Bolsonaro reclama que a indicao ao Supremo ficou igual a escalar a Seleo Brasileira

Bolsonaro confessa que pegou gravao da portaria de seu condomnio: Antes que fosse adulterada | ExpressoPB

Na portaria do Alvorada, Bolsonaro responde s crticas

Ingrid Soares
Correio Braziliense

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manh desta segunda-feira (5/10), que indicar um nome para o Supremo Tribunal Federal (STF) ficou igual a escalar a Seleo Brasileira. A declarao foi feita a apoiadores na sada do Palcio da Alvorada.

Tem muita crtica para quem eu estou indicando para o Supremo, ou no?, questionou o chefe do Executivo. Em seguida, ele voltou a defender o desembargador Kassio Marques, indicado por ele para a vaga a ser aberta com a aposentadoria do decano, Celso de Mello.

TODO MUNDO RECLAMA – “Indicao para o Supremo, para muita gente, ficou igual escalar Seleo Brasileira: todo mundo tem seu nome, e aquele que no entrou o nome dele, ele reclama e comea a acusar o cara de tudo. Esse mesmo pessoal, no passado, queria que eu botasse o Moro (Sergio Moro, ex-ministro da Justia)”, destacou.

“Ele (Kassio) catlico, tem uma vivncia na ala militar. mentira aquela questo que ele votou para o Battisti ficar aqui. Quem decidiu foi o Supremo, no foi ele”, emendou, numa referncia ao voto de Marques contra a deportao de Cesare Battisti, em 2015.

Bolsonaro defendeu Marques novamente sobre as acusaes que vem recebendo, entre as quais, de ter liberado, em maio de 2019, que o Supremo pudesse comprar lagostas e vinhos. A aquisio dos itens havia sido impedida por uma juza federal. O presidente enfatizou que isso no tira as qualificaes do desembargador.

LAGOSTAS LEGAIS – O negcio das lagostas que a liminar no pode impedir isso ou aquilo para o Supremo comprar, tem que ver se o processo estava legal, e estava legal. Seno, daqui a pouco, vai chegar fil mignon aqui, algum vai entrar com, uma ao aqui, eu posso comer s carne de terceira. Se bem que no dou bola para isso, minha formao militar, no dou bola para isso”, afirmou.

“Acusam ele de comunista, o Tarcsio (de Freitas, ministro da Infraestrutura) trabalhou tambm com o PT, parece que o ministro da Justia tambm trabalhou com o PT, um monto de militar ali foi ajudante de ordens do governo do Lula e da Dilma. E da?.

CDIGO DE TRNSITO – O presidente tambm rebateu crticas de apoiadores por ter se reunido, no sbado, com o ministro Dias Toffoli, do STF, e com Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado. Ele revelou tambm que se encontrou, hoje de manh, com Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Cmara. Eu tomei caf, aqui, com Maia. Estou errado? Quem faz a pauta na Cmara?”.

Apesar de no ter mencionado detalhes sobre a reunio com o parlamentar, Bolsonaro disse que deve sancionar amanh as mudanas no Cdigo de Trnsito. “Talvez amanh eu v sancionar com ele e com o Alcolumbre a mudana no Cdigo de Trnsito, que aumenta a validade da carteira”, anunciou.

Uma das mudanas aumenta para at 10 anos o prazo mximo de validade da Carteira Nacional de Habilitao (CNH) e prev elevao, ainda, no nmero de pontos.

4 thoughts on “Bolsonaro reclama que a indicao ao Supremo ficou igual a escalar a Seleo Brasileira

  1. Triste a opo zoolgica do povo brasileiro na ltima eleio presidencial, ou votava no “rato” ou votava no “cavalo”.

    O “cavalo” teve mais votos.

  2. Referncia seleo ou a jogador de futebol so frequentes nas bocas dos militares no poder. Por que, no sei. Ser que o mundo deles restrito aos entremuros dos quartis e ao noticirio futebolstico? Sei que a resposta no, que eles tm outras coisas para pensar (afinal, h mais atividades esportivas para os entreter).
    Para fechar com um Post Scriptum, o Mouro vira e mexe usa um ditado citado por algum jogador ou uma figura futebolstica. O Bozo recentemente falou em carto vermelho! (ai,ai, que saco!)

  3. Confesso que no nutro a mnima simpatia pelo boal mas desta vez ele est certssimo, fez aquilo que a lei lhe permite. Se agradou ou desagradou muita gente o problema no dele, como toda convocao da Seleo, muita gente no concorda com as escolhas do treinador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.