Bolsonaro reconhece que Moro pode lhe tirar votos e define o ex-juiz como alvo preferencial  

Bolsonaro ataca Moro e chama ex-ministro de 'mentiroso, palhaço e sem caráter'

Bolsonaro diz que Moro é “mentiroso” e “não tem caráter’

Jussara Soares
O Globo

O lançamento de candidaturas de centro levou Jair Bolsonaro e seus aliados a elegerem como alvo preferencial o ex-juiz Sergio Moro (Podemos). Em conversas reservadas, o presidente tem reconhecido que o seu ex-ministro da Justiça e Segurança Pública pode lhe tirar votos preciosos durante as eleições em 2022.

A estratégia ofensiva de Bolsonaro foi escancarada nessa quinta-feira durante a transmissão de sua live em que chamou o seu ex-ministro da Justiça de “mentiroso deslavado”. Moro lançou um livro em que afirmou que Bolsonaro teria comemorado a decisão que soltou o ex-presidente Lula porque isso o beneficiaria politicamente.

OFENSAS SEGUIDAS — “Falta de caráter é o mínimo que posso falar desse cara. Tem o direito de se candidatar e o povo vai saber se merece ou não o voto. Agora, fazer campanha na base da mentira? Aprendeu rápido a velha política, hein, Moro?” — disse o presidente.

Bolsonaro, segundo o relato de pessoas próximas, diz que prefere acreditar que a repercussão em volta da pré-candidatura do ex-juiz da Operação Lava-Jato é o efeito natural da novidade de sua entrada na política e ainda aposta no arrefecimento da pré-campanha de Moro, que deve ser alvo de ataques constantes do presidente.

POR SEIS MINUTOS – Ao longo da sua live, Bolsonaro falou de Moro por seis minutos ininterruptos, mostrando que seu confronto direto agora é com o seu ex-ministro, e não com o ex-presidente Lula, do PT, que lidera as pesquisas de intenção de votos. Segundo interlocutores de Bolsonaro, o embate entre o presidente e Lula pode ser adiado para um eventual segundo turno.

Conforme mostrou a colunista Bela Megale, Moro começará o ano eleitoral visitando o interior de São Paulo, onde Bolsonaro desponta como nome forte para 2022. O ex-juiz fará uma incursão no Vale do Ribeira, sul do estado, onde o presidente foi criado.

###
NOTA DA REDAÇÃO
O Vale do Ribeira é uma das regiões mais pobres de São Paulo. O candidato Sérgio Moro certamente irá lá para conferir o que Bolsonaro fez em benefício da terra natal dele. Mas na verdade o presidente nada fez. (C.N.)

7 thoughts on “Bolsonaro reconhece que Moro pode lhe tirar votos e define o ex-juiz como alvo preferencial  

  1. O segundo turno vai ser Lula versus Moro, vai ser interessante ver o debate. Aliás, a chapa Moro/Santos Cruz tem sido aventada como a mais forte há mais de um ano pelo antropólogo Piero Leiner. Bolsonaro, apesar de tosco, não é nada bobo e já sente o perigo. O cenário, infelizmente, é de terra arrasada; o país com suas finanças destruídas, a fome visitando os lares de milhões de brasileiros, luto para quase um milhão de brasileiros mortos em meio a deboches das autoridades, toda a estrutura burocrática violentada – e esse foi o pomo da discórdia em tela no artigo, o ódio contra as estruturas de estado em sua forma mais explícita. Temos uma boa Constituição que merece ser defendida com todas as forças possíveis, em 2022 os brasileiros vão escolher um novo líder para o país; qualquer que seja o eleito pela soberania popular vai encontrar um país em ruínas, em luto e com uma estrutura de estado a ser reconstruída, será um longo e árduo caminho de retorno a ares mais civilizados, economicamente e ambientalmente viáveis. Reconstruir relações internacionais destruídas, a estrutura de comando da Polícia Federal, dos órgãos de fiscalização ambiental, educação e cultura. Trazer de volta a Petrobrás aos brasileiros e, “heresia”, retirá-la da corte distrital de Nova York, ops… bolsa de ny.

    • Bolsonaro é café pequeno para Moro, e o ex presidiário e sempre salafrario Luiz Inácio é uma média com pão sem manteiga, e os dois juntos são uma comédia.

      Nenhum dos dois, e nem o ex e nem o futuro presidiário vão ao segundo turno, porque Moro ganha no primeiro.

      Veja a distância do caráter do Sérgio para esses dois apedeutas que enchem de vergonha o povo brasileiro.

  2. Moro tem necessidade de se garantir com uma imunidade parlamentar. Precisa urgente do Foro Previlegiado.
    Ele tem padrinho forte e com grana. Se não for a presidência, que seja o senado ou Câmara.
    A batata dele está assando. Vai ser cobrado da parcialidade que usou para colocar Lula 580 no xilindró.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *