (C.N.)

29 thoughts on “Bolsonaro pensa (?) que os militares querem mantê-lo no poder a qualquer custo

  1. Bom dia, mais um excelente artigo. É isso mesmo! Um amigo ouviu ontem de um industrial paulista com ascendência árabe que SEMPRE teve entrada nos gabinetes de Brasília (em todos os governos desde Figueiredo) que os dias de Bozo estão no fim. “Está acabando” foram as palavras exatas. Então presume-se que, a continuar desse jeito, provavelmente Mourão virá por aí. Se assumir tem chances de fazer um governo de verdadeira coalizão e até se reeleger. Itamar conseguiu tal feito menos à reeleição, que foi barrada pelos capangas de Joaquim Roriz (todos PMs do DF e GO à paisana) que distribuíram socos na convenção do PMDB que ocorreu no plenário da CD em um final de semana. ”Decidiram” por não lançarem candidato à presidência. Itamar venceria pois o Plano Real estava “bombando” e o poder aquisitivo das classes mais baixas se elevou consideravelmente à época. Bozo, como esperado, está metendo os pés pelas mãos!! Abraços

  2. Bebianno no Roda Viva nos lembrou que Bolsonaro tem o apoio das PMs e isso representa 500 mil homens armados e treinados. Isso pode dar uma mer… sem precedentes. De um lado um congresso desacreditado e que não nos representa (apenas 27 deputados foram eleitos com os próprios votos), comandado e liderado por um “Centräo” oportunista, chantagista e vigarista, o PT e toda a esquerda que saquearam o pais e do outro lado todos os radicais Bolsonaristas que talvez contem com apoio das polícias e certamente das milícias. O problema do Mourão é que precisará do centrao para assumir e também para governar. Quem acredita nas pessoas e/ou nas bandeiras do centrão neste país? Está difícil a situação e tende a piorar cada vez mais. Depois do Babalorixá de Banânia agora temos o Nero de banânia! É de lascar!!!

    • Menas Verdade Perez,as PMS estão subordinado aos governadores,esses em rota colisão com Bolsonaro.

      Bolsonaro tem apoio da associação PM-RJ,e dos milicianos RJ, Ceará.

      Lamentável,quem está fabricando crise, é o Bozo.

      Dr. Ednei, comentarista desse respeitável Blog TI, já tinha dissecado em detalhes o psiquê do clã..

      Di tantas cartas do Bebianno,essa revelada, não é surpresa,sim, o autor..

      Aguardaremos a próxima.

  3. Realmente, o Mourão é extremamente preparado.
    Daí a achar que Bolsonaro está com dias contados, como alguém comentou, é wishful thinking, de quem não conhece a área militar.
    O objetivo maior, no momento dramático, é a saúde.
    Para tanto, se necessário, pode-se destinar os recursos do Fundo partidário e reduzir, à expressão mínima, os benefícios espúrios dos vagabundos, deputados e senadores, e stf.
    Heleno, Mourão e Braga Netto, são os três principais assessores do Presidente.
    Excepcionalmente, bem informados sobre a conjuntura, orientam, diariamente, o presidente.
    Não há acaso.
    Sobretudo, na luta contra os vagabundos, Maia e Alcolumbre, que só vêm o interesse próprio.

  4. Bolsonaro está pulverizando com osta o militarismo inteiro, idem em relação ao crentismo e ao milicianismo, que saíram das suas tocas para pagarem pelas suas culpas históricas.

  5. Mais um episódio semanal do série “A Teoria da Conspiração Brasileira”. O enredo é Bolsonaro quer destruir seus ministros de estado, técnicos escolhidos por ele mesmo por engano. Mourão quer destruir Bolsonaro e o conseguirá, por ser mais inteligente que o presidente e ter as forças armadas ao seu lado. Tudo fantasia, não passa de desejo do jornalista e muito mimimi.

  6. Esqueçam .Não vai adiantar nada , trocar bolsonaro por mourão.
    Mourão apenas vai ser outro pilantra que vai governar para beneficiar os mesmos vagabundos que bolsonaro hoje beneficia .
    Esse país não tem mais jeito.
    Os investidores estrangeiros , ja perceberam isso e estão retirando todo o investimento feito aqui.
    Ninguem que seja sério e responsavel vai investr em um pais que gasta tudo que arrecada para bancar os privilegios e mordomias das elites.
    A situação hoje é de destruição total da economia com fuga recorde de investimento estrangeiro, em proporções jamais vista .

  7. O artigo é excelente, é a verdade nua e crua desse desgoverno.
    Os bolsonaretes sem argumentos para contradizer as verdades do artigo acima, pegam-se em erros de digitação, em erros na troca nome de um personagem ou até mesmo em erros de português. Os bolsonaretes são iguais ao seu ídolo: superficiais. Qualquer um comete erros ao digitar rápido um artigo ou comentário no computador
    O que vale é o conteúdo.
    Durante a campanha presidencial de 2018, os bolsonaretes invadiram a TI. Para eu não me aborrecer, não dá para discutir com fanático, afastei-me deste Blog por vários meses

  8. Preocupado com a saúde…??
    kkkkkkkkkkkkkk

    isso é fachada..

    Ontem,Homem,foi a rua jogar gasolina na fogueira como sempre,mentiu no exterior q.estava coronavirus,e culpar a imprensa comunista.

    Ao mesmo tempo, desarticulou a manifestação da oposição.

    A emenda,saiu pior que soneto,mais uma vez,pagou o vale da incompetência.

    Tenho certeza, não é orientação dos três assessores principais, só se ,ficaram contaminado com vírus Carluxo ,(royalties para G.Bebianno).

  9. Não existe ninguém mais qualificado que Jair Bolsonaro para enfrentar e confrontar a esquerda brasileira e esses políticos ladrões adeptos do “toma lá dá cá”. O resto é piada. Outra, papo furado de que “agradecem o aumento salarial e os privilégios da Previdência, mas nada farão em favor dele”. Isso é induzir leitor ao equívoco. Parece que o negócio por aqui é mesmo “morde e assopra”.

  10. Afora o caso de ser pago pra produzir alguma coisa o jornalista escreve o que acredita ser verdade ou o que dita sua ideologia.
    Voltaire dizia ser capaz de glosar ou sofismar até o Pai Nosso da prece dominical ou da missa diária.
    O editor usou telepatia para saber o que pensa os militares e numa pajelança fez o seu despacho, só isso.

  11. O congresso e o Judiciário tem que deixar de ser mimados e se colocar como poder atuante pra atender exclusivamente a sociedade. Ambos e mais o Executivo tem que ser o motivo da suas próprias existências – dos poderes …

  12. Foram as esquerdas, mas principalmente o pt quem colocaram o Brasil nessa… Comprometeram a renda do país inchando a máquina pública para montar seus bankers. O congresso e o Judiciário, por sua vez, tem que deixar de ser mimados e se colocar como poder atuante pra atender exclusivamente a sociedade. Ambos e mais o Executivo tem que ter o povo como pivô de suas próprias existências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *